The X Factor UK 14×05/06 – Auditions

Olar!

Terceira semana de audições e nós estamos bem animados com essa temporada, e vocês?

 

PERFORMANCES

Benji Matthews – “If I Ain’t Got You”

Carol: Que gracinha e que voz, hein! A segunda música realmente ficou ótima, ele consegue ir do falsete para a nota alta bem fácil. Além do carisma e carinha de bom moço.

Edu: Juro que me surpreendi com Benji, pois pensei que seria aqueles acts bem suflê de chuchu, e foi exatamente o oposto. Ele tem uma voz incrível e um talento que precisa ser muito bem explorado, e se isso acontecer ainda vamos nos surpreender muito com ele, anotem.

Luke: Convenhamos que agora sim o episódio começou! Não estava esperando por essa voz quando Benji entrou e ainda o Simon cortou o cara logo de cara quando começou a cantar pedindo por outra música. Rolou todo um nervosismo, mas ele tirou de letra e foi uma bela surpresa. Ótima voz!

 

Tracy Leanne Jefford – “Will You Still Love Me Tomorrow”

Carol: Ela precisa de um tutor competente, músicas melhores que essa, e dar o melhor de si. Boa história, mas para lutar com os grandes precisa ainda subir alguns degraus

Edu: Que apresentação, meus amigos! Eu simplesmente amei Tracy, sua segurança, desenvoltura e entrega de sua emoções na música cantada. É um lindo diamante bruto, que será lapidado de forma grandiosa. Já estou animado pelos próximos passos dela.

Luke: Adorei ela gente, achei toda aquela sinceridade em suas palavras uma lindeza que só, mas em relação a audição, eu gostei, mas achei que a música não mostrou realmente todo seu potencial. Felizmente ela seguiu para a próxima fase e já estou esperando pra ser surpreendido.

 

Ronnie Parker – “Simply The Best”

Carol: Gente que pessoa feliz, sem talento como cantora, mas extremamente vivendo, e fazendo cada minuto contar. Bem engraçado.

Edu: ESPEREI TANTO ESSA AUDIÇÃO! Sabia da passagem dessa act, em notícias que saíram sobre as audições antes da estreia. Entretanto, a parte que mais aguardei foi cortada, e não teve Simon levando um tabefe maroto.

Luke: Ah gente, só podem estar de zoação mesmo né? ¬¬

 

Sean & Connor Price – “All Along The Watchtower”

Carol: Definitivamente existe futuro para esses dois, talentosos, carismáticos.

Edu: E esses irmãos? Simplesmente achei sensacional, e é nítido o incrível talento que eles possuem, e com certeza vão muito além na disputa. Tenho quase certeza que será essa dupla que acabará sendo desfeita no bootcamp, e estão gerando uma baita polêmica na 6 chairs challenge. Vamos aguardar!

Luke: Olha que surpresa mais maravilhosa! Foi o que a Alesha disse nos comentários, no momento que eles entraram na sala o clima mudou. Quanto carisma desses dois meninos gente, sorriso no rosto a todo momento e quando começam a cantar uma combinação perfeita. Ambos tem uma ótima voz e já estou prevendo um futuro promissor pra dupla no programa.

 

Megan Byrne – “I Put a Spell on You”

Carol: HAHAHAHA rindo do Luke. Posso complementar que parecia uma gata no cio.

Edu: Meu Deus do céu, a sensação que tive foi de assistir um filme do canal Sexy Hot, com aqueles gemidos todos.

Luke: Mas gente, parecia aquele gato que fica miando feito doido no telhado do vizinho.

 

Chloe Rose Moyle – “Holding Out For Us”

Carol: Música original, simples até, mas tem identidade a menina. Boa voz, mas acho que talvez ela fique limitada a um estilo só e não consiga se desenvolver.

Edu: Já estava quase desistindo do episódio, francamente. Chloe tem sua marca própria, um estilo único, e talvez possa ser um grande diferencial na disputa. Espero ver muito mais da garota daqui pra frente, e já ansioso por sua próxima performance.

Luke: FINALMENTE alguém que realmente canta gente. Cheguei aplaudir em pé aqui, porque custaram quatro audições até que isso acontecesse e isso se esses negócios anteriores podem ser chamados de audições. Adorei Chloe, apenas dezesseis anos e com um tom de voz bem delicioso, além de toda uma originalidade e talento pra escrever.

