Tetra ao Teló está cada vez mais próximo no The Voice Brasil

the voice br leo
Imagem: TV Globo/Divulgação

Michel Teló continua mostrando que tem sede de vitória no The Voice Brasil. A prova clara foi o resultado pra lá de positivo no episódio de segunda-feira, com a parte final da Fase dos Técnicos. Além disso, o sertanejo continuou com um time bem sólido com a vinda do Remix, na quinta.

Vamos conferir tudo o que rolou essa semana no programa?

 

BATALHA DOS TÉCNICOS

 

 

Kelvin Bruno – “Tuyo” (TIME TELÓ) x Helen Cristina – “Super Duper Love” (TIME BROWN)

Ana: Que batalha difícil, gente! Kelvin já mandou logo um “Tuyo”, abertura de Narcos. Mandou muito bem ,aliás, a música casou com a voz dele, uma nova leitura da música do brasileiro Rodrigo Amarante. Helen mitou com essa escolha de música, dominou o palco e a act. Acho que Brown merecia bem mais, Helen foi bem melhor, e foi bem mais completa hoje do que Kelvin!

Edu: Sei que essa canção muitos assimilam com o tema de Narcos, mas só consigo imaginar o vídeo da Regina Duarte dançando na Ilha de Caras, apesar da canção não ser a mesma. Sobre a performance até que curti, mas faltou desenvoltura. Senti Kelvin muito engessado, e esperava bem mais. Já Helen veio com esse hino maravilhoso de minha Joss Stone, dominando palco assim que abriu a boca. Pra mim Helen levava fácil a batalha, mas francamente não entendi Kevin ter ganhado. Apenas que desapontado.

Luke: Kelvin apostou em uma carta curinga interessante. Fez o jogo de sedução com a canção e funcionou de certa forma. Não foi sua melhor apresentação e realmente se mostrou engessado em alguns momentos, poderia ser melhor executada. Helen já apostou em uma performance mais envolvente e conseguiu embalar todos com sua voz. Também acreditei que ela passaria para a próxima etapa, mas sempre nos surpreende essas votações!!

 

Cristiane Santos – “Sereia” (TIME BROWN) x Marine Lima – “Cryin’” (TIME IVETE)

Ana: Caí no bait achando que era “Como Uma Onda”. Achei bem nhé, não entendi. Já Marine escolheu Aerosmith, e sinceramente senti ela tensa demais, não teve uma apresentação envolvente, como a música pede. A escolha de Marine era visto, já que a Cristiane foi bem meia boca.

Edu: Sou apenas eu que confunde o começo de “Sereia” com os segundo iniciais de “Como Uma Onda”? Enfim, performance tediosa, Deus me perdoe! Agora Marine veio com um hino de uma das minhas bandas prediletas da vida, já ganhou pontos comigo. Faltou tempero também, mas foi melhor que sua rival. Entretanto jamais chegará aos pés de Alisan Porter na S10 do The Voice US, que cantou essa música gritando e correndo pelo palco feito louca. Saudades!

Luke: Olha, se fosse escolher por song choice eu escolheria as duas pela canção e descartaria as duas pela escolha. Cris trouxe um clássico de Lulu e ficou na serenidade que a música pedia, mantendo dentro da canção sem inovações. Marine também não fez sua melhor performance, comparada a outras como Edu já disse, mas apresentou um show de melhores qualidades. Bacana demais ela ter passado, mas temos que melhorar se quiser chegar mais adiante.

 

Júlia Dantas – “Explode Coração” (TIME IVETE) x Isa Guerra – “Hear Me Now” (TIME LULU)

Ana: Que música difícil Júlia escolheu pra performar. Adoro a voz dela, mas me senti tensa a act inteira, achando que ela ia escorregar em algum momento. Isa cantando a música mais saturada do Alok, pra mim deu, não aguento mais! E o público mais uma vez votando na mais overrated da batalha, sendo que Júlia tem mais maturidade e chances de seguir na competição.

Edu: Sinceramente não gostei de nenhuma das duas apresentações, e por mim as duas mereciam a eliminação.

Luke: Júlia me deixou com um sono gigantesco, apesar da voz belíssima. Isa trouxe algo que era pra ser animado, mas não consegui ouvir nem sua voz direito. Quem passar não faz muita diferença e Isa acabou “conquistando” mais o público.

