Simpatia de Taís Araújo e candidatos surpreendem na estreia de PopStar

popstar tais
Imagem: GShow/Divulgação

Uma das grandes apostas da Rede Globo no ano passado, o PopStar está de volta e repleto de novidades. Com apresentação agora da atriz Taís Araújo, o programa teve boa repercussão na estreia de sua segunda temporada.

Na internet, só se falavam na desenvoltura da apresentadora, que conquistou o público logo de cara. Além disso, o nível dos candidatos foi extremamente elogiado, chegando a ser comparado com superioridade em relação aos candidatos do The Voice Brasil.

A atração retornou com a mesma dinâmica da edição passada, e os participantes da vez não estão para brincadeira. Foram muitas e gratas surpresas nesse primeiro episódio, vamos conferir?

 

Fafy Siqueira – “Eu Sei de Cor”

Nota: 20,67

Clique aqui para ver a performance

Gaby:  Achei caricato demais e faltou emoção, mas foi um bom começo para abrir a segunda temporada de PopStar.

Let: Concordei quando disseram que ela cantou como um clássico de Roberto Carlos, porque foi bem isso mesmo, mais vintage. Confesso que sinto que ainda falta para a voz de Fafy, mas potencial tem, e torcida também.

Luke: Fafy é um ícone e eu me encantei por ela desde a primeira vez que a vi, há alguns anos, em uma peça. Ela tem um timbre interessante e falta um pouquinho de técnica vocal para alcançar grandes posições. Acho que tem tudo pra crescer dentro da competição e torço muito por ela.

 

Lua Blanco – “Comida”

Nota: 20,52

Clique aqui para ver a performance

Gaby: Não gostei da escolha da música. Lua tem uma boa voz, mas ela não soube ousar em sua primeira performance. Louca para vê-la avançando no programa.

Let: Ficou bem interessante, mas com a evolução da apresentação foi ficando beeem chato. Ok que favoreceu a voz, mas sinto que não comoveu a plateia. Júnior falou tudo, faltou energia, porém voz ótima, me lembrou Mariana Rios na temporada passada, que gritava e gritava mas não comovia.

Luke: Lua já está no âmbito musical há um tempo e conhecia o trabalho dela. Acho que por isso, esperava muito mais da cantora. Não foi ruim, longe demais disso. Ela tem uma voz incrível, mas é aquela coisa que sempre falamos no team reality, uma song choice bem feita faz toda a diferença.

 

João Côrtes – “Blues da Piedade”

Nota: 20,44

Clique aqui para ver a performance

Gaby: Fraco demais. João estava fora do ritmo e deu para perceber seu nervosismo. Confesso que me deu sono a performance dele.

Let: O ruivinho da Vivo chegou dizendo que não se via ainda como um popstar, mas já destruiu tudo com uma voz rouca deliciosa e uma escolha musical maravilhosa, amo essa canção. Dominou o palco e me ganhou de primeira, já temos um grande destaque da temporada, e olha que ele nem aparecia na chamada do elenco.

Luke: Nunca imaginaria João alcançando o patamar musical que ele chegou com essa canção. O cara mandou muito e mereceu todos os aplausos e notas. Como bem disseram, ele tem uma região mais grave interessante na voz e conseguiu variar bem essa melodia. Tem muito o que mostrar ainda na competição.

 

Mallu Rodrigues – “All Of Me”

Nota: 20,79

Clique aqui para ver a performance

Gaby: Foi fofo, foi. Gente, ela tentou ousar e escolheu uma música totalmente errada para ela. Ela foi engolida pela canção.

Let: Ai que fofa a Mallu. Concordo com o Tony Garrido, ela forçou no lírico, já que tem formação nisso, mas adorei a versão mais otimista estilo musical que ela escolheu para essa música que eu, particularmente, acho beeem chata. Tomara que ela continue arrasando.

Luke: Como tem a bagagem de musicais, o lírico não foi uma surpresa. Tony pontuou muito bem a questão de aproximar ainda mais pra questão popular. Tem uma técnica boa, mas precisa de arranjar um pouco mais à questão vocal, não pelo timbre, mas pela adequação.

 

Samantha – “Love On The Brain”

Nota: 20,85

Clique aqui para ver a performance

Gaby:  Divou, sem mais!!! Sam é um PopStar!

