The Voice US – 14×23/24 – Top 10

the voice 14x23/24
Imagem: Trae Patton/NBC/Divulgação

The Voice está entrando em sua reta final, faltando apenas duas semanas para encerrar sua décima quarta temporada. Dessa vez a eliminação será dupla, assim formando os semifinalistas da edição.

Vem com a gente!

 

PERFORMANCES

 

Kyla Jade – “This Is Me”

Bernardo: Próxima de se tornar um clássico dos reality shows musicais, “This Is Me” ganha uma força impressionante na voz da Kyla. É verdade que faltou aquela explosão nos momentos certos, mas é a melhor versão que eu escutei da música, desde quando se tornou um verdadeiro fenômeno no iTunes e Spotify.

Edu: Adoro Kyla, ela é uma das minhas favoritas, mas não gostei tanto assim da performance. Quando soube que cantaria essa música, já imaginava que viria tiro, porrada e bomba, mas ficou um gosto de quero mais.

Luke: Gente, pra mim já foi pra abrir o episódio da melhor maneira possível. Não sei como a Kyla conseguiu terminar a performance, porque eu aqui já estava derrubado no começo da música. Aliás, a música tem um poder absurdo e concordo com o Bernardo, sobre ser a melhor versão que ouvi depois de ter virado ‘modinha’. Eu senti demais a emoção da Kyla e olha, foi coisa linda!

Renata: Kyla é maravilhosa e isso é inegável. Até sua performance faltando algo mais, foi melhor que muitos que vieram em seguida. Música pra lá de tocante.

Kaleb Lee – “Boondocks”

Bernardo: Eu tenho que dizer pra vocês, também não gosto do mais do mesmo. Entretanto, esse gênero tem um ponto especial no meu coração. “Boondocks” trouxe nada de espetacular, mas foi gostoso de assistir.

Edu: Depois de ter saído da zona de conforto, Kaleb voltou ao seu estado normal. Foi uma apresentação boa, consistente, mas que daqui meia hora já nem lembrarei mais.

Luke: Eu gostei bastante dessa performance do Kaleb. Pra mim parecia que ele encarnou outra pessoa ali no palco, mais solto e dominando o negócio. Não foi a minha preferida da noite, mas conquistou seu lugarzinho tranquilamente.

Renata: Eu tenho um amorzinho por Kaleb, gostei bastante de sua performance. Como os meninos disseram, foi bem mais do mesmo, porém algo que prendeu e não deu vontade da gente meter o dedo e passar.

Jackie Verna – “Love Triangle”

Bernardo: Quem teve a ideia daquelas projeções? Como diria Miranda Priestly – “Florais? Na primeira? Que inovador”. Quanto a apresentação, só tenho que dizer que foi mais um embaraço.

Edu: A performance começou, como sempre, sonolenta. Só que do meio do nada, Jackie foi reagindo de uma forma super positiva. Pela segunda semana seguida, Adam tá lascando o sazon na suflezinha, já que o dele tá na reta.

Luke: Não achei toda ruim, detestei totalmente aquele cenário, mas achei que nessa semana Jackie conseguiu me conquistar um pouco mais. Ainda sigo com aquelas birras sobre alguns pontos da voz dela, mas a performance foi melhor que muita coisa que ela fez no programa.

Renata: A bicha é sem graça até num cenário colorido! hahahaha… tudo igual por aqui.

 

Rayshun LaMarr – “Grant Green”

Bernardo: Não aguento mais isso, senhor! Faça parar.

Edu: Deus me dibre!

Luke: Já passou do limite de hora extra.

Renata: Tá na hora de pegar o beco.

Spensha Baker – “Red”

Bernardo: Eu gostei dessa apresentação. A Spensha melhorou muito desde a última vez que vimos sua performance, com delicadeza, suavidade e poder. Ela é uma das melhores dessa competição, mesmo com alguns tombos (como aquele na semana passada).

Edu: Gente, que performance mais linda! Essa pra mim foi a melhor apresentação de Spensha na disputa, além de uma das melhores da noite. Ela simplesmente pegou esse hino de minha cobriane, e transformou em algo extremamente intimista. Foi clássico, de coração, com emoção. Consegui sentir cada verso cantado, me deixou conectado do começo ao fim. GO SPENSHA!

Luke: Que performance deliciosa de assistir, gente! Achei que a música da Swift serviu como luva pra essa voz linda que a Spensha tem, e acabou rendendo de longe a melhor apresentação dela no programa. Torço muito para que as previsões do Blake aconteçam, porque ela realmente merece fazer sucesso.

Renata: Ai que orgulho da minha baby! Spensha é de uma delicadeza surpreendente, eu sabia que ela ia se reerguer. Todos os erros serviram para deixar essa lindeza mais segura, e nos entregar uma performance tão maravilhosa de assistir.

