The Voice AU – 5×14 – Top 16

the-voice-au-5x14

Olá turma, tudo bem? Bom, primeiramente antes de começarmos nossa review, sei que o texto em questão é sobre o The Voice Australia, mas quero dedicá-lo a uma pessoa que participou da versão americana do programa. Como todos estão carecas de saber, na última sexta-feira a cantora Christina Grimmie, finalista da sexta temporada do US, foi assassinada após ter realizado um show em Orlando, aos 22 anos de idade. Fica aqui em nome do Team Reality o nosso muito obrigado, por termos conhecido um talento único, e que nos deixou tão cedo.

Os shows ao vivo enfim começaram e, como de costume, os candidatos se apresentaram e seus respectivos coaches já salvaram um de seus pupilos, para continuar na disputa semana que vem. Além disso o cantor Boy George, que foi jurado da mais recente edição do The Voice UK, fez uma rápida participação. Vem com a gente ver o que rolou!

 

PERFORMANCES

 

Ellen Reed – “Ghost”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: Doeu ver Ellen se dar tão mal nessa performance. Ela não foi ruim, mas também não chegou perto da Ellen Reed que conhecemos.

Edu: Ai gente, Ellen tinha tudo para fazer uma performance incrível, mas deixou se levar pelo nervosismo. Ela teve uma evolução já quase no final da apresentação, mas aí já era tarde demais.

Let: Eu amo essa música, e também Ellen, mas esse match não ficou legal. Ela já começou fora do tom, bem acima do que deveria. Quando chegou ao refrão eu achei que melhoraria, e até achei interessante a solução da moça para a parte mais dançante da música, mas ainda assim o resultado ficou bem aquém do que eu esperava.

Lucas: Ela estava absurdamente nervosa no palco, e olha que poderia ter feito um trabalho maravilhoso com essa delícia de música. Eu gostei da versão dela, mas com certeza tem potencial para fazer melhor.

 

Brianna Holm – “Samson”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: O que aconteceu com o Team Jessie? Não, não concordarei com o Edu, porque achei horrível! Amo a voz de Brianna, mas estava muito estranha. Na verdade, estava trêmula, sem falar nos agudos angustiantes.

Edu: Que performance linda! Brianna abriu seu coração, e nos entregou um número de se emocionar. Não foi sua melhor apresentação aqui na competição, mas foi bonito.

Let: NÃO, APENAS NÃO! QUEM BRIANNA PENSA QUE É PARA ESTRAGAR ESSA MÚSICA MARAVILHOSA DE REGININHA SPEKTOR??? (para quem não conhece a original, está aqui). Foi tudo horrível, trêmula demais, sei nem o que dizer, apenas que não combinou com a personalidade da menina e nem honrou a versão original. Apresentação bem esquecível.

Lucas: Gente, acho a voz da Brianna linda, aliás, acho a melhor do Team Jessie, mas o que foi isso? Pra mim a song choice não favoreceu, e achei que foi apenas “ok”.

 

Jack Pellow – “Blame It On Me”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: Tá, eis uma apresentação gostosa. Primeiro que Jessie pegou uma música grande demais para ele, e trabalhou todo nervosismo que o candidato tinha. Ok, não foi a melhor, mas ver que um act melhorou é tudo que precisava ver. 

Edu: Jack até teve a melhor das intenções, mas essa música é grande demais para ele. Consequentemente isso lhe prejudicou demais, e algo me diz que o rapaz tem grandes chances de ser eliminado na próxima semana.

Let: Cantar George Ezra não é para qualquer um, mas amei a tentativa de Jack. Ele foi para uma vibe muito mais folk que a versão original e, apesar das várias desafinadas, entregou uma performance gostosinha de ouvir e assistir.

Lucas: Que delícia de performance! Senti demais uma vibe Phillip Phillips/M&S, enquanto o Jack cantava e não poderia ter feito melhor. Achei que foi a melhor dele na competição, e gostei demais dele ter se soltado um pouco mais no palco. Torcida grande pra que seja bem votado.

 

Mikaela Dean – “Take Me Home”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: ISSO QUE É PERFORMANCE!! Esqueçam a Mikaela da semana passada, porque ela foi deixada para trás. Uma performance limpa, sem confusões nas vozes. Sério, ela pode chegar na final.

