The Voice US – 14×14 – Knockout Rounds

Imagem: Trae Patton/NBC/Divulgação

Olá amigos, como estão? Essa semana no The Voice nossos coaches finalmente fecharam seus times, rumo aos live shows. Nos últimos confrontos da fase de Knockout Rounds, tivemos ainda mais alguns steals e o último save da temporada.

Venha conferir!

 

TEAM ADAM (Bernardo)

 

Gary Edwards – “Many Rivers To Cross” x Rayshunn LaMarr – “Fallin’”

A verdade? Eu não gostei de nenhum dos dois, poderiam ser eliminados que não fariam a menor falta. Mas como temos que ter um vencedor, vamos respirar fundo e eleger o menos pior. Gary Edwards foi, ao meu ver, levemente mais interessante, seguro e sólido. Mas, por alguma razão, Adam entendeu que Rayshunn foi melhor. Curiosamente ele não foi o único. O The Hollywood Reporter foi ainda mais longe, classificando-o como “favorito para ganhar”. Sério mesmo? Se alguém desse time passar das Playoffs já é uma vitória. A boa notícia? Gary foi pego pelo Blake.

VENCEDOR: Rayshunn LaMarr

STEAL: Team Blake

 

Reid Umstattd – “Let Him Fly” x Jordyn Simone – “Tell Me You Love Me”

Querem saber o porquê ninguém está dando muita importância para o Team Adam? A própria Knockout não foi exibida até o final. Acredita? Do pouco que deu pra ver, Reid Umstattd foi bem superior e a decisão do Adam foi acertada. Agora é só esperar para ver o juízo final desse time na semana que vem.

VENCEDOR: Reid Umstattd

TEAM ALICIA (Luke)

 

Britton Buchanan – “New York State Of Mind” x Dallas Caroline – “Bless The Broken Road”

Eu nunca espero essa voz quando o Britton está no palco. Não sei, mas não parece que tudo isso vai sair daquela pequena criatura. Aqui não é questão de atingir notões e tal, mas ele tem uma intensidade enquanto canta que eu acho muito bacana de assistir. Dallas, por outro lado, optou por uma música muito bonita e fez sim um bom trabalho, mas pra mim ficou faltando um pouco mais de emoção na performance dela. Concordo com os comentários do Blake, sobre ela precisar de mais um ano pra desenvolver melhor sua voz. Britton saiu vencedor e foi mais do que merecido!

VENCEDOR: Britton Buchanan

 

Kelsea Johnson – “Rise Up” x Sharane Calister – “All I Could Do Is Cry”

Gente, eu sei que já comentei anteriormente o fato de “Rise Up” precisar ser deixada um pouco de lado nesses programas, mas preciso dizer que a Kelsea realmente mexeu comigo aqui com aquela performance. Achei tão linda, que ela conseguiu transmitir uma emoção tão pesada enquanto cantava e me deixou aqui, babando até terminar. Aí veio a Sharane e também me atingiu, só que de outra forma, porque fiquei foi bem de cara com tudo aquilo de voz saindo da boca dela. Pra mim as duas foram maravilhosas, e claro que não seriam capaz de deixar alguém ir pra casa, né? Feliz pela Alicia ter dado a vitória pra Kelsea, pois ela realmente mereceu, mas Sharane no Team Adam também pode ser ótimo!

VENCEDORA: Kelsea Johnson

STEAL: Team Adam

 

TEAM BLAKE (Renata)

 

Dylan Hartigan – “You Are The Best Thing” x WILKES – “The Climb”

Já começo dizendo que discordei totalmente de Blake. Para mim, o vencedor foi Dylan. Entregou uma performance super envolvente, diferente do que vimos lá atrás. Ele está muito certo do que é, sabe muito bem cativar o público. Fora que, olha essa voz limpa. Eu fiquei apaixonada (não estou me levando por esse belíssimo rosto,eu acho) hahahaha! Obrigada, deusa Kelly, por salvar todo esse sexy appeal!

Gostei muito da performance do WILKES, mas não me tocou, e olha que amo essa música. Não o vejo se reinventando nas lives, nem entregando nada diferente do que já vimos. Posso estar enganada, mas o acho muito água com açúcar.

VENCEDOR: WILKES

STEAL: Team Kelly

 

TEAM KELLY (Edu)

 

D.R. King – “(I Know) I’m Losing You” x Tish Haynes – “Lady Marmelade”

Que KO, meus amigos. D.R. mandou muito bem, apesar de não ter sido algo tão extraordinário. Agora Tish chegou simplesmente pisando, destruindo e sambando. Que performance foi aquela, meu Senhor? A impressão que tive foi da própria Patti LaBelle ali no palco, com tamanho poder. Eu teria escolhido Tish, sem sombra de dúvidas, mas acredito que Kelly tenha alguma carta na manga ainda para usar com D.R. Ainda bem que ela acabou continuando na disputa, e no team Kelly.

VENCEDOR: D.R. King

SAVE: Tish Haynes

 

Alexa Capelli – Goodbye Yellow Brick Road” x Jorge Eduardo – “Adorn”

Alexa veio toda angelical, entregando uma performance tão leve e serena. Não foi a melhor coisa do team Kelly, mas foi o suficiente para mantê-la pelo menos por mais uma semana na disputa. Depois de ter impressionado positivamente nas battles, Jorge fez mais uma performance chata e desnecessária, assim como sua blind. Acho que aqui não há dúvida alguma que Alexa venceu logo que abriu a boca. Jorge, boa sorte, mas até que você chegou longe demais na disputa.

VENCEDORA: Alexa Capelli

 

Com isso, 24 candidatos disputarão os Playoffs ao vivo na próxima semana, em três eletrizantes noites. Por conta disso, nossa review irá ao ar, excepcionalmente, na sexta-feira. A partir de agora o público também terá poder de decisão, ou seja, vamos começar a rezar desde já, pois sabemos muito bem a relação de amor e ódio entre America e The Voice.

About Eduardo Nogueira

Eduardo Nogueira
Administrador apaixonado por séries e música, sou fã assumido de Friends, e tenho guilty pleasure pelas séries da CW. No Mix sou editor de reality show, cobrindo atrações do gênero como as franquias The X Factor , The Voice, American Idol, entre outros. Faço também reviews das séries Mom, Supergirl, The Good Place, Scream, Fuller House e da brazuca A Garota da Moto. Além disso, deixo vocês sempre atualizados com as nossas Bolhas de Cancelamento, e também escrevo as colunas de Elenco e Teu Passado Te Condena. No tempo que me sobra faço um café para as visitas, rs. Ufa!