 

Dreicon – “Ao Vivo e A Cores” (TIME LULU) x Léo Pain – “Anti-Amor” (TIME TELÓ)

Ana: Eu tô sinceramente cansada do Dreicon. Sempre a mesma act, sempre o mesmo estilo, por mim já tinha vazado. Já Léo Pain não cansa de me surpreender. Cantou com propriedade, e mesmo sendo uma música não tão famosa quanto as que ele cantou anteriormente, ele foi pleno a apresentação inteira. Se Léo Pain não tivesse ganhado, sinceramente, eu ia até o Rio de Janeiro pra quebrar todo o estúdio, que falta de respeito. Mas nosso reizinho foi vitorioso!

Luke: Inovação é tudo em uma competição e isso matou Dreicon. O mais do mesmo é necessário quando está beirando a monotonia. A canção não ficou boa na voz dele, que tinha muito mais potencial nessa fase. O sertanejo reina o Brasil e Leo Pain trouxe um grande sucesso atual. Impressionou na voz, na apresentação e mereceu a vitória. Que ele continue nessa vertente sempre nos surpreendendo.

 

Gika Bacci – “Al Capone” (TIME LULU) X Murilo Bispo – “Tão Seu” (TIME BROWN)

Ana: Que escolha de música Gika fez! Raulzito fez muito bem à voz dela. Até levantei aqui pra dançar junto. Murilo pegou uma das melhores da Skank e jogou pra dentro do estilo Shawn Mendes. E foi gostosinho, admito. Agora achei uma batalha parelha, e sinceramente, não gostei de Murilo ter passado e deixado Gika pra trás, mas neste caso, as oportunidades eram iguais.

Luke: Gika é a exemplificação do rock brasileiro e mandou muito bem em sua apresentação. Foi empolgante e trouxe o que esperávamos dentro de suas últimas performances. Murilo fez sua versão de Skank e arrebentou. Uma das maiores bandas do Brasil na atualidade, com um repertório tão vasto e muito bem representada. Ficaria feliz com qualquer vitória e ainda bem que Brown conseguiu mais um para sua equipe de estruturas balançadas.

 

Jennifer Rocha- “Love On Top” (TIME IVETE) X Arthur Henrique – “Too Good At Goodbyes” (TIME TELÓ)

Ana: Foi sofrido, não gostei da apresentação de Jennifer, parece que estava gritando o tempo todo. Já Arthur eu quase dormi, sinceramente, que sono. Por mim qualquer um dos dois, se sair, não vai me fazer falta. Arthur passou, ótimo, eba. rs.

Luke: Jennifer trouxe um gigantesco trabalho em suas mãos que não foi tão bem executado. Enfim, ficou um pouco monótono, mas isso não tira os méritos da ousadia e da performance. Arthur não deixou a ousadia de lado, mudando um pouco a vertente de suas apresentações. Ficou semelhante a um sonífero? Talvez. Mas também merece os parabéns pela ousadia e faltou um pouco de feeling da canção. Team Teló fecha a batalha dos técnicos invicto, isso é um sinal de #VemTetra?


Clique aqui para assistir às performances da Batalha dos Técnicos.

 

REMIX

Imagem: TV Globo/Divulgação

Após a batalha dos técnicos, vem a fase digamos que mais desnecessária da disputa. O Remix serve pra realinhar os times e redistribuí-los para a reta final da temporada. Sinceramente, o The Voice Brasil poderia usar o pega pra matar, igual é feito com outras versões do programa ao redor do mundo. Imagina tipo um deles sem nenhum candidato na final? Dona Globo para de ser chata, por favor.

Cada técnico salva um candidato para a fase seguinte. Foram eles Priscila Tossan (Time Lulu), Edson Carlos (Time Ivete), Dri (Time Teló) e Erica Natuza (Time Brown). Vamos conferir?

Andressa Hayalla – “Fica”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Eu honestamente nem prestei atenção direito, achei muito nhé pra essa fase.

Edu: Achei essa apresentação meio vibe Adryana e a Rapaziada. Sei lá, ainda estou processando tudo.

