The Voice Brasil – 6×03 – Audições às Cegas

Imagem: Raphael Dias/Gshow/Divulgação

The Voice Brasil continua sua busca pelo novo talento nacional, e nessa terceira noite de audições vimos a tamanha versatilidade dos candidatos. Aos poucos os times vão ganhando cada vez mais formas.

 

Danielle Dias – “Crying”

Clique aqui para ver a performance.

Edu: Serei bem sincero que a princípio eu não gostei nenhum pouco, só que no decorrer da música Danielle foi evoluindo. Não foi um número espetacular, mas ele tentou chegar a tal, e isso meio que justifica as quatro cadeiras viradas.

Let: Eu não acho que justifique as cadeiras viradas não. Foi fraco no início e ok, ela evoluiu bastante ao longo da apresentação, mas não foi tããããão bom assim. Exagero!

Luke F: A voz de Danielle é inegavelmente boa, contudo, demorei um bom tempo para encontrar sua identidade na canção. Ela começou como mais do mesmo, e conseguiu trabalhar os finalmentes para as cadeiras viradas. Não sei se o Team Ivete seria a melhor opção, mas espero uma boa parceria entre elas.

Luke S: Ela tem sim um baita vozeirão, mas pra ser bem sincero eu não consegui curtir muito. Achei que foi um tanto exagerado, mas conquistou a galera toda ali.

 

Kako de Oliveira – “Água da Minha Sede”

Clique aqui para ver a performance.

Edu: Kako canta bem, mas ficou muito mais do mesmo, não rolou evolução em momento algum. Carismático, o rapaz tem tudo para nos surpreender em fases futuras, caso Lulu faça um incrível trabalho com ele.

Let: Amo a música, mas não deu certo essa apresentação aí, ficou Zzzz. Pessoal precisa aprender a escolher song choice, cara!

Luke F: Possui uma presença de palco legal, canta com a alma e o coração aberto, mas não é aquilo tudo. A vibe dele é incrível e merece muito estar na próxima fase, mas só se Lulu conseguir trabalhar bem essa evolução necessária e não apresentada nessa blind.

Luke S: Eu pensei que ninguém iria virar pro rapaz, rs. Ele tem uma voz legal, mas faltou alguma coisa na performance, começou e terminou da mesma maneira. Na torcida pro Lulu saber trabalhar em alguns pontos do rapaz e ajudá-lo a dar uma evoluída.

 

Val Andrade – “Como Faz Com Ela”

Clique aqui para ver a performance.

Edu: Amiga, que escolha péssima, socorro! Primeiro que ela pegou uma sofrência nojenta da Marília Mendonça, a quem tenho um ranço eterno de tanto que não a suporto, e assim não a teria como defendê-la. Sua voz é ótima, mas não sei é por conta da laringite, tudo soou ao mesmo tempo meio cru, sendo que se a escolha musical tivesse sido outra, Val teria mandado bem de qualquer forma. Uma pena, pois já a imaginava reinando no time Brown.

Let: Mesmo problema do anterior, péssima escolha musical. Gostei da voz, mas e daí, né? Só isso não basta, um artista completo tem que saber escolher bem o repertório.

Luke F: O quadro de laringite nem foi o que mais atrapalhou Val durante a apresentação. A song choice foi erradíssima. Não sei se faz bem o estilo da cantora, mas uma apresentação de “Envolvidão”, do Rael, teria soado bem melhor para ela. Uma pena, pois a voz não é de tudo ruim, mais sorte da próxima.

Luke S: Gosto muito da música, mas gente, pra mim não rolou nada essa versão que ela resolveu fazer.

 

Rose Barcellos – “Pé Na Areia”

Clique aqui para ver a performance.

Edu: Não sei vocês, mas achei que Rose tem um “que” de Alcione e pra mim isso é ótimo, pois adoro a Marrom. Sua parceria com Brown com certeza renderá ótimos frutos, e ela já se tornou uma das minhas candidatas prediletas da temporada.

Let: Gostei bastante dela, da música nem tanto. A voz é forte, poderosa, e que presença de palco, hein?! Tomara que tenha muito futuro ainda no programa, que não morra nas batalhas – como a maioria dos candidatos MPB.

