The Voice US – 13×13/14 – Knockout Rounds

Imagem: Trae Patton/NBC/Divulgação

O momento é decisivo no The Voice, com as últimas batalhas antes da fase ao vivo. Dando continuidade, Kelly Clarkson continuou auxiliando nossos coaches com seus candidatos, e temos enfim os últimos classificados. Vem com a gente conferir o que rolou!

 

TEAM ADAM (Edu)

 

Adam Pearce – “Smoke On The Water” x Emily Luther – “Glitter In The Air”

– Gosto muito do Adam, mas convenhamos que não tem muito para onde ir. Ele sempre vai ser o act para clássicos dos anos 70/80, enquanto Emily podemos esperar algo a mais, e foi exatamente isso que Adam, o coach, viu em sua pupila. Ela veio com essa maravilhosa música da P!nk, e mesmo que tenha sido algo simples, foi merecida para sua vitória. Talvez Miley tenha visto algo a mais em ser explorado no roqueiro, e estou curioso para ver como ela vai se sair como nova coach do rapaz. Veja aqui a apresentação de Adam.

 

Anthony Alexander – “Mercy” x Hannah Mrozak – “Love On The Brain”

– Difícil esse knockout! Anthony teve algumas falhas, mas a execução da apresentação foi tão boa, que isso foi um detalhe quase imperceptível. Hannah foi maravilhosa por demais, e veio com esse hino de Riri que tanto amo. Sinceramente eu não queria estar no lugar de Adam, mas escolheria a garota. No final das contas Anthony foi o escolhido dele, mas ainda bem que JHud ainda tinha o seu steal e usou na moça, que acabou sendo uma adição e tanto ao seu time. Veja aqui a apresentação de Hannah.

 

TEAM BLAKE (Luke)

 

Mitchell Lee – “I’ll Be” x Anna Catherine DeHart – “Breathe”

– Em uma noite de dobradinha do rei do country, começamos com uma batalha difícil, mas que se fez justo ao final. Ambos possuem qualidades indiscutíveis, e veremos muito disso daqui por diante. Anna fez uma performance bem consolidada, sua voz é marcante e realmente nos conecta com a canção. Contudo, Mitchell teve momentos de ouro em sua performance e conseguiu prender um pouco mais a atenção de Blake durante a disputa. Uma pena chegarmos em momentos onde steals são tão raros. Veja aqui a apresentação de Anna.

 

Keisha Renee – “I Hope You Dance” x Kathrina Feigh – “Girl On Fire”

– Mais uma batalha interessante, só que dessa vez foi mais fácil saber quem iria ganhar. Kathrina tem uma boa voz, mas não fez uma song choice adequada ao seu timbre. Ela tem uma potencial vocal bacana, mas não trabalhou bem. Ao contrário tivemos Keisha, que fez um trabalho interessante durante a apresentação. Começou ainda instável, mas ganhou potência e tornou a música dela. Mereceu e muito levar essa classificação. Veja aqui a apresentação de Kathrina.

 

Red Marlow – “Outskirts of Heaven” x Megan Rose – “Smoke Break”

– Essa vai ser uma batalha difícil para comentar, mas vamos tentar… Apesar de ainda ter uma certa picuinha com Red e ter achado sua performance incrível, porém linear, temos que admitir que o rapaz usou as cartas certas em jogo. Fez uma song choice confortável para uma disputa direta, ficou dentro de seu tom, sua zona de conforto. E não acredito que ele fez errado, pois em time que está ganhando não se mexe, principalmente em dia de clássico. Megan veio com uma potência gigantesca, tinha horas que me perguntava até porque Fergie estava no palco do The Voice. Entretanto, não senti segurança durante a apresentação, como ela o fez em outros grandes momentos da competição. Por fatores de desequilíbrio, Red leva a melhor nessa disputa com toda certeza. Veja aqui a apresentação de Megan.

 

TEAM JHUD (Bernardo)

 

Jeremiah Miller – “Sorry” x Noah Mac – “Hold Back The River”

– Se tivesse a possibilidade de eliminar os dois, eu faria isso. É verdade que o Jeremiah foi horrível do início ao fim, repito, horrível do início ao fim, o que tornou o Noah “menos ruim”. Sinceramente? Faltam-me palavras para descrever o quão horroroso foi esse knockout. Veja aqui a apresentação de Jeremiah.

 

Chris Weaver – “I Put A Spell On You” x Katrina Rose – “Zombie”

– Acredito que ficou um tanto evidente quem ganhou essa prova, e não digo isso só porque concordo com a escolha da Jennifer. O Chris arrasou, escolheu a música certa, mostrou seu melhor e sobressaiu-se com muita clareza em relação a Katrina. Ela, por sua vez, ficou nervosa durante boa parte da apresentação, não escolheu a música certa para o seu tipo de voz e a sensação que o telespectador tem ao final da performance é que não foi ruim, mas que algo não estava certo. Veja aqui a apresentação de Katrina.

 

TEAM MILEY (Renata)

 

Brooke Simpson – “(You Make Me Feel) A Natural Woman” x Stephan Marcellus – “Impossible”

–  Não podemos negar o quanto Brooke é uma grande cantora. Presença de palco e personalidade não faltam a moça… e eu amo, de verdade! Acho uma das mais promissoras na temporada. Talvez eu esteja sendo bem otimista, mas é assim que vejo. Entregou uma performance fantástica demais e fiz a JHud, tentando dizer “Vamos lá Stephan, mostra tudo que você tem!”. Eu realmente amei a performance e o jeito como a música se encaixou na voz dele, mas… ainda sim não deu para bater toda segurança e o furacão que Brooke se torna quando sobe no palco. Aqui, Miley não perderia em nenhum dos lados. #TeamMiley cada dia mais forte, e é bom os outros coachs se cuidarem. Veja aqui a apresentação de Stephan.

 

Moriah Formica – “Behind These Hazel Eyes” x Whitney Fenimore – “Calling All Angels”

– UAU! Bato muitas palmas para Moriah! Que fôlego e que cantora! Ela foi absoluta durante toda a performance, ansiosa para ver os outros lados e tudo que ela tem a mostrar. Confesso que não prestei muita atenção em Whitney. Para mim, foi bem mais do mesmo, não mostrou potencial ou aparente crescimento. Confesso que me deu um soninho, não desmerecendo a pureza da voz e linda cantora que ela é. Veja aqui a apresentação de Whitney.

 

Contando com o programa da semana passada, estão classificados para a fase de Playoffs:

Team Adam: Addison Agen, Adam Cunnigham, Jon Mero, Emily Luther, Anthony Alexander

Team Blake: Esera Tuaolo, Chloe Kohanski, Mitchell Lee, Keisha Renee, Red Marlow

Team JHud: Shi’Ann Jones, Davon Fleming, Noah Mac, Chris Weaver, Hannah Mrozak

Team Miley: Janice Freeman, Ashland Craft, Brooke Simpson, Moriah Formica, Adam Pearce

 

O que acharam das escolhas de nossos coaches? Qual o time que está indo mais forte, rumo aos live shows?

 

Comments

comments

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.