Let: Cara, assim, AMO Andressa, mas não foi a melhor apresentação mesmo. Sei lá se foi a música, ou ela forçou demais. Só sei que fiquei receosa com o futuro dela.

Luke: Passou longe das melhores apresentações de Andressa!! Uma song choice meio vaga e que não casou bem com sua incrível voz.

 

Arthur Henrique – “When We Were Young”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Eu vou discordar do Edu e dizer que não curti a apresentação do Arthur. Sei lá, não acho que a música tenha favorecido ele.

Edu: Nossa, eu amo essa música de uma forma que nem sei. E vou ser bem franco, não só gostei dessa performance, como pra mim se tornou a melhor de Arthur na disputa. Ele cantou com alma, soube se entregar na medida certa.

Let: Amo a música até demais, e por isso achei que não foi a melhor escolha para Arthur. Achei o rapaz até prepotente por cantar esse hino e bateu um ranço. Ok, ele cantou bem, mas faltou voz ali, senti a insegurança de longe.

Luke: Arthur começou bem morno e foi melhorando consideravelmente durante a competição!! Achei que Ivete ia apertar, mas acabou que Lulu o fez. O coach sabe que seu team se resume a Priscila, e é bom ter um coringa assim por trás de suas apresentações nas próximas fases!!

 

David Nascimento – “I’m Not The Only One”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Sam Smith às 23h de uma quinta feira é pra terminar de detonar qualquer feeling que a gente tenha. David tem uma boa voz, mas cantar Sam Smith é ter coragem!

Edu: Eu não suporto Sam Smith, Deus que me perdoe! Não sei é por conta do meu ranço pelo intérprete original, mas tive vontade de morrer com essa apresentação. Sobre Brown salvando-o, nada de novo e totalmente previsível.

Let: OLHA A OUSADIAAA! Assim, eu sou apaixonada por essa música, é linda demais, ela me deixa até triste, sendo que nem sou a corna da história. Fora isso, tava prontíssima para odiar tudo, e não é que amei? David realmente evoluiu muito, e até arriscou nos falsetes.

Luke: Uma apresentação muito boa de David!! Não sei se estou um pouco mais exigente nessa fase, mas não achei estrondoso!! Foi apenas um “bom demais”. Brown foi mais do que esperto em manter um nome como David em seu team.

 

Flavia Gabê – “4 da Manhã”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Me recuso a achar que ela foi bem hoje. Música errada, vibe errada, tudo bem ruim.

Edu: Adoro Flavia, mas achei a escolha musical errada. Foi tudo desastroso, mas ainda bem mainha foi sensata e não deixou sua pupila sair por conta desse deslize. Já disse o quanto amo Veveta?

Let: Essa menina está maluca, o que foi isso? Cruzes! Ela conseguiu deixar a voz irritante como nunca. Eu se fosse Ivete deixava vazar.

Luke: Realmente devo estar mais exigente, pois não fui com a vibe da apresentação. Flavinha é um estrondo desde o início, mas não curti como a voz foi empregada na música. Se tivesse um toque mais suave seria excelente.

 

Isa Guerra – “Versace On The Floor”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Deplorável, por mim já tinha bailado. Próximo!

Edu: Vocês vão me desculpar, mas eu assimilo essa música à cena de Gianne Versace morto na season premiere da última temporada de American Crime Story. Sobre a performance, bem esquecível. Hoje tá só Jesus na causa.

Let: OH MINHA FILHA, QUE FOI ISSO? Pelamor, que falta de respeito com Bruninho e com esse baita hino. Se não vai arrasar nem arrisca, gata! Como eu queria que ela tivesse ido embora depois disso.

Luke: Achei uma apresentação bem regular. Não vou falar que foi a pior de todas, mas está longe de ser a melhor. Enfim, não sei opinar.

 

Kelvin Bruno – “Elephant Gun”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Amei a performance do Kelvin. Não conhecia essa música, admito, e gostei bastante da versão.

Edu: Discordando de minha Aninha, eu odiei a performance. Achei tão esquecível que me distraí com outras coisas.

Let: Outra falta de respeito enorme com um baita hino. Kelvin, de novo, SE NÃO VAI ARRASAR, NÃO CANTA, CA*******O! Achei tudo beeeem esquecível, e que bom, porque quero esquecer essa coisa horrorosa.

