The Voice Brasil chega ao fim com fortes emoções e reviravoltas

the voice brasil final
Imagem: Rede Globo/Divulgação

Essa semana foi muito decisiva no The Voice Brasil, que chegou ao fim na última quinta-feira. Com uma semifinal surpreendente e cheia de reviravoltas, o programa se despediu com uma final que dividiu opiniões.

Vamos ver tudo o que rolou?

 

SEMIFINAL

 

TIME LULU

 

Isa Guerra – “É Com Ela Que Eu Estou”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Eu gostei dessa apresentação da Isa. Não foi a melhor, mas foi uma boa apresentação. Eu sigo achando que apresentações agora devem ser muito artísticas, que peguem o público pelo contrapé, e não achei que Isa tenha feito isso atualmente.

Edu: Nossa, que apresentação mais chata! Escolha musical erradíssima, que deu um sono grande.

Let: Não sei o que pensar da Isa, não entendo o estilo, não entendo nada. Ela canta bem, mas se perde nas escolhas sempre, não sabe qual rumo tomar. E isso é chato.

Luke: É interessante ver a evolução de Isa na competição. Ela nunca foi a favorita em nenhum momento, mas vem trazendo apresentações cada vez melhores. Infelizmente temos um favoritismo esclarecido no team Lulu, mas Isa merece todos os aplausos por uma carreira brilhante no programa.

 

Priscila Tossan – “Bom Senso”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Que grande sono Priscila trouxe para a apresentação dela hoje. Achei muito maçante, sem nada que traga algo que levante e me diga que mereça estar na final. Acho o Time Lulu muito fraco.

Edu: Bom senso é o que falta pra amiga. O ranço nas últimas semanas foi tão grande, que ouvi-la cantando é uma tortura chinesa. Infelizmente esse embuste vai pra final.

Let: Priscila tá só ladeira abaixo, hein?! Semana passada fez uma apresentação tão linda com “Eu sei que vou te amar”, e aí estragou tudo com “O Sapo”, tanto que não voltou mais ao normal. Sei não!

Luke: Mais uma semana de uma apresentação estática sem nenhuma empolgação. Priscilla, que você é uma voz diferente todos sabemos, mas queremos o plus que você pode oferecer. Vamos lá cara, você tem o potencial e não sabe aproveitar, né. Mas enfim, uma voz diferente desde o início que faz boas interpretações – menos o sapo – e que não passa disso. Hoje o The Voice baseia-se muito mais do que uma simples voz, por mais incoerente que isso possa ser.

 

TIME IVETE

 

Edson Carlos – “É o Amor”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Ícone com as melhores e mais bem executadas acts. Mais uma vez ele escolheu a música certa, e fez uma apresentação ótima!

Edu: Edson, pra variar, mandando bem. Ele escolheu simplesmente um dos maiores hinos do sertanejo, e apenas que zerou a vida. A final é dele, essa temporada vai dar team Mainha, tô sentindo.

Let: Reizinho do meu coração esse Edson bebêêê! Adoro a voz, a personalidade e o jeito que Edson se entrega em qualquer apresentação. Arrasou, partiu final!

Luke: Edson trouxe um clássico que mexe com os corações e com a alma de cada um de nós. Ele é um guerreiro e merece muito chegar onde chegou nessa competição. Depois da loucura que foi Isa passando, eu não sei o que esperar do Brasil, mas aguenta coração em uma noite de plot twists

 

Kevin Ndjana – “Billie Jean”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Que ousado, Kevin! Ele dança bem, não podemos negar! Mas a escolha da música foi muito arriscada. Sem contar que ele precisa urgentemente de uma fonoaudióloga ou de um cursinho de inglês. A pronúncia horrível, com a língua presa.

Edu: Ah Roberval, sério mesmo? Achei super arriscado a escolha, e a apresentação só foi boa na reta final. Mandou tão bem nas últimas fases, pra mim não colou.

Let: Eitaaa, o que foi isso, Kevin? Adorei essa apresentação, a voz e a dança no palco. Ele tem uma potência que pouco explora, e aqui conseguimos ver claramente. Gostei!