Let: Olha, não acho justo Samantha (que fez a Cleo e abandonou o sobrenome) participar deste programa, todo mundo sabe da sua carreira musical. Ainda assim, vou dizer que não gostei tanto da versão, ela inventou tanto que faltou alguma coisa, alma mesmo. Usou e abusou da voz, mas não me convenceu.  

Luke: Gosto de graça da Samantha!! Sou um grande fã dos seus trabalhos cômicos e acho sua voz incrível. Mas concordo com a Let, é uma certa injustiça sua presença aqui. Vamos ver como serão as próximas apresentações, mas não tenho o que criticar dessa semana. Acho que ela conseguiu trabalhar bem com a canção, trazendo algo bem coeso. Mas saibam que a pressão por ela já cantar será maior.

 

Eri Johnson – “A Dois Passos do Paraíso”

Nota: 20,64

Clique aqui para ver a performance

Gaby: Senti vergonha! Ele divertiu? Divertiu, mas foi só. Eri é o mais fraco dos 14 no programa e precisa achar seu lugar na competição.

Let: Ficou divertido, só. Ah né, gente! Se for para cantar mesmo, deveria ter escolhido outra música, essa não valoriza nada a voz. Mas ok, entendo que agora, no início, dá para fazer isso, tudo depende do objetivo dele nesse programa.

Luke: Em outros comentários, de outros realities, sempre comentei a importância de uma série de fatores para formar um cantor de sucesso. Um deles é o carisma. Eri tem muito disso e conseguiu levar a plateia consigo. Contudo, a voz ainda precisa ser um pouco mais trabalhada. Não é o maior sucesso nem o maior esquecimento.

 

Renata Capucci – “Isn’t She Lovely”

Nota: 20,67

Clique aqui para ver a performance

Gaby: Gente, eu chorei e me emocionei muito!!! Concordo com meus coleguinhas no quesito que Renata precisa melhorar a técnica, mas se toda semana ela me emocionar como fez hoje, nem vou querer saber de mais nada!!!!

Let: Melhor motivo para cantar uma música, homenagear a filha, que lindo! Essa música é tão good vibes, faz bem para o coração, e o jeito que Renata cantou deixou tudo mais emocionante. E A FILHINHA DELA ENTRANDO NO PALCO. GENTE???? Olha, me emocionei, mesmo não sendo a melhor apresentação do dia nem de longe.  

Luke: Aqui temos dois pontos a serem discutidos!! Foi uma homenagem linda e muito emocionante. Ela colocou realmente colocou seu coração na canção e isso foi nítido. A filha no final no palco, bonitinho demais. Contudo, temos um lado técnico. A voz de Renata é boa e tem potencial, mas ainda precisa de uns toques que a competição pode dar. Inclusive um toque sobre movimentação em palco, que precisa de certas melhorias, mas foi muito bem executada.

Continua após a publicidade

Fernando Caruso – “Amante Profissional”

Nota: 20,45

Clique aqui para ver a performance

Gaby: Ao contrário do Eri, Fernando soube usar e abusar de seu carisma e levantou os jurados fazendo o que mais sabe fazer: zoar. A escolha da música foi perfeita e ele me fez rir com suas sacadas e forma única de se performar. Estaríamos diante de um novo Mamonas?

Let: Olha, foi beeem divertido, o quase beijo com Caruso é o segundo melhor momento dessa estreia (só não ganha da filhinha da Renata), e foi isso né, não podemos dizer que ele cantoooou muito e tals. Ainda assim, tirou uma nota maior que o João, não dá para entender. Caruso apostou na zoeira e se deu bem, e não podemos dizer que ele tá errado, cada um no seu estilo.

Luke: Caruso não tem a melhor voz, talvez tenha uma das mais medianas. Contudo, ele apostou todas as fichas no seu carisma e mereceu toda sua pontuação. Espero que ele trabalhe cada vez mais em seu jeito natural de se apresentar e tem tudo pra crescer muito aqui dentro.

 

Jeniffer Nascimento – “Love On Top”

Nota: 20,93

Clique aqui para ver a performance

Gaby: SENHOR! Tô arrepiada até agora! Essa menina destruiu e elevou o nível da competição. Parecia profissional, isso sim!

