Teu Passado Te Condena: Kate Walsh

Kate Walsh
Imagem: Divulgação/ABC

Kate Walsh é uma atriz de imenso talento. Prova disso foi sua incrível atuação na mais recente produção da Netflix, 13 Reasons Why, interpretando a mãe da protagonista título. Porém, ela arrebatou os corações de muitos quando alcançou o sucesso com seu papel de maior destaque na pele da médica Addison Montgomery em Grey’s Anatomy e Private Practice (série derivada), ambas de Shonda Rhimes.

Mas quem a vê consolidada na sua carreira, nem imagina que ela precisou batalhar bastante. Passando por produções pequenas e de baixo orçamento, até mínimas participações em séries de TV, Kate batalhou bastante para chegar aonde chegou. Vem rever a carreira dela comigo…

Kate Walsh iniciou sua carreira em 1996, quando participou do filme Fronteiras do Crime, ao lado de Luke Perry e Ashley Judd. Um filme sem grande notoriedade que tratava de um casal que tinha uma vida conturbada e que culmina em um assalto a banco. No mesmo ano, Walsh fez sua estreia na TV em um episódio de Homicide: Life on the Street, série policial da NBC que teve 7 temporadas.

Pegando carona neste tipo de papel, Walsh ainda fez participação em mais duas séries do gênero, Swift Justice (1996) e Law & Order (1996), todas com papéis de “caso da semana”.

Os anos 1990 também não foram fáceis para Kate Walsh no cinema, tendo tido pequenas participações em longas B como Night of the Lawyers (1997) e Heaven (1998).

Vendo que no cinema sua carreira não ia decolar tão cedo, Walsh se engajou na virada dos anos 1990 para 2000 em tentar angariar um papel de destaque na TV. Entre 1997 e 2002, por exemplo, fez diversas participações em The Drew Carey Show, interpretando a ex-namorada gordinha – que emagrece – do protagonista. Ela estava irreconhecível em algumas cenas.

Imagem: thedrewcareyshow.wikia/Reprodução

Em 2000, ela fez uma série de participações em The Norm Show, sitcom da ABC, como Jenny, onde ela pode mostrar toda sua veia humorística.

No ano seguinte, foi a vez de dar vida à detetive Eve Hilliard, em três episódios de The Fugitive, série estrelada por Tim Daly que durou apenas uma temporada. A diferença nesta participação em uma série policial é que, agora, ela teve oportunidade de mostrar seu talento como autoridade e não como vítima. Claro, ela arrasou e estava linda!

Imagem: Tumblr/Reprodução

Em 2004, Kate fez uma participação especial no episódio “Ch-Ch-Changes” de CSI. No episódio, a equipe investiga o caso de uma mulher encontrada morta com sinais de esfaqueamento, logo descobrem que a mulher passou por uma cirurgia de mudança de sexo e para resolver o caso, a equipe mergulha no mundo das cirurgias clandestinas e da comunidade transgênera. É aí que entra Kate como a dançarina burlesca Mimosa, amiga da mulher esfaqueada e também transexual. Este foi o 100º episódio da série e é bem adorado pelos fãs.

http://www.youtube.com/watch?v=cLZyM5Mi-5M

Em 2005, Kate fazia outra participação, dessa vez na fracassada tentativa de levar para os cinemas a clássica série A Feiticeira. No filme, estrelado por Nicole Kidman, Kate foi creditada apenas como “garçonete sexy” e acaba sendo enfeitiçada por Endora.

Foi neste mesmo ano que sua sorte mudou, podendo interpretar “a outra” do McDreamy. A personagem Addison Montgomery deu uma tunada em sua carreira. Inicialmente ela apareceria em apenas alguns episódios de Grey’s Anatomy, mas o público gostou tanto de sua personagem que ela se tornou regular na série e, não somente, ganhou uma série só pra si em 2007, Private Practice. Realmente, ela era uma das melhores personagens, não acham?

Imagem: ABC/Divulgação

Em 2010, Kate foi Sandra Anderson, uma das pessoas presas numa lanchonete no meio do nada e rodeada por anjos enviados por Deus para dizimar a humanidade, no filme Legião. Curiosamente, nesse filme Kate era a mãe esnobe da rebelde Willa Holland, a Thea Queen de Arrow. Curiosamente, Legião ganhou nesse ano uma continuação na série Dominion, que é igualmente ruim.

Em 2013, ano que Private Practice chegou ao fim, Kate fez uma mini participação no quinto filme de Todo Mundo Em Pânico, que a gente acha melhor nem comentar!

Em 2014, Walsh fez participações em Fargo, além de ter estrelado a comédia Bad Judge que durou apenas 13 episódios. Entretanto, conseguimos ver a atriz em seu melhor, interpretando uma juíza completamente maluca.

Imagem: NBC/Divulgação

Não vou mentir para vocês, fiquei surpreso quando vi que Kate Walsh estava no elenco de 13 Reasons Why. E fiquei mais surpreso ainda ao ver como ela estava transformada por causa da personagem, expressando toda a sua amargura, dor e revolta pelo suicídio da filha – passando grande parte da série em busca de respostas. Merece reconhecimento e aplausos…

Imagem: Captura de Tela/Reprodução (jeniffergeraldine.com)

Só desejamos sucesso para essa atriz maravilhosa e queremos ver mais e mais de seu talento em tela.

About Equipe Mix

Equipe Mix
Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.