Luke: Olha, temos uma ousadia em palco ao falarmos de Kevin. Ele conseguiu mudar minha opinião nas últimas semanas e fez uma apresentação dinâmica, que mostra sua qualidade. É disso que eu falo em matéria de The Voice. Temos que ter um crescimento. Uma estrela nas audições é mais cobrada e um underdog com crescimento merece às vezes uma chance, por demonstrar que se preparou e correu atrás de suas escolhas. Kevin está de parabéns e vamos lá pra mais uma loucura de decisão do público.

 

TIME BROWN

 

Erica Natuza – “Nada Por Mim”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Que delícia de apresentação, Erica!

Edu: De Espelho da Vida pra The Voice, Vitória Strada, digo, Erica Natuza, veio com uma apresentação bacana. Eu diria que ela infelizmente sua jornada acabaria nessa semifinal, mas como o programa está com muitas reviravoltas, vou apenas observar o resultado.

Let: Já falei que amo o fato de Erica resgatar grandes clássicos femininos do passado. Mais uma apresentação linda – quando ela quer, ela consegue. A voz tava no ponto e todo o arranjo foi perfeito, arrasou. Que ela vá para a final, né!

Luke: Venho batendo o pé com Erica no team Brown desde a saída de Kelvin, mas o público insiste em Murilo. Em uma noite em que tudo pode mudar, a garota mandou muito bem em sua apresentação, mostrando que tem o carisma de uma finalista. Não sei se tem potencial de uma campeã, mas temos muito o que ver na noite de hoje ainda.

 

Murilo Bispo – “Segredos”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Cochilei aqui por dois minutos de tão boring. Murilo tá fazendo hora extra no programa.

Edu: zzzZzzzZZZzzz

Let: Nossa, o que foi isso? Não é possível que alguém tenha gostado. Esse menino uma semana aposta em falsete, na outra pega uma música trabalhada no grave, dá pra ver que não conhece a própria voz. Adeus!

Luke: Murilo mais uma vez fazendo a Priscilla e trazendo mais do mesmo. O público ainda insiste nele mas realmente não dá mais. Ele traz muito a estética e fica com a estática. Não se desenvolve no palco. Enfim, tudo pode acontecer nessa noite.

 

TIME TELÓ

 

Lais Yasmin – “Let It Be”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Que tiro de apresentação! Cada vez que escuto essa música, eu me arrepio toda. É uma canção muito poderosa da parceria Lennon/McCartney, tem um fundo muito denso, e Laís foi perfeita na apresentação, deu uma nova cara a música!

Edu: LAIS DO CÉU!!!!!!! EU TÔ TODO ARREPIADO!!!!!!!! “Let It Be” é uma das minhas músicas prediletas do Beatles, e Lais simplesmente entregou algo impecável. Estou sem palavras, emocionado e sem saber o que comentar. IMPECÁVEL!!!!

Let: Estou atirada no chão, falecida com essa apresentação. Arrasou, menina Lais, que voz hein, só melhora.

Luke: Lais, você não pode cantar Beatles para um grande fã e dar um show como esse. Na verdade você deve, mas prepara a gente antes. Tem todo o sentido de ganhar essa competição, mas estamos em uma noite tensa, uma semana tensa na grande final. Antes de ver a apresentação de Léo, eu já vejo uma injustiça gigantesca de não poder ter ambos na final.

 

Léo Pain – “A Hora É Agora”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Se o Time Lulu era o mais fraco, o Time Teló é sem sombra de dúvidas o mais forte desta edição. Laís arrebentou com “Let It Be”, e Léo, íconezinho gaúcho, destruiu com essa música do Jorge & Mateus. Que time perfeito!

Edu: Eu batendo nessa mesma tecla. Cansei desse amadorismo de um finalista de cada técnico. Assim como Lais, Léo também mandou hiper bem e ambos merecem passar. Se não tivesse essa frescura um deles com certeza ocuparia a vaga de Isa, por exemplo. Não tenho mais palavras em descrever esse time maravilhoso que é de Teló.

Luke: Beatles e Jorge & Mateus em um mesmo team, isso é ser Teló. Eu tenho um gigantesco apreço pelo trabalho do coach dentro da competição, e deixarei o destino nas mãos do público. Léo trouxe um brilhantismo tanto quanto Lais. Claro que tenho preferência dentre os dois, mas acho que é uma grande injustiça ter apenas um candidato de cada na final. Vamos aprender a trabalhar com qualidade vocal, Rede Globo.

