The Exorcist – 2×06 – Darling Nikki

Imagem: SpoilerTV/Fox/Divulgação

Em “Darlking Nikki“, a série mostrou toda a sua qualidade e nos presenteou com o episódio mais assustador da temporada.

No final do episódio passado, vimos que o demônio deixou de se manifestar na forma de Grace e passou a se camuflar como Nicole, ex-mulher de Andy, morta após cometer suicídio. Com isso, Andy não tem mais nenhum controle sobre o que real e o que é imaginário. Apesar de às vezes parecer consciente, ele, rapidamente, volta a realidade alternativa criada pelo demônio. O final do episódio mostrou que o caminho de volta está cada vez mais se fechando para o psicólogo e seu destino seja, talvez, diferente do de Angela na primeira temporada.

A personagem já havia lutado e vencido Pazuzu uma vez, o que permitiu que ela tivesse forças para continuar lutando contra ele na segunda vez e conseguindo sua salvação antes da integração. Andy não parece ter a mesma força. Ainda mais quando se trata de Nicole. Ele ficou tão devastado com sua morte precoce que parece ser capaz de fazer tudo para que eles possam estar juntos novamente. Não que a mãe de Harper merecesse um final feliz, mas sua morte foi extremamente cruel e pode ter selado o futuro de Andy.

A última esperança de Andy era Rose. A agente social, que no começo não parecia ter um papel muito importante na série, se tornou peça fundamental na tentativa de salvação de Andy. Rose foi um amor anterior à Nicole e isso pode ser uma arma a favor dos exorcistas. Entretanto, não sei se a longevidade da personagem na série será suficiente para que isso efetivamente ocorra.

Marcus e Tomas continuam em sua dinâmica mentor-aprendiz. Marcus se mostrou, mais uma vez, muito mais preparado para conduzir um caso como esse. Ele sabia exatamente como provocar Andy e causar uma reação demoníaca do personagem. Tomas ainda parece muito cru na arte do exorcismo. E não só cru. Ele cada vez se mostra mais vulnerável. Não é difícil imaginar que já no próximo ano ele possa ser o caso de possessão da temporada.

Há uma corrente na internet que acredita que será Marcus o endemoniado na próxima temporada. E isso aconteceria porque ele tentaria salvar Marcus no final dessa temporada e acabaria tendo seu corpo possuído. Embora ache essa teoria possível e interessante, não consigo imaginar Marcus como alguém a ser salvo. Ele tem seus demônios internos sim, mas ele sabe usá-los no combate ao mal.

De qualquer forma, seja Marcus ou Tomas, fica cada vez mais claro que eles se tornam cada vez mais alvo da conspiração. Aquela foto encontrada por Mouse e Bennett, no final do episódio, só deixou isso mais evidente. Os dois são considerados poderosos inimigos dos anti exorcistas e, por isso, a caça a eles está totalmente aberta.

Enquanto isso, Bennett e Mouse continuam lutando contra a conspiração que existe dentro da Igreja Católica. Dessa vez, tivemos o retorno de uma personagem bastante importante na primeira temporada: Maria Walters. A ex fiel foi uma das arquitetas do plano para matar o Papa e agora teve, finalmente, o fim que mereceu. Afogada com água benta em um leito de hospital. Embora curta, a participação da personagem deixou mais clara as intenções das forças malignas em tomar posse da alma do padre latino.

Ainda em tempo, vale uma menção às excelentes cenas de manifestação demoníaca do episódio. Desde as conversas entre Andy e Nicole, passando por Maria Walters na hospital e terminando com uma cena digna de possessão de filmes de terror, foi tudo muito bem feito e assustador. The Exorcist mostra, nessa temporada, que tem bastante fôlego para sobreviver com suas próprias pernas, respeitando o legado de William Peter Blatty, mas sendo capaz de se manter na dinâmica de um caso de exorcismo por temporada.

Continue acompanhando as reviews e notícias da série aqui no Mix de Séries. Abaixo assista a promo do próximo episódio.

Darling Nikki

Nota do Episódio - 9

9

Review do sexto episódio da segunda temporada de The Exorcist, da Fox, intitulado "Darling Nikki".

User Rating: Be the first one !

Comments

comments

About Matheus Ronconi

Paulista, universitário e viciado em séries. Gosto de um pouco de tudo, desde a simplicidade dos sitcoms da CBS até as grandiosas produções da HBO, passando por tudo que envolva super-heróis. No Mix faço review de The Exorcist, The Big Bang Theory e Star Trek: Discovery.
  • Bruno D Rangel

    Minha The Exorcist tá viva!!! Melhor episódio com certeza!

    A cena da conversa entre os quatro adultos na sala me deu muita aflição. Foi maravilhosa.

    Por um momento achei que a mãe de Harper fosse alguma obra do demônio ou sonho/alucinação da menina. Custei a acreditar que ela estava ali.

    Esperei muito por Maria e ela já aparece morrendo. Achei que ela poderia ser tipo uma boss dos demônios. Gostei da justificativa da demora de ela ser possuída na primeira temporada. Não gostei do fato de ela morrer, mas a cena em si também foi espetacular.

    Só acho que, infelizmente, não teremos uma terceira temporada.