Luke: Kelvin pra mim é uma das maiores surpresas da temporada. Eu não dava nada por ele no início, que vem me surpreendendo a cada semana. Gostei da song choice, me lembro dela em Capitu, e achei bem adequada à sua voz. Não sei se ficará, mas trouxe uma grande apresentação.

 

Kevin Ndjana – “That’s What I Like”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Cansada do Kevin já, destruindo mais uma música do Bruninho.

Edu: Ai Bruno Mars de novo? Pra que, minha gente? Ai que ranço, ai que preguiça, ai que tudo, Eike Batista!!!!!!

Let: ATA, O NEGÓCIO TÁ PESSOAL AGORA! Ai Kevin, poxa, já deu né? Realmente não entendo o que enxergam nele, não canta nada.

Luke: Não mesmo!! Achei tudo demais e muito mal executado… sei lá, não me apeteceu em nenhum momento. Pessoal tá achando que Bruno Mars é coringa pra sucesso. Desde quando??

 

Lais Yasmin – “Estrada da Vida”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: A diferença da qualidade dos times é absurda. Laís Yasmin tem uma voz maravilhosa e a escolha da música foi perfeita.

Edu: Com licença, faz favor, que a possível vencedora da temporada chegou. Ela veio com uma música tão bela e clássica, transformando-a numa apresentação introspectiva. Lais mandou hiper bem, e pra mim foi a melhor apresentação da noite até agora.

Let: Ufa, agora sim, uma apresentação boa, aliás, maravilhosa! Lais arrasa a capela mesmo, não precisa de artifícios, e pega qualquer música e vira dona e proprietária. É dela, ninguém canta como a candidata.

Luke: Laís quer o mundo? Eu te dou… Claramente uma das melhores e maiores vozes dessa recheada temporada de favoritos. Não sei o que nos aguarda as próximas fases, mas Laís merece muito uma final.

 

Léo Pain – “Tão Feliz”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Ícone gaúcho passando, todos em silêncio. Mais uma vez falo que Leo Pain me impressiona demais, a amplitude da voz dele é impressionante. Desculpa por nunca ter ido nos teus shows em Santa Maria, Léo! Tu merecia o público muito grande!

Edu: Esse time de Teló está tão bom, que a segunda melhor voz fico dividido entre Léo e Dri. Ele mandou bem, e seria uma calúnia caso não continuasse.

Let: Com Léo eu nem preciso evocar o meu bairrismo típico de gaúcha, porque ele é acima disso, ele é demais. Que voz sem limites! Como ele é incrível. Minha torcida para a final, esperem.

Luke: Teló fecha seu time de maneira impecável!! Léo tem um timbre tão pessoal e consegue empregar tão bem isso na canção. Realmente Teló fez jus e passou um excelente cantor.

 

Marine Lima – “Uma Noite e 1/2”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Amei, nota zero.

Edu: Eu adoro essa música, mas ainda estou processando essa performance. Sinceramente não sei se foi tudo isso, achei que rolaram alguns exageros.

Let: Achei que iria morrer de tanto gritar. Adeus!

Luke: A galera não foi muito na vibe dela e eu concordo. Não sei se conseguiu conquistar daquela maneira incrível, mas é uma excelente voz.

 

Micaella Marinho – “Rosa de Hiroshima”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Eu não acredito que ela vai detonar uma das melhores músicas dos Secos e Molhados. Só por isso ela já deveria ser sumariamente eliminada, que absurdo!

Edu: Que lástima de apresentação! Por um momento morri de inveja das crianças mudas, citadas no início da canção.

Let: Ai gente olha, meu Deus, sabe! Assassinato em rede nacional, ao vivo, que vergonha eu teria se fosse ela, falta de respeito. Já é hora dessa menina partir pra outra.

Luke: Micaella realmente tá fazendo hora extra na competição. Não achei que foi uma de suas piores apresentações, mas estamos com um nível alto por aqui.

 

Morgana Rodrigues – “Chalana”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Comparando com Micaella Marinho, que não teve nada de amadurecimento vocal nas últimas apresentações, Morgana foi muito bem. Teló tá fazendo um belo trabalho com ela. Em contrapartida, acho ela um pouco forçada. Se forçar mais, se transforma em um Kaysar.