 

RESULTADO

Ana: Caramba que plot twist loco no time Lulu. Acho que a performance da música do “O Sapo” da Priscila acabou derrubando ela do pedestal! Agora roubaram meu bebê, produção! Edson Carlos era, com certeza, o melhor candidato do Team Ivete para estar na final! Erica por merecimento foi para a final. Já o Time Teló, qualquer um dos dois que seguisse na competição seria ótimo, os dois fizeram apresentações perfeitas desde o início do programa. Laís tem uma voz linda, é impecavelmente afinada e fez apresentações arrepiantes. Léo é a humildade em pessoa, depois de tudo que ele passou dentro do programa e seguiu com a humildade de sempre é impressionante. Sem contar na voz e afinação também, que ele tem o total controle. Como escolhido do público, Leo é o representante do sertanejo, e tem ENORMES chances de ganhar essa competição.

Edu: PENSA NUM PLOT TWIST!! Gente, que semifinal de tirar o fôlego foi esse? Isa tombando a insuportável da Priscila foi a grande surpresa da noite, sinceramente. Agora fiquei revoltadíssimo com Kevin roubando a vaga de Edson, Veveta perdeu a grande chance de desbancar Teló. Outra surpresa também foi no time Brown, pois já esperava Murilo se dando bem, mesmo com aquela apresentação sono que ele fez. Ainda bem que a justiça prevaleceu de novo. Agora o time Teló foi o que me deixou mais de coração partido. Léo e Lais mandaram bem, e ambos mereciam estar na final. Fiquei muito feliz por Léo, mas triste por Lais. Dona Globo, vou falar quantas vezes necessários, muda essa dinâmica arcaica do programa.

Luke: Só uma coisa a dizer: SIIIIIIIIIIM!!!! O público sabe votar com toda certeza!! Nunca cante uma vitória antes da hora. Eu ainda estou tremendo com essa decisão do público, e agradeço muito por isso. Isa você agora agarre essa final com unhas e dentes, que será merecedora e acaba de fazer um dos maiores plot twists da história. Claro que eu gostaria de ter Edson na final, mas é o que eu disse sobre evolução.O público está conseguindo ver evoluções e isso é bacana, traz esperanças pras próximas edições!!

Murilo vem ganhando o público há tempos, mas a qualidade de Erica é inacreditável perante a ele. Mais uma passagem a final, em que a pessoa deve agarrar com forças para ganhar o público. O team Teló me deixa feliz e triste ao mesmo tempo. Na verdade me deixa angustiado e chateado, por não termos ambos na final. A escolha do público reflete um gosto pessoal, mas mostra que ambos têm capacidade de crescer e muito no ramo musical. Um gigantesco parabéns a Léo e Lais e a Teló, que conduziu um team perfeito durante toda a competição e merece muito essa final.

 

 

FINAL

PERFORMANCES

 

Erica Natuza – “Anunciação”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Eu amo essa música, traz uma paz interior grande. Mas concordo com o que Edu colocou aqui embaixo, foi uma performance linda, mas fiquei sentindo falta de um xablau nessa apresentação, alguma coisa que desse o tom de Erica nessa final.

Edu: Foi uma performance linda, gostosa e que me fez viajar. Entretanto, para uma final, ficou com um gosto de quero mais. Ficou faltando toque de algo, mas como um todo eu curti.

Let: Ah, cara, essa música é maravilhosa demais! Não tem como não amar ou não se emocionar, e Erica soube trazer muita emoção para a sua apresentação. Foi lindo, foi no ponto, foi incrível. É por essas e outras que ela é a segunda melhor pessoa dessa final depois de Leo.

Luke: Erica colocou sua identidade na apresentação e trouxe uma versão diferente do clássico. Isso quer dizer que foi perfeito e merece a grande final? Não… Mas é muito merecedora do que conquistar nessa noite. Vamos ver o que o público decide.

 

Isa Guerra – “My Life Is Going On”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Isa teve o contrário de Erica. A apresentação teve um xablau, mas ela não tem voz pra estar nessa final.