Jackie Foster – “Gravity”

Bernardo: Eu quase morri de sono aqui, sério. Se o leitor estiver pensando em assistir esse episódio, recomendo que não confiram com sono. O resultado será um estímulo lindo e primoroso para uma boa noite de sono. Da próxima vez, e eu espero que exista uma próxima, tomara que ela escolha uma música melhor.

Edu: Não é segredo a ninguém que Jackie F é a minha favorita da temporada. Entretanto, ela escolheu uma música que tenho ranço infinito, e o resultado me deu um sono gigantesco. Péssima escolha, primeira performance dela que posso dizer que realmente não gostei.

Luke: Faltou aquele tchan na performance? Com certeza. Ainda assim digo que gostei, porque adoro a música e também a Sara. Só acho que Jackie tem potencial pra fazer algo bem mais impactante e esse definitivamente era o momento para fazê-lo. Só espero que não tenha custado sua permanência no programa.

Renata: Eu realmente fiquei esperando o momento que ela ia aparecer e surpreender, mas não foi dessa vez.

Britton Buchanan – “What’s Love Got To Do With It”

Bernardo: Britton, como sempre, surpreendeu num momento que não esperávamos muito do seu trabalho. Eu ainda não encontrei o motivo pelo qual ele recebe tanto amor, vamos colocar assim, na internet, mas ele é um moço talentoso que provavelmente tem uma carreira próspera pela frente.

Edu: É com performances como essa, que definitivamente tenho a certeza que Britton é o candidato mais subestimado da temporada. Eu não entendo a hype gigantesca em cima dele na internet, ainda mais com esse número que quase dormi (terceira vez só hoje).

Luke: Gente, Britton me surpreendendo novamente! Eu aqui achando que sairia bomba dele cantando essa música, mas olha, eu curti cada pedaço da performance e achei que ele novamente mandou muito bem. Segue entre os meus favoritos da temporada e novamente garantiu passagem direta pra próxima semana.

Renata: Discordando do meu querido Edu, gostei muito da performance. Talvez por gostar muito da música e de Britton. Achei que conseguiu colocar sua marca e seu charme. Ele vai chegar longe, pode escrever.

Christiana Danielle – “Ain’t No Sunshine”

Bernardo: Eu gostei de ver a Christina se divertindo durante a apresentação. O resultado final é muito melhor quando o próprio cantor gosta do trabalho que está fazendo e se empenha ao máximo para entregar um bom resultado. É uma lástima que, infelizmente, ela não tenha construído essa performance da melhor maneira, mas you go girl!

Edu: Nossa, achei tudo muito brega e chato. Hoje não, Chris!

Luke: Concordo demais com os coments da Kelly, porque também fico aqui babando com a maneira que a Christiana canta com o corpo todo. Ela é tão linda naquele palco e nessa semana compensou a derrapada que deu na anterior. Achei que a versão da música ficou maravilhosa, com ela colocando seu toque especial sem perder a essência desse clássico. Pra mim foi uma das melhores dela, sem sombra de dúvidas.

Renata: Christiana estava lindíssima! E tentou bastante nos entregar uma performance diferente e divertida, mas aconteceu o oposto. Deus no comando essa semana.

Pryor Baird – “My Town”

Bernardo: Perdoe-me a dissonância, mas eu adorei. Na verdade, eu bati palma no final. Pode não ter sido a performance mais segura e coerente do Pryor em toda essa competição, mas eu gostei e me deixou animado. Nessa semana de Season Finales, acho que é tudo que importa.

Edu: Muita gritaria, minha cabeça parecia que ia explodir aqui. SOCORRO!

Luke: Achei que ele estava meio perdido nessa performance. Não sei, parece que rolou uma derrapada no começo e depois não conseguiu mais entrar na sintonia. Ele tem uma baita voz, mas não consegui gostar da apresentação.

Renata: Pryon sendo Pryor. É isso ai mesmo! Gosto, não vou mentir … mas, vai ser assim até o final. Podia dar uma controlada de vez em quando, pra balancear.

Brynn Cartelli – “Fix You”

Bernardo: Que apresentação espetacular, senhores. O trabalho da Brynn nem sempre foi impecável, mas quer saber de uma coisa? Essa foi a sua noite. Demonstrou muita sobriedade, maturidade e capacidade de entender que esse é um daqueles momentos que não admitem erros, o famoso “ou vai ou racha”. Ao meu ver, ela sempre se mostrou como uma das melhores dessa competição, mesmo que tenha meus favoritos, mas é um sopro de qualidade numa noite meia boca.

Edu: OBRIGADO BRYNN!!!!!! Simplesmente a melhor performance da noite, entre os candidatos, pois a melhor de todas foi da Kelly Clarkson. Me emocionei por demais, afinal de contas, “Fix You” é uma das minha canções favoritas da vida. Estou sem palavras até agora pra descrever o hino que foi essa apresentação, que junto com a Spensha, foram as únicas que fizeram valer realmente essa noite, na minha opinião (é sempre bom especificar isso antes que as madames doutoradas em The Voice venham jogar pedras em mim).