Edu: Finalmente uma performance totalmente incrível! Mikaela vem sendo uma surpresa e tanto no Team Jessie, e se a britânica continuar fazendo esse trabalho impecável com sua act, a loira chegará até a final sem grandes esforços.

Let: Tô no chão com essa performance e com essa nova Mikaela. Foi tudo tão forte e poderoso, a voz dela estava impecável. Foi perfeito mesmo, amei demais!

Lucas: Rapaz, quem eu menos esperava acabou entregando a melhor performance do Team Jessie. Não lembro dessa Mikaela com uma voz tão maravilhosa, e fiquei muito surpreso com a performance. Definitivamente Jessie escolheu certo, porque ela foi a melhor dos quatro.

 

Lexi Clark – “Rumor Has It”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: Ok, não tenho essas paixões platônicas por Lexi, mas reconheço quando ela vai bem. Porém vou concordar com o final do comentário do  Edu: ela poderia ser melhor. A escolha de uma música forte para uma pessoa forte é perfeita, mas, para mim, faltou um pouco de dicção. Sério, tinham momentos da música que não entendia o que ela cantava.

Edu: Lexi é poderosa por demais, meu Deus! Ela veio com uma música incrível da Adele, mesmo não sendo sua melhor apresentação até hoje. Gostei, mas ela podia ter sido um pouco melhor, ainda mais pela força que o Team Madden está esse ano.

Let: Eu detesto essa música, sério, sorry mesmo, e isso influenciou demais na minha visão da performance. Achei que Lexi foi ótima apenas no final, na parte mais forte da música, de resto ela foi confusa, não curti. Sem contar que foi karaokê demais, sem nenhuma ousadia, nada que diferenciasse do original. Assim não dá!

Lucas: Quando vi que tinham escolhido essa música da menina Adele justamente para Lexi, fiquei com muito medo. A música é maravilhosa, mas não conseguia enxergar dando certo para a guria, porém acabei me surpreendendo bastante. Sim, tiveram algumas falhas e também acho que poderia ter sido um pouco melhor, mas Lexi conseguiu colocar seu estilo na música e, no final das contas, o resultado ficou ótimo.

 

Aaliyah Warren – “Welcome To The Black Parade”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: Que apresentação mais linda e calma! Sinceramente amei, porque foi limpa e sincera. Aaliyah é aquela tipo de candidata que sabe a hora de explodir, e agora não foi uma delas, o que surpreendeu ainda mais. Amei, simples assim.

Edu: Amo essa música por demais, me faz lembrar meus 18 anos (sim, estou velho). Eu esperava muito mais, principalmente pelo poder que a canção tem, assim como a capacidade vocal de Aaliyah. “Welcome To The Black Parade” é tão poderosa, que pensei que a candidata viesse com algo bem teatral e intensa, mas ficou um pouco a desejar.

Let: Nossa, que coisa maravilhosa! Amei o jeito que Aaliyah cantou esse clássico, amei toda a sinceridade na voz, a forma como ela interpretou, a profundidade envolvida. Mesmo que a garota não tenha apelado para a gritaria, foi o que mais me ganhou. A força da voz dela estava ali, e isso ficou bem claro. Muito bem, sua linda!

Lucas: Que coisa linda essa performance! Não estava esperando muito coisa da Aaliyah, e foi lindeza demais gente! Ela veio com uma voz deliciosa de ouvir, aliás, essa música (que eu não conhecia) é maravilhosa e me deixou apaixonado aqui.

 

Andrew Loadsman – “Say Something”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: No dia que Andrew abrir a boca naquele palco e vier xingamento de alguém do Team Reality, pode ter certeza que é o fim dos tempos. O cara começa a cantar, e já estou procurando os botões para virar a cadeira novamente pra ele. Assim como todas as performances dele, “Say Something” foi perfeita.

Edu: Quem acompanha meus coments pelo Team Reality, sabe perfeitamente que essa é uma das minhas canções da vida, e que ela me comove de forma única. Em meio a versões espetaculares e outras desastrosas, Andrew veio com algo agradável, criando identidade própria. Vou admitir que não foi sua melhor apresentação até aqui, mas me emocionou muito.

Let: Essa música já foi tão cantada nos palcos de realities musicais do mundo, que é difícil apresentá-la de um jeito diferente. Sem saber que era impossível, Andrew foi lá e fez, e claro que arrasou!! Estou arrepiada até agora.