Edu: Ai Isa, chegou até a final pra isso? Ajuda para ser ajudada, por favor.

Let: Isa tá meio sem identidade, foi isso que entendi com essa apresentação. Foi tudo chato demais, credo.

Luke: Não entendi a de Isa. Ela veio em uma onda sertaneja nos últimos tempos que conquistou o público e trouxe um pop?? Não sei como ela pensou nessa apresentação para conquistar a vitória, mas tá longe disso.

 

Kevin Ndjana – “I Got You (I Feel Good)”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Kevin foi tão inconstante durante a temporada, que quando chegou na final foi bem 50%. Concordo com Let, poderia ter escolhido outra música, que valorizasse A VOZ dele, não o groove, que ele claramente tem.

Edu: Agora podemos dizer que a final começou. Kevin mandou super bem, e conseguiu entregar um número impecável. Acho que, na minha opinião, foi a melhor performance dele na disputa. Agora sim podemos dizer que foi uma apresentação digna de final. Será que Veveta vai barrar o tetra de nosso Blake tupiniquim? Atento para mais um e possível último plot twist da temporada.

Let: Bom, só eu não gostei, pelo jeito. Acho que Kevin poderia ter escolhido uma música bem melhor, que trabalhasse mais a sua voz e não apenas os seus pés. Sim, ele dança muito bem, mas não dá para basear tudo nisso. Esperando uma apresentação melhor depois.

Luke: Eita que Kevin superou todas as minhas expectativas!! Ele mandou muuuuuito bem com sua apresentação, e trouxe todos os aspectos de um artista que merece a vitória. Acredito que ele é o único que pode tirar o título de Teló hoje.

 

Léo Pain – “Adoro Amar Você”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Reizinho dessa edição, junto com Edson Carlos. O nível do Time Teló sempre foi alto, e claramente Léo mereceu a vaga à final. Que voz, que presença e que emoção ele passa na performance. Ícone que escolhi amar!

Edu: Eu amo essa música, muito mesmo! Gente, que apresentação mais incrível!!!! Que versão extraordinária. Imagina um Michael Bublé brasileiro? Prazer, esse é Léo Pain. Estou sem palavras pra descrever o hino que foi essa performance.

Let: CAMPEÃO, CAMPEÃO, CAMPEÃO! Léo nem precisa cantar, é só abrir a boca que esse homem arrasa, eita. Adorei a versão que ele fez, foi diferente da original, foi muito melhor até. Arrasou, Leo, de novo.

Luke: Léo não precisa nem falar muito pra emocionar e garantir seu título!! Será uma injustiça gigantesca se não tivermos ele como campeão desse ano. Teve uma evolução incrível, conquistou o público. Trouxe uma música de seu estilo e fez dela sua de maneira incrível.

 

Erica Natuza – “How Deep Is Your Love”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Nossa senhora, achei horrível, matou meu Bee Gees.

Edu: Amo essa música, mas Erica foi muito extremista aqui. Foi bem suflê de chuchu, meio que lembrou as apresentações do Instant Save do US.

Let: Erica, mana, que tu tá fazendo? Não pode trocar o tom tantas vezes assim, eu hein?! Que apresentação horrível! Se não consegue o falsete original da música, então vai de outra né! Estragou um clássico que amo demais. Ela se perdeu no meio e nunca mais se achou.

Luke: que rolou aqui?? Foi mal executado. Não gostei nem um pouco. Pareceu muito forçado em colocar a identidade e ficou bizarro. Enfim, uma pena pois eu gostava muito da Erica. Saudades Kelvin, ele deveria estar aqui hoje com mais apresentações de Beirut…

 

Isa Guerra – “O Céu Já Escolheu”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Ai não deu pra assistir até o fim, que coisa bem chata!

Edu: Tá lembrando a insuportável da Marília Mendonça. Próximo, pelo amor de Deus!

Let: Parece que já ouvi essa música em algum lugar, sei lá! Isa exagerou nos melismas, a voz tava chata demais. Segundo erro da noite, tá complicado hoje, Isa!