Let: Olha o arrasooooo!!! Jeniffer pegou o hino dos hinos da Queen B e destruiu tudo. Eu tô abobada, pulando, que lindo que foi. Vozeirão que não é surpresa para quem já conhece essa linda de outros carnavais, e coisa boa todo mundo ver e conhecer essa maravilha agora. Amei demais!

Luke: Vamos pontuar duas coisas importantes aqui!! Em termos de justiça, Jeniffer entra no mesmo patamar de Samantha, pois já canta há um bom tempo. Em contrapartida, tá mais do que de parabéns. A melhor da tarde, com toda certeza. Tem uma voz mais do que poderosa. Enfim, soube muito bem administrar sua apresentação. Isso significa que nossos olhos se redobram pra ela em todos os âmbitos.

 

Jonathan Azevedo – “Rap é Compromisso/Retalhos de Cetim/Pros Amigos”

Nota: 20,83

Clique aqui para ver a performance

Gaby: Foi tão fofo, que tô ainda pensando em como ele conseguiu juntar Sabotage e Benito di Paula numa performance tão linda?! Esse menino vai longe na competição, e só espero que ele nunca perca a sua humildade!

Let: A voz de Jonathan me deixou arrepiada, é linda demais. Adorei ele juntando Sabotage e Benito di Paula – que está entre os jurados com sua peruca mara, haha! Adorei e não foi pouco, espero coisas maravilhosas desse maravilhoso. E todo o depoimento que ele falou depois, sobre a dificuldades da vida foi de aplaudir de pé.

Luke:  Jonathan é disparado um dos meus favoritos!! Seu desempenho foi exemplar e tem o necessário para crescer dentro da competição. Trouxe sua simplicidade e emoção na canção, assim como Renata fez com sua família!! Meu irmão, siga firme e confie na sua carreira, você é um vencedor.

 

Carol Trentini – “True Colors”

Nota: 20,65

Clique aqui para ver a performance

Gaby: Olha, a voz da Carol é bem fraquinha. Ela pode ser linda e tal, mas faltou algo mais em sua apresentação. A música se encaixou bem com seu tom infantil, porém, o nervosismo dominou geral.

Luke: Carol tem uma voz boa, mas o nervosismo tomou conta. Ficou um pouco monótono em alguns momentos, e eu não soube bem saber o tanto que eu gostei e não gostei. Acho que ela tem o que crescer aqui dentro e tem suas peculiaridades, como Toni falou.

Klara Castanho – “O Sol”

Nota: 20,52

Clique aqui para ver a performance

Gaby: Foi tudo tão ensolarado, que Klara acabou sendo engolida pela música. Klara é tão fofolete que precisa deixar esse seu lado fofura de lado e assumir a rock star que tem dentro dela!

Luke: EU NÃO AGUENTO MAIS ESSA MÚSICA, JÁ DEU!! Agora sem a raiva na opinião, não ficou legal a apresentação não. Tava bem nervosa e isso ficou nítido na canção. Enfim, tem muito o que melhorar aí ainda, Klarinha!! Mas vamos seguindo firmes em melhores song choices no futuro.

 

Mouhamed Harfouch – “Beautiful Day”

Nota: 20,53

Clique aqui para ver a performance

Gaby: Foi surpreendente, o cara tentou dar uma de Bono Vox e saiu como karaokê barato. Mouhamed tem uma voz boa, só precisa dominar o nervosismo e controlar os agudos.

Luke: Esperava ter gostado mais do que eu realmente gostei!! O nervosismo tomou conta dele com toda certeza, e isso é comum. A mudança de regiões na canção realmente dificulta bastante. Enfim, não foi dos melhores e ainda tem muito o que melhorar.

Continua após a publicidade

Sergio Guizé – “Admirável Gado Novo”

Nota: 20,56

Clique aqui para ver a performance

Gaby: Eu gostei! Foi diferente do que eu esperava e, por ter uma banda, Sergio deixou a desejar em sua primeira apresentação no programa. Ele dominou o palco e sua voz é deliciosa, ansiosa para ver o que o novo Andre Frateschi vai aprontar na temporada.

Luke: Outro que esperava muito mais do que foi apresentado. Guizé é um excelente ator, e consegue variar incrivelmente por entre seus personagens. A apresentação vem bem característica, mas transparece muito o nervosismo. Vamos ver o que nos aguarda as próximas semanas.

 

O que acharam dessa primeira semana de programa? Já tem algum favorito?

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.