Lucas: Só queria dizer que Andrew conseguiu acabar comigo aqui. Meu, o cara nunca erra né? Mas dessa vez veio justamente com essa música maravilhosa e profunda, tascando um tiro na minha cara. Foi coisa linda demais, de um tanto que quando terminou eu voltei pra assistir mais uma vez. O cara canta de uma forma e tem uma voz tão marcante, que fica impossível não se entregar junto durante a performance.

 

Lane Sinclair – “Video Games”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: Que voz, que performance, que Team! Sério, foi tudo perfeito: iluminação, drama, melancolia. Já revi diversas vezes.

Edu: Eu estou boquiaberto até agora! Lane foi simplesmente fiel a esse hit de Laninha, com a dosagem certa de melancolia, que só a canção sabe exigir. Pra mim foi a melhor apresentação do Team Madden.

Let: Lane fez algum ritual, onde o espírito de Lana baixou nela, só pode, porque foi tudo perfeito e idêntico demais. Era a cantora ali no palco, a voz dela, o cabelo, as roupas, o jeito de se mexer. Ninguém vai me convencer que não rolou uma incorporação básica aqui.

Lucas: Rainha Lane veio com essa música da Lana e pronto, encaixou perfeitamente na voz e estilo da guria, resultando em outra performance maravilhosa. Foi tudo lindo e muito bem feito, me deixando ainda mais apaixonado por essa mulher.

 

Tash Lockhart – “Be The One”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: Serei o oposto do Edu, porque eu amei essa performance! Sério, a voz dela ficou muito boa, e toda a liberdade de expressão que a música proporcionou foi bom demais. Sim, estava dançando do lado de cá da tela.

Edu: Amo Tash de paixão, ela é uma das melhores candidatas dessa temporada, mas Ronan pecou na song choice da moça. Vou ser bastante sincero, detestei.

Let: Senti o mesmo que você, Lucas, fiquei receosa no início achando que estava tudo errado, mas com o tempo fui curtindo. Foi sim uma boa song choice – mas principalmente porque Tash é maravilhosa, e tem todo esse vozeirão das melhores cantoras country. Gostei!

Lucas: Estava na maior expectativa pra ver o que Tash iria fazer dessa vez, aí quando a performance começou fiquei meio na dúvida devido a song choice, mas aos poucos foi me conquistando totalmente. E olha, achei que ficou uma apresentação deliciosa de assistir.

 

Mitch Gardner – “Down Under”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: Não direi que foi ruim, porque eu gostei, mas também não foi isso tudo.  

Edu: Ai Jesus, que tédio me deu aqui.

Let: Fiquei meio assim com a fogueirinha de Festa Junina no palco, me distraiu um pouco. Achei que tinha tudo para ser uma grande apresentação, mas Mitch não conseguiu evoluir em nenhum momento. Ele ficou constantemente no mesmo tom, e no fim quase dormi.

Lucas: Ah gente, eu gosto do Mitch e acho a voz dele deliciosa, mas infelizmente não foi seu melhor momento.

 

Georgia Wiggins – “Hide Away”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: Odeio quando começam o favoritismo. Sim, tirar Georgia da sua zona de conforto foi ótimo, mostrou que ela é capaz de performar qualquer música. Mas sua voz, aqui, não ficou “favorecida”. Para mim, foi igual Mikaela semana passada. O refrão foi totalmente catastrófico, e o que irrita sabermos do que ela é capaz. Curti, mas não gostei.

Edu: Gostei de Ronan tirar Georgia de sua zona de conforto, e tê-la feito apresentar uma canção totalmente pop. Não foi sua melhor performance, tenho que admitir, mas curti.

Let: A ideia foi boa, mas a execução péssima. Senti ela desafinada, e exagerando demais nos seus falsetes – que normalmente são lindos, mas aqui ficou chato. Em todas as partes foi ruim, bem sofrido.

Lucas: Pra ser bem sincero não consegui gostar, na minha opinião ficou parecendo outra pessoa ali naquele palco. Acho bacana o Ronan querer desafiar um pouco, mas gente, não consegui concordar com a song choice. Pra mim foi totalmente errada.

 

Emad Younan – “Vincent”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: Foi bom, mas não curti.

Edu: O QUE FOI ISSO? Eu estou jogado aqui no chão, e não consigo sair, mesmo sabendo que está frio. Emad veio com uma canção destruidora, e de fundo as imagens dele com o irmão. Foi difícil não se comover, e quando me dei conta, já estava o extremo do choroso.