Luke: Mirou no sertanejo que eu pedi, e acertou no barzinho da esquina. Deu certo não… A letra é boa? Talvez. A música casou com sua voz. Enfim, vamos ver o que vai acontecer, mas não sei se vai barrar Kevin ou Léo.

 

Kevin Ndjana – “Ainda Bem”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Foi só escolher uma música que casasse com o timbre da sua voz, que Kevin foi ótimo. Quer inventar nas apresentações e acaba pecando, mas essa ele foi ótimo!

Edu: Aí fomos surpreendidos! A voz teve outro tom, foi tudo muito bem executado. Sério gente, um novo plot twist pode rolar.

Let: Mas olha Kevin no pagodin. Adorei, até porque agora sim ele soltou a voz e COMO SOLTOU. Adorei o alcance, adorei tudo. Kevin adora dar na minha cara, que coisa.

Luke: Kevin é um ponto curioso dessa final. Somos surpreendidos com duas apresentações bem executadas. Ainda prefiro ele cantando James Brown, mas foi bom também. O rapaz evoluiu bem aqui no The Voice e está batalhando com unhas e dentes por essa final.

 

Léo Pain – “Outra Vez”

Clique aqui para ver a performance.

Ana: Não tem pra ninguém, essa edição é do Léo. Olha que controle de voz, que alcance ele tem. Que cara sensacional!

Edu: Eu estou falando que esse Léo é o nosso Michael Bublé brasileiro. Ele e Kevin estão acertando em cheio nas escolhas musicais. Ele saiu do sertanejo, e veio com um clássico do Rei. Simplesmente demais, amei e não foi pouco. Foi lindo, singelo e emocionante.

Let: ESSA MÚSICA ME DERRUBA DE UM JEITO! Cantou um clássico do Rei Roberto Carlos, dono de músicas maravilhosas, e claro, arrebentou de novo. Impressionante essa voz que ele tem, essa emoção que passa sempre. Amei!

Luke: Léo é um galanteador nato, o cara manja muito de expressão facial e apresentação. Definitivamente, assim como Edu disse, nosso Michael Bublé. Ele acertou muito em suas escolhas essa noite e continuo batendo na tecla, merece esse prêmio por ser o mais bem preparado. Espero que o Brasil continue fazendo o certo por aqui.

 

RESULTADO

Ana: Campeão escrito desde às audições! Léo não só evoluiu, como mostrou seu talento e sua voz para que o Brasil pudesse reconhecer. Sempre humilde, ele conquistou a todos pelo carisma que mostrou nas acts, demonstrando gratidão por seus colegas de programa, e até mesmo pela simplicidade em ser apenas um cantor do interior do RS, que levou 18 anos para estar onde ele chegou hoje. Mais do que merecido, obrigatório Léo ter ganhado essa competição.

Edu: Merecidíssimo!!! Léo foi evoluindo na disputa a cada semana, mas não esperava que chegasse até a final. Sempre defendi a vitória de Lais ou Edson (time Veveta), que eram para estarem aqui nos lugares de Isa e Erika. Nessa final ele teve as apresentações mais consistentes, tão seguro de si, e que emocionaram. Não foi surpresa alguma sua vitória, e ainda bem que não rolou nenhum plot twist. Teló se firmando como o melhor jurado desse programa, com seu tetra. Parabéns Léo e parabéns nosso Blake tupiniquim!!! Merecidíssimo!!

Luke: VEEEEEEEM TEEEEEEETRAAAAAAAA!! Léo merecidíssmo como campeão dessa temporada. O cantor foi evoluindo de forma nítida na competição, e não lembro de ter decepcionado em uma apresentação se quer!! Teló fez seu grande feitio de ter um sertanejo na final e levou ele com toda segurança. Trabalhou muito bem em uma temporada que foi correta em sua grande maioria. Muito feliz por Léo e parabéns aos outros, apesar de uns erros potenciais nessa noite!!

Resultado de imagem para é tetra gif

O que acharam da vitória de Léo Pain? Foi justa? Obrigado por acompanharem a mais um ano de cobertura do The Voice Brasil. A versão nacional do programa acabou, mas continuem acompanhando todas às quintas as reviews do The Voice US, além de tudo que rola no Team Reality do Mix de Séries!

 

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.