Luke F: Não só um “que” meu amigo Edu, ela tem todos os “ques”. A apresentação foi deliciosa de se escutar e assistir. Rose trouxe muito bem a suavidade para com a letra, e conseguiu sim evoluir com o tempo. Me deu até vontade de ir pra praia e ficar relaxado ao som da cantora.

Luke S: Como não torcer pra Rose com esse carisma todo, gente? Além disso, ela veio com uma baita voz no maior estilo Alcione e me conquistou demais aqui. Achei toda a apresentação bem sincera e envolvente. Já quero mais!

 

George Sants – “Drag Me Down”

Clique aqui para ver a performance.

Edu: Isso foi sério? Me senti como se estivesse assistindo ao The X Factor, quando é a vez dos joke acts. Achei a música erradíssima, mas tenho que admitir que George tem a voz, e é essa a essência do programa. Espero que Veveta possa trabalhar adequadamente em suas song choices, assim também na presença de palco, e com certeza ele terá chances de nos surpreender.

Let: Eu achei tudo errado. Nem me interessou se a voz é boa ou não, porque o ranço foi gigantesco. E o que mais me irritou foi a puxação de saco do jurados, não entendi nada.

Luke F: Não gostei desde o início. Pessoal fica insistindo em cantar pop americano atual. Galera, é The Voice BR, bora investir no melhor da nossa cultura!! A voz não é ruim, mas não me impressionou nem um pouco.

Luke S: Gente do céu, eu já não gosto nada dessa música, então precisa nem falar muito né? Curti foi nada e até estranhei a empolgação toda em torno do guri.

 

Luiza Winck – “Bem Me Quer”

Clique aqui para ver a performance.

Edu: Luiza já é minha crush, e a defenderei até o fim. Ainda pra ajudar, essa maravilhosa escolheu nosso Blake paranaense como seu mentor, imagina que parceria incrível está nascendo.

Let: Finalmente alguém que eu gostei, ainda que não tenha sido tão incrível assim. Ok, posso estar chata, mas não tá fácil hoje, hein?!

Luke F: Luiza não é a melhor voz, mas é a melhor apresentação da noite com certeza. A garota trouxe um clássico de Rita Lee para o programa, e fez tudo soar perfeitamente. Uma parceria mais ousada e interessante com Teló, mas temos um excelente histórico do cantor, vide Renato Vianna

Luke S: Que menina linda, gente! Ela soube muito bem escolher uma música que valorizasse sua voz e pra funcionou demais.

 

Mariana Coelho – “Por Enquanto”

Clique aqui para ver a performance.

Edu: 17 anos e esse vozerão todo? Ainda de quebra ela me vem com esse hino que ficou imortalizado principalmente na voz de Cassia Eller? Mari, venha sambar com louvor no The Voice Brasil, e ser o grande nome do time Lulu. Claro que a garota precisa de aperfeiçoamento, e tenho certeza que o cantor saberá fazer tais reparos nela.

Let: Odeio gente que força a voz, que finge ser algo que não é. Achei muito fake aquele arranhado da voz, me incomodou demais. Tomara que eu esteja enganada, sinceramente.

Luke F: Achei interessante a voz, mas fico no meio termo quanto a veracidade também. Uma garota de 17 anos cantando com essa qualidade merece ser aplaudida com toda certeza. Os ensinamentos de Lulu vão fazer com que ela chegue longe na vida. Mas ainda tem que trabalhar essa rouquidão aí, porque tá beirando a exageros.

Luke S: “Nada vai conseguir mudar o que ficou…” Gente, Mariana já me ganhou só pela música e olha, aí fala que tem SÓ 17 anos e tudo isso de voz. Tipo, WTF! Audição lindona de assistir e fiquei aqui, todo apaixonado e cantando junto.

 

Sinara Costa – “Loka”

Clique aqui para ver a performance.

Edu: Adoro esse hino das minhas coleguinhas e futuras juradas do The Voice Kids, mas me soou a todo momento que ela queria copiar a dupla. Sei lá, faltou originalidade e eu não gostei nada disso. Esperava que ela viesse com uns arrochas do Pará, e aguardo por isso em suas próximas apresentações, senão já pode dar tchau.

