The Affair – 3×09 – Episode 9

Imagem: recapguide
Imagem: recapguide

 

“Isso é muito Mr. Robot!” 

(Spoilers de Mr. Robot no primeiro parágrafo)

Impossível não lembrar de Mr. Robot ao se deparar com o diálogo entre John e Noah na cela da delegacia. Quem não se lembra dos diálogos entre Mr. Robot e Elliot enquanto este se encontrava preso? Quando assisti a cena em The Affair, deduzi logo que o John não estava naquele local. Em Mr. Robot, o personagem que empresta o título à série não é real, pois é fruto da imaginação de Elliot; enquanto em The Affair, o John existe e foi seu colega de colégio. Gunther não é policial, então ele nunca esteve na delegacia. Então todas as brigas entre John e Noah foram paranoias do Solloway. Se lembrarmos das cenas antigas de Gunther, nunca o vimos andar na delegacia e nem interagir com mais ninguém, somente com o Noah.

Noah já vinha apresentando alucinações a todo instante. Isso é devido ao uso contínuo e sem prescrição médica do remédio Vicodin, que pode causar alucinações e confusão mental. Ele tomava dois/três comprimidos de uma vez, logicamente que uma hora iria dar problema, e o resultado acabou sendo exatamente esse. Já era previsível que os episódios envolvendo John Gunther perseguindo Noah era paranoia do mesmo. Então esse plot twist não foi tão inesperado assim.

No diálogo entre Gunther e Solloway, dá para perceber o quanto Noah se sente culpado pela morte da mãe. Para quem não lembra, ele quem cometeu a eutanásia na mãe. Então o John seria uma espécie de um “dark side” do Noah, que se manifesta quando ele se encontra em alto grau de paranoia e pensando na morte de sua mãe. Esse acontecimento, que ocorreu durante a sua adolescência, ocasionou vários problemas na vida adulta. Essa imaturidade do Noah tem causa desse evento; o fato de se sentir culpado, chegando a se declarar culpado no tribunal também. Aliás, como o lado sombrio do Noah lhe disse, quando ele se declarou culpado foi uma forma de punição contra si mesmo. De certa forma, ele se sente culpado pelo o que ocorreu tempos atrás e “tentou” reparar o erro se declarando culpado.

Apesar disso, certas atitudes do Noah não dão para defender, como o estupro contra a Helen e a sua inconstância. Não podemos justificar isso como uma consequência do que ele viveu no passado, porque estaríamos tirando a responsabilidade dele sobre suas ações. Noah ainda é um personagem lixo humano, capaz de levar todos ao seu redor para fundo do poço onde ele se encontra. Ele atrai problemas não só pra si próprio como também para todas as pessoas ao seu entorno

Nesse episódio, tivemos também o ponto de vista da Helen. Coitada! A mulher está mais perdida que cega em tiroteio! Helen, você precisa de um psicólogo urgente na sua vida porque você não consegue superar duas coisas: 1) o seu amor por Noah e 2) o acidente com o Scott Lockhart. Essas coisas estão fazendo com que ela haja sem pensar e maneira impulsiva, como ao ajudar Noah no episódio passado e, também, ao ter levado seus filhos para a casa de seus pais. Helen também se sente culpada por ter “deixado” Noah ir pra prisão, afinal de contas ele não teve culpa pelo acidente. Ela remexe esses sentimento ruins e acaba ficando mal, psicologicamente falando.

Então aqui vai meu conselho, Helen: Volte pro Vik, se permita, esqueça o Noah de uma vez (não acredito no papo de que ela não é apaixonada por ele mais). Desvincule-se do que te faz mal e siga a sua vida!

Episode 9

Nota do episódio - 8.5

8.5

Review do nono episódio da terceira temporada de The Affair, da Showtime, intitulado "Episode 9".

User Rating: Be the first one !

About Daniele Duarte

Daniele Duarte
Carioca da gema, amante de literatura clássica. Machado de Assis é o seu autor favorito. O tríade de melhores séries são Six Feet Under, Breaking Bad e Sherlock . Séries inglesas também faz parte da sua grade de séries. Ela é a pessoa que chora rios com a series finale de SFU.