Let: Eu viajei para longe com essa apresentação maravilhosa, linda demais. Foi tão simples, singela e verdadeira, que eu me emocionei aqui. Aquelas imagens todas, aquelas lembranças, nossa eu me acabei de chorar. Amei demais essa performance.

Lucas: Não foi a melhor performance do Emad, até porque quando o cara cantou a música do irmão e eu fiquei afogado aqui de tanto chorar, mas também não foi ruim, pelo contrário. Como comentei no twitter enquanto assistia, Emad tem uma das vozes mais sinceras do show e quando começa cantar, você pára e fica observando cada segundo como se estivesse ali, assistindo pessoalmente. Foi bem emocionante e lindo!

 

Elle Murphy – “Somebody To Love”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: Eu curti, dancei e pulei. Foi muito bom, muito bom mesmo!

Edu: Pega essa transformação de Elle! Ela veio totalmente segura de si, com pose de popstar, toda carismática, e com uma song choice bem certeira. Foi mil vezes melhor que seu “Hello” da semana passada.

Let: Não curto essa música, mas Elle fez uma boa apresentação. Ela estava mega segura, linda demais com aquele macacão, e soltou o vozeirão com muita propriedade.

Lucas: Só eu achei que o visual ficou pesado demais? Sobre a performance, não achei que foi ruim, mas também não foi a melhor dela na competição. Ainda estou esperando aquela Elle das blinds voltar para minha vida.

 

Kim Sheehy – “Heart’s A Mess”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: Kim não veio para brincar e colocou tudo para fora, tudo mesmo.

Edu: DONA DA P*#%A TODA! RAINHA ABSOLUTA! Eu estou arrepiado até agora com essa apresentação e, pra mim, foi a melhor da noite, sem sombra de dúvidas. Kim tem uma voz tão poderosa, uma presença de palco fascinante, que não tenho mais palavras em elogiar essa formidável obra prima.

Let: TÔ NO CHÃO, ALGUÉM ME SALVA QUE NÃO ESTOU BEM!!! Que coisa mais linda foi essa? Que voz meu Deus, que voz! Estou besta com o que ela fez, brincou com a voz de um jeito que raramente vi. Sem contar toda a edição que foi linda, focando no rosto dela em close, e depois ampliando para o plano geral todo trabalhado no azul. Uma obra-prima! Que performance inesquecível, sério, sei nem o que dizer mais.

Lucas: Que isso gente?! Kim simplesmente MARAVILHOSA! O que foi essa produção toda na performance? Delta realmente resolveu investir, e por outro lado Kim veio com essa voz linda, e entregou uma apresentação inesquecível. Pra mim, junto com Andrew foi a melhor da noite. Só espero que o público não faça a burrada de eliminá-la.

 

Alfie Arcuri – “Pillowtalk”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: EU TO MORRENDO! Sério, a voz de Alfie é linda e essa pegada pop foi super favorável a ela.

Edu: Assim como Georgia, Alfie também saiu da sua zona de conforto, e achei isso ótimo. Ele veio com uma música bem sexy e, apesar de não combinar tanto com seu estilo, o rapaz não se intimidou, e veio com uma performance muito bacana.

Let: A voz dele estava maravilhosa, foi uma versão gostosa dessa música que curto demais. Só não curti uma coisa, aquele “dado” enorme no meio do palco e ele lá em cima. Ficou terrível aquilo.

Lucas: Gostei, foi uma versão um pouco mais diferente do Alfie que conhecemos, mas ele conseguiu fazer um bom trabalho.

 

Adam Ladell – “Imagine”

Clique aqui para ver a performance.

Alex: DONO DA NOITE E DESSE PROGRAMA! Eu vou repetir o que Edu disse: eu fiquei arrepiado. Imagine” é um hino internacional, em diversos fatores, e Adam fez jus à música, e também a John, que deve ter se remexido em seu túmulo, mas de alegria. Sim, teve uma pequena modificação, mais rápida, mas que não diminuiu em nada a qualidade e excelência da performance.

Edu: Essa foi a performance mais emocionante da noite, fiquei arrepiado. Adam veio com uma song choice certeira, dando seu toque peculiar, ficando ainda mais linda que de costume a canção. Sem contar que veio no momento certo, depois do assassinato da maravilhosa e inesquecível Christina Grimmie, seguido do infeliz atentado à boate gay em Orlando, na noite seguinte. A hora em que ele dedicou a música justamente para as vítimas do último sábado contou e muitos pontos, pelo menos pra mim.