Luke: Que coisa mais linda, gente! Quem me conhece sabe o quanto sou fã do Coldplay e o quanto essa música tá naquela minha listinha de músicas pra vida… Aí veio a Brynn e fecha a noite com essa performance maravilhosa. Tinha criado muitas expectativas em torno dela nessa semana e valeu a pena, pois realmente fez um trabalho lindo!

Renata: Brynn é uma surpresa maravilhosa em meio a candidatos tão medianos. Achei a performance surpreendente, na medida certa. É impressionante a força que ela tem e o quanto vem crescendo cada dia mais.

BOTTOM

 

Christiana Danielle – “Unchain My Heart”

Bernardo: Não é um bom sinal quando a Christiana se vê no seu segundo bottom seguido. Ela não é ruim, longe disso, mas faz escolhas erradas visando algo diferente e fora da caixa. Com “Unchain My Heart” vimos outro momento como esse: excelente boa vontade, ritmo e muita energia, mas com poucos acertos. Poderia dizer que é uma injustiça ela estar aqui com os outros perebas, mas o voto popular é soberano. Sempre. A menos que você esteja votando para presidente, por isso vou repetir que é uma lástima ver a Christiana nessa semana.

Edu: Segundo bottom seguido para Christiana, e isso não é nada bom. A apresentação da semana passada foi bem melhor, mas essa até que não foi lá a pior coisa do mundo. Tipo, o problema é que foi meio equivalente à noite passada. Chris tem que torcer para monga da Verna ir bem mal, pois do Rayshun pelo menos ela vence fácil.

Luke: Gente, Christiana no bottom novamente? Não achei que foi nem perto de justo. Pra mim ela fez uma das suas melhores performances na segunda, e tipo, esse lugar aí era pra ter sido de outra pessoa.

Renata: Um bottom esperado, né? Christiana, infelizmente não nos entregou uma boa performance nem noite passada, nem essa. O bom da história é que ela está aqui com as duas tristezas do Team Adam.

Jackie Verna – “I Told You So”

Bernardo: Deu? Já pode parar de se esforçar tanto.

Edu: Ai que sono e não me convenci com o “choro” dela no final.

Luke: Essa música… Como não lembrar da Carrie cantando no Idol, gente? Quanto a Jackie, ela teve seus momentos, mas a música era demais pra ela.

Renata: Era melhor ter cantado a mesma música de ontem.

Rayshun LaMarr – “Let’s Get It On”

Bernardo: Pode ter sido ligeiramente melhor em comparação com tudo que ele faz, mas amigo, é tarde demais.

Edu: Tenho que admitir que Rayshun até que começou de forma “aceitável”, mas do nada começaram aqueles exageros. Meu Pai amado, não sei que milagre meus ouvidos não sangraram, francamente.

Luke: Nem é pecado falar que não consegui assistir direito, né? Não rola mais o Rayshun ali gente, não rola mesmo.

Renata:Let’s Get It On” é hino, é vontade de levantar e dançar muito. Achei que a música coube bem direitinho no que ele sempre quer fazer. Mas, até assim, ele conseguiu extrapolar.

ELIMINAÇÕES

Bernardo: Quer saber? Essa decisão não me surpreende. Embora eu discorde dela em virtude da Christiana, é ótimo ver a cara de teimoso do Adam vendo Jackie Verna sendo eliminada. É uma tristeza ver que Rayshun é o que falta para ser eliminado, mas é bom quando lembramos que ele é a única coisa que sobrou do medonho time do Sr. Levine.

Edu: Se era pra Christiana sair real, que fosse derrotada então pela Verna monga. Simplesmente revoltado com a permanência de Rayshun na disputa. Estava aqui na torcida para Adam ser tombado lindamente, com esse time medíocre dele. Só espero que a América seja sensata e não coloque esse embuste na final, pois aí eu largo esse programa.

Luke: Gente, WTF?! Não estou crendo nesse resultado, de verdade. Alguém me explica como diabos o Rayshun ficou e a Christiana foi eliminada? Eu não aceito, e pra mim foi uma baita injustiça o que rolou por ali. REVOLTADO!  

Renata: Eu estou totalmente chocada! Não imaginei nunca que Rayshun fosse permanecer, juro! Tem quem compre a loucura de Adam nessa temporada e olha a prova aí. Christiana merecia bem mais a vaga, por tudo que nos entregou ao longo do programa. Tiveram deslizes, mas Rayshun e Jackie vêm errando desde as blinds. Olhe, me poupe, não comecem a estragar tudo, por favor!

 

O que acharam dessas eliminações? Foram todas justas?

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.