Edu: Tenho que admitir que de uns tempos pra cá eu tenho gostado da Gaga Joanne brasileira. É nítida a evolução, além do amadurecimento vocal de Morgana. Curti sua apresentação, foi tudo na medida certa.

Let: Morgana força, mas não dá para negar que ela se esforça, que ela evoluiu e quer isso mesmo. Sem contar que é muito inteligente nas escolhas musicais sempre. Foi de Chalana e foi uma delícia de ouvir.

Luke: Morgana só cresce a cada semana!! Dessa vez ela veio mais contida, mas com uma apresentação muito bela. Sua voz me surpreende muito e a maturidade que ela ganha com a competição é inigualável!!

 

Murilo Bispo – “Tão Bem”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Não suporto mais o Shawn Mendes tupiniquim. Por mim baila hoje, não tem apelo musical, só do rosto bonito e a semelhança com o cantor canadense.

Edu: Eu até gosto dessa música, mas francamente já deu pro Murilo.

Let: Amo essa música, mas é a pior do Lulu para cantar. Que burro, dá zero pra ele. Não ficou legal, foi beeem fraco. Murilo tá tapando buraco aí né, já deu.

Luke: Murilo tem uma voz boa, mas já caiu na tentação do mais do mesmo. Não inova e vem batendo em ponta de faca.

 

Renan Valente – “Galopeira”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Cantei junto, porque não sou nada boba. Mas ele mandou o passinho do Teló, tocando o acordeon e cantando junto. Ele que não é bobo

Let: Só sei que meu tio, autor desse hino, está se revirando no caixão com essa coisa horrorosa que Renan fez no palco. Os agudos ele esqueceu no camarim, pelo jeito. Foi vergonhoso demais. Mesma dica que dei para os outros, se não consegue cantar a música, NÃO CANTA.

Luke: Renan trouxe um clássico que todos amamos. Não foi o brilhantismo em execução, mas trouxe empolgação ao público. Enfim, não duvido de conquistar uma vaga no meio dos que restam.

RESULTADO

Clique aqui para ver o resultado.

Ana: Teló e Ivete seguem com os melhores times, disparado. Léo Pain, Lais Yasmin, vozes poderosas. Lulu assinou o atestado de perdedor da edição, escolhas pífias, ora escolher Micaella ao invés de Andressa? Erro crasso. Brown coitado, fez o feijão com arroz, e das vozes que ele escolheu, Kelvin Bruno é o que mais se aproxima das finais. Se aproxima, não se garante. Pra mim, bem decepcionante as escolhas de Brown e Lulu. Teló se aproxima cada vez mais do Tetracampeonato.

Edu: Olha, nem sei o que dizer. Andressa não foi feliz nessa semana, mas ela não merecia ter sido eliminada. Micaella, o que eu tenho a ver? Por mim Andressa e Renan poderiam ter sido salvos nos lugares de Marine e da queridinha citada. Teló tem tudo pra levar o tetra e a única pessoa que tem chance de barrá-lo é Veveta, pois com certeza Edson tem grandes chances de vencer. Lulu e Brown estão fazendo hora no programa, estão perdendo a mão. Se essa fase desnecessária de Remix não existisse, com certeza eles chegariam à final sem ninguém. Dona Globo já tá na hora de parar o baba ovo em cima dessa duplazinha flopada. #Paz

Luke: Nunca duvidei da capacidade de Teló e Ivete em montar seus times!! Claro que vou puxar uma sardinha pro meu favorito pois Dri, Laís, Leo e Morgana é um quarteto de peso!! Ivete tem Edson, que é um dos favoritos, mas ainda insiste em certos erros que apertam seu time!! Brown conquistou Kelvin ali no fim e acredito que ele possa ser a grande aposta do time pra grande final!! Lulu tem a “carta curinga Tossan” que na minha opinião já tá caindo em monotonia!! Mas é a única grande aposta do seu team, porque salvar Micaela no fim foi um grande erro.

 

O que acharam desses resultados? Venham comentar conosco, e não se esqueça que na próxima semana o programa será exibido, excepcionalmente, na segunda e terça-feira.

 

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.