Let: Olha gente, foi bem bonitinho e tal, adorei as imagens em PB, adoro a voz de Adam, e amei ele ter dado o seu toque à música, trazendo uma versão diferente e bem a sua cara. Amei a homenagem também, isso foi incrível, mas não achei a melhor apresentação da noite. Quem sabe se ele tivesse tocado o violão teria me emocionado mais.  

Lucas: Que performance linda! Adam tem esse jeito de te conquistar quando começa cantar, e realmente entregou um dos momentos mais emocionantes da noite. Essa música é aquela que TODO MUNDO, TODO MUNDO MESMO conhece, e ele conseguiu entregar sua própria versão, sem fugir da original, mas no seu estilo e foi lindo!

 

SAVED

 

Foram salvos para a próxima semana: Mikaela Dean (Team Jessie), Aaliyah Warren (Team Madden), Mitch Gardner (Team Ronan) e Alfie Arcuri (Team Delta).

Alex: Concordo na escolha de Jessie, pois Mikaela melhorou consideravelmente e foi a melhor do team. Cara, nem vou falar do Ronan, porque esse favoritismo dele está insuportável e vai levar todo seu team a falência, e podem anotar isso. Dou também os Maddens, pois Aaliyah foi boa, mas Lane e Andrew foram bem melhores. E Delta, sério que tu salvou Alfie? Caramba, passasse direto Adam, por favor, mesmo que Kim tenha arrasado também.

Edu: Pra mim 100% coerente na escolha foi apenas a Jessie, pois Mikaela realmente mereceu passar. O Team Delta todos ali tiveram seus respectivos méritos, não vou negar, mas eu no lugar da australiana teria escolhido Kim, porém fiquei satisfeito por ela ter optado por Alfie. Afinal de contas, ele é sua carta coringa nessa temporada, pena que isso faz com que Elle tenha grandes chances de sair, risco esse que teria de qualquer forma, caso Kim ou Adam fossem os escolhidos. Os irmãos Madden não achei justo de terem optado por Aaliyah, pois Lane foi a que mais se destacou ali, na minha opinião. Agora, o que foi Mr. Ronan Keating? Eu simplesmente peguei birra dele, que está cometendo, aparentemente, os mesmos erros de Delta no ano passado, quando ela tinha um dos times mais fortes e fez as piores escolhas. Tudo bem, vou admitir que Tash e Georgia, por mais que elas sejam brilhantes, não tiveram suas melhores apresentações, só que foram bem melhores que Mitch, mas é aquilo lá, o garoto é protegido do coach. Eu tinha quase certeza que Emad seria escolhido, pela profundidade de sua apresentação e por ter levado Ronan às lágrimas, inclusive. Juro que não entendi nada, e estou decepcionado com esse favoritismo escancarado e injusto.

Let: No time fraquinho de Jessie, Mikaela era mesmo a melhor escolha. Também curti feita pelos Madden, achei Aaliyah muito melhor que Lane incorporada pela Lana. Delta deveria ter escolhido Kim, que destruiu todas as estruturas, mas Alfie miga? Aff, nem foi tão bom assim. Já Ronan virou o Bebê Caquinha da Estrela, escolhendo Mitch e não QUALQUER OUTRA PESSOA DO SEU TIME, que foram muito melhores que o moço. Não estou entendendo, tá rolando crush?

Lucas: Jessie foi corretíssima ao escolher Mikaela, porque a guria foi a melhor entre os quatro e mereceu ser escolhida. Os Madden optarem por Aaliyah me surpreendeu um pouco, mas também não achei que foi injusto, porque ela realmente teve um momento lindo durante a performance. Mesmo assim Andrew, pra mim, entregou uma das duas melhores performances da noite. Delta definitivamente deveria ter escolhido Kim, porque ela tombou lindamente com sua apresentação, e não achei que o Alfie foi o melhor ali, mas vou continuar na fé de que o público australiano faça o certo. Já Ronan escolhendo Mitch foi a maior das surpresas, e não de uma maneira positiva. Particularmente acho que Emad deveria ter sido salvo, pois teve uma performance inesquecível.

 

O que acharam das performances dessa semana? Para quem estão torcendo?

Comments

comments

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.