Let: Gostei da história da menina, mas odiei a apresentação. Como faz?

Luke F: A apresentação no geral não foi das melhores, mas alguns pontos isolados me fariam virar pra ela. Acho que tem uma voz bacana que pode ser trabalhada com o tempo. O mais importante agora é a identidade da voz nas apresentações!!

Luke S: Pra mim foi mais uma que pecou na escolha da música. Sei lá, talvez tenha ainda o fato de eu ter pegado uma birra eterna da canção, de tanto que tocou pro lado de cá, mas fiquei aqui olhando no celular esperando a audição terminar.

 

Alinne Alves – “Meiga e Abusada”

Clique aqui para ver a performance.

Edu: GRAÇAS A DEUS VEVETA VIROU! Já estava ficando aflito aqui, pois até o momento Alinne foi a melhor que já passou nessa terceira noite de audições. Linda, de uma voz ponderada e poderosa, temos que ficar bem atentos com ela, algo me diz que ainda nos surpreenderemos.

Let: EU TAVA COM O CORAÇÃO NA BOCA XINGANDO OS JURADOS DE TUDO JÁ! Alinne é uma diva, vozeirão da po**a, e não entendi porque SÓ Ivete virou. Foi incrível, certeza que vai longe.

Luke F: O sentimento de angústia foi geral, com toda certeza. Alinne tem tudo pra crescer muito nessa competição e quero que ela vá muito longe. Voz forte, boa song choice, trabalhou bem com a evolução.

Luke S: Que vibe deliciosa dessa guria, gente! Me ganhou bem, e fiquei aqui quase surtando com nenhuma cadeira virando, aí Veveta virou e gritei junto. Se bem trabalhada e com aquele cuidado na escolha das músicas, Alinne pode surpreender bastante.

 

Julyanna Lima – “Rise Up”

Clique aqui para ver a performance.

Edu: Esse número de Julyanna me deu sono, muito sono, o que me faz lembrar que amanhã levanto cedo.

Let: Me senti o meme do Chico Buarque, fiquei feliz quando vi qual era a música, fiquei triste com o jeito que ela cantou, credo! Miga, se não consegue cantar um musicão desses, nem tenta. #FicaDica

Luke F: Péssima song choice para sua voz. Ela não soube trabalhar bem os agudos e acabou atrapalhando sua voz em todos os momentos. Realmente não foi hoje.

Luke S: Não gente. Essa música é um tiro e um daqueles bem grandes, mas Julyanna não tem voz pra isso.

 

Antonio Pack – “Quando A Chuva Passar”

Clique aqui para ver a performance.

Edu: Essa é uma das minhas músicas prediletas de Veveta, e fiquei com um receio grande de Antonio estragá-la. Ainda bem que isso não aconteceu, pois gostei bastante dessa versão, no estilo pop/rock melancólico. Não foi a melhor que já ouvi, mas o cara tem futuro e acredito que irá longe na disputa, mesmo não entendendo ele escolhendo Brown, ao invés de Lulu.

Let: Ele veio prometendo que faria uma versão diferente, rock e tals, e foi tudo igual, aff! Foi chato, fraco. Ok, cantou direitinho até, mas não me ganhou. Esperei muito mais, decepção!

Luke F: Realmente essa noite não colaborou muito!! Antonio fez uma escolha arriscada e conseguiu trabalhar com ela na medida do possível. Não foi o que eu esperava, mas foi um bom trabalho. A escolha por Brown também me deu um nó na cabeça, mas a vida é feita disso, então…

Luke S: Só eu que não consegui sentir a vibe rock que ele disse ter colocado na música? Rs. A música é uma lindeza que só, e o Antonio tem sim uma voz interessante, mas pra mim não foi nada assim tão maravilhoso de assistir, mas acho que ele com Brown pode acabar rendendo coisa boa.

 

Os classificados para a próxima fase são:

Time Brown: Rose Barcellos, Antonio Pack

Time Ivete: Danielle Dias, George Sants, Alinne Alves

Time Lulu: Kako de Oliveira, Mariana Coelho

Time Teló: Luiza Winck, Sinara Costa

O que acharam dessas audições?

Comments

comments

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.