The Flash – 4×08 – Crisis on Earth-X (3)

Imagem: The CW/Divulgação

PARTE 3 DO CROSSOVER

O grandioso crossover entre as séries da DC deste ano se comprovou um grande sucesso com os números de audiência que foram ainda maiores em sua segunda noite (partes 3 e 4), mas mais do que isso, foi uma excelente adaptação dos quadrinhos e um grande presente para os fãs. Repleto de ação, momentos marcantes, engraçados, tristes e empolgantes. Recheado de encontros inesperados e participações mais do que especiais e inesperadas. Em sua terceira parte, ambientada em The Flash, tivemos ainda mais surpresas.

Imagem: The CW/Divulgação

Grande parte do episódio se passa enfim na Terra-X onde vemos os personagens sofrendo sobre o regimento do Führer Oliver e seu grande exército e também a descoberta do grupo de resistência formado por alguns poucos heróis. Toda a trama que se passou na Terra-X foi o grande forte e principal foco desse episódio. Pudemos conhecer algumas outras versões de outros personagens que ainda não tínhamos visto. Jeremy Jordan foi de todos o que melhor apresentou uma nova versão de seu personagem Winn, mais sério e completamente diferente da Terra-38, ainda mais sendo um general da resistência. Também vimos um pouco do perverso general Quentin Lance e uma rápida aparição da prisioneira Felicity.

Neste episódio, tivemos a apresentação de um novo super-herói dos quadrinhos que recentemente ganhou sua própria animação na plataforma digital CW Seed: The Ray. O herói da Terra-X foi interpretado por Russell Tovey e foi um grande destaque nesse episódio. O personagem e sua série tem um grande impacto cultural por ser a primeira série televisiva protagonizada por um herói LGBT (poderíamos citar Sara Lance em Legends of Tomorrow, mas ela não começou na série como líder e também faz parte de um grande grupo). Russell, que é abertamente gay, foi uma importante e certeira escolha para dar vida ao personagem já que o ator, que ficou conhecido por suas participações em Looking e Quantico, encarnou o personagem com maestria. O super-herói esteve tão bem nesse episódio em termos de atuação e de efeitos visuais que espero vê-lo novamente em breve em novas participações, ainda mais sabendo que ele veio da Terra-1.

Um momento que aguardávamos ansiosamente era a participação de Leonard Snart, desta vez como o incrível Cidadão Frio, que se mostrou um ótimo herói na Terra-X e se revelou parceiro de Raymond Terrill, o The Ray. Wentworth Miller sempre esteve ótimo nesse universo e nessa “nova versão” do personagem não poderia ser diferente.

A última participação que foi uma grande surpresa para o episódio e que também merece destaque foi a do Tornado Vermelho da Terra-X, que para quem não se lembra havíamos visto nos primeiros episódios da primeira temporada de Supergirl. Apesar de neste episódio ter aparecido mais em CGI apenas para uma cena de ação, o personagem foi o responsável para o melhor combate desta parte 3 do crossover ao enfrentar o Flash e o Ray. A cena não teve o melhor desempenho em termos de efeitos visuais dentro das séries da DC, mas foi inesperado e empolgante ao nível máximo já que estávamos vendo um embate entre três personagens que nunca esperávamos ver juntos em tela. Este foi mais um marco desse grande evento que a produção nos presenteou de mão cheia.

Só que nada nos preparou para a chocante cena final onde vemos o professor Stein sendo baleado por um dos soldados da Terra-X. Desde que o ator Victor Garber e a produção anunciaram sua saída de Legends of Tomorrow, ninguém cogitava que o personagem sofreria algo como isto e já imaginamos qual será o fim dessa história. Será um momento muito triste para as séries da DC e aguardemos o que os roteiristas nos preparam nos próximos episódios da série. Enquanto isso, vamos ao capítulo final de Crisis on Earth-X que promete ser o mais emocionante e fechar essa gigantesca história de forma épica.

CURIOSIDADES:

– Nos quadrinhos, The Ray foi um dos Combatentes da Liberdade da Terra-10. O personagem foi criado originalmente pela Quality Comics, mas hoje pertence a DC onde fez sua estreia em Justice League of America #107 em 1974 quando ainda era Lanford Terrill, pai de Ray. O personagem ganhou uma nova roupagem em Renascimento, onde é impedido de sair de casa por sua mãe, por ser “extremamente alérgico à luz”. Entretanto ele sai e acaba causando um acidente, de modo que passa boa parte de sua vida invisível para não ter de lidar com as consequências. Ao rever um amigo – e ex-amor – do passado, ele decide que não é mais hora de se esconder e passa a combater o crime, integrando a Liga da Justiça da América ao lado de outros heróis como Nevasca, Eléktron e Lobo. O herói tem a capacidade de absorver e armazenar luz, de modo que possam se energizar e soltar grandes disparos de energia fotoluminosa, além de criar ilusões com luz.

– Nos quadrinhos, Tornado Vermelho é um androide que foi criado pelo professor e vilão T.O. Morrow para que ele derrotasse a Liga da Justiça e a Sociedade da Justiça, mas que conseguiu superar o controle sob seu corpo e se livrou do domínio. Tornado Vermelho é o ar alojado no corpo de um androide. Ele canaliza o ar e a força do vento através de seus braços e pernas para produzir rajadas com a força de um ciclone, além de poder voar e possuir super força e resistência.

– Nos quadrinhos, o Cidadão Frio é a versão heróica do vilão Capitão Frio que apareceu durante o evento Flashpoint.

– Eobard Thawne, o Flash Reverso, diz para Kara que já enfrentou o Superman no futuro, talvez em um embate contra a Liga da Justiça.

– Barry cita a fala do Capitão Frio “Faça um plano. Execute o plano. Espere o plano ir por água abaixo. Jogue o plano fora”. Esta fala foi dita no episódio “Infantino Street” da terceira temporada.

– No campo de concentração, alguns prisioneiros estão com as seguintes marcas de identificação: triângulo rosa, triângulo com uma letra P, e triângulo laranja. Seus significados: homossexuais, poloneses e artistas, respectivamente.

– Na base da resistência na Terra-X, vemos rapidamente uma TV ligada passando Tom & Jerry.

Referências Nerds:

1) Felicity chama Íris de McLane, uma referência a John McLane, personagem de Bruce Willis em “Duro de Matar” (1998).

2) Felicity chama Oliver da Terra-X de Mengele, uma referência ao Doutor Mengele que fez experimentos com prisioneiros nos campos de concentração.

3) Nas celas no STAR Labs, Wells joga a bola exatamente igual ao personagem de Steve McQueen em “Fuga do Inferno” (1963).

4) Íris fala para Kara “Venha comigo se quiser viver!”, a famosa frase do “Exterminador do Futuro 2″ (1991).

Google Translator:

– Erde-X significa Earth-X, ou Terra-X.

– Wellenreiter significa Waverider.

REVIEWS DO CROSSOVER: PARTE 1, PARTE 2, PARTE 3, PARTE 4.

Crisis on Earth-X (3)

Nota do Episódio - 9.5

9.5

Review do oitavo episódio da quarta temporada de The Flash, da The CW, intitulado "Crisis on Earth-X (3)".

User Rating: Be the first one !

Comments

comments

About Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.