 

Imagen Harrison – “Suitcase”

Carol: Melhor voz do programa de hoje, menina promissora, mas também muito rápido, deixam as piadas mais tempo que os que levam a sério, assim cansa.

Edu: Que linda, que encanto! Amei Imagen, pois ela é daquelas candidatas que conseguem te tombar numa apresentação simples e introspectiva, e te deixar boquiaberto com algo mais pop. Outra que espero e muito que tenha uma apresentação sem cortes na próxima etapa, por favor!

Luke: Mais uma que fiquei só na vontade aqui, porque Imagen tem uma ótima voz, mas pra variar mostraram a audição na maior correria, já que a edição prefere ficar dando espaço pras bizarrices do começo do episódio ao invés de mostrar aquelas das pessoas que realmente cantam.

 

Descendance – “Can’t Hold Us”

Carol: Não consigo apostar na dupla, mas gostei delas, garra, talento, apesar de achar que a filha poderia ir mais longe sozinha. Tenho pena de separar porque elas mostram história.

Edu: Eu gostei e muito da dupla, mas convenhamos que a filha realmente se destaca muito mais. A garota tem um potencial gigantesco, e sinceramente acho justo a separação, pois ela sozinha tem grandes chances de alcançar vôos altíssimos, e infelizmente não podemos dizer o mesmo da mãe, apesar de eu ter gostado muito dela também.

Luke: Que bafão dos grandes gente. Primeiro que eu levei foi um baita susto quanto as duas disseram ser mãe e filha, tipo, parecem amigas de colégio meu povo. Aí começam a cantar e pronto, impossível tirar os olhos da filha, porque a guria tem uma baita voz e total perfil de vencedora desse tipo de competição. O mesmo não pode ser dito sobre a mãe, então aposto firme que na próxima fase elas não estarão como dupla, o que iria beneficiar em muito a filha, mas vamos aguardar.

 

Taliah Dalorto  – “Ain’t No Way”

Carol: Isso é voz, e isso é emoção cantando. Alcança os agudinhos numa boa. Tem futuro na competição.

Edu: ESTOU NO CHÃO! Já estava esperando que Taliah fosse aquelas candidatas bem suflês de chuchu, e paguei minha língua bonito. Não esperava essa destruição toda, e isso nos faz aprender que não se deve julgar o livro pela capa. A minha cara de surpresa foi igual a de Simon, e se continuar com essa qualidade vocal, precisando obviamente de alguns ajustes, tem grandes chances de ir muito longe.

Luke: Caramba gente, onde é que saiu tudo isso de voz mesmo? Fiquei bem boquiaberto aqui quando Taliah começou a cantar, porque ela tem todo aquele jeito de garotinha e um vozeirão desse tanto ninguém espera. Foi uma baita audição e como a Sharon disse, ela precisa trabalhar alguns pontos pra ficar ainda melhor, mas tem tudo pra se dar muito bem no programa.

 

Gary Barker – “Uptown Funk”/“A Change is Gonna Come”

Carol: Poxa, musiquinha animada com dança para um início de competição, primeira impressão é o que fica né gente, ainda bem que Simon dá chance 2 quando ele acha que pode render. Mas achei ele desengonçado, porém boa afinação.

Edu: Já estava com um ranço supremo dele cantando “Uptown Funk”, por motivos de zero coerência com o perfil dele. Agora como uma song choice faz diferença, não é mesmo? Simon decidiu dar uma segunda chance ao rapaz, que mostrou seu verdadeiro talento, e nos entregando uma audição extremamente emocionante. Foi lindo e me emocionei assistindo, e achei incrível que em questão de segundos Gary se tornou de um possível joke act, para uma das melhores audições dessa terceira semana. Bravo!

Luke: Mais um que tu olha e já tem aquele pressentimento que vai render uma ótima audição, só não entendi o motivo dele ter cantado “Uptown Funk”, porque pra mim é um estilo de música que não combina nada com o estilo dele, mas felizmente ganhou a chance de cantar uma segunda música e foi ali que realmente o negócio valeu a pena. Gary mostrou de verdade a ótima voz e talento que tem e garantiu merecidamente a vaga na próxima fase. Que ele dê atenção as críticas dos jurados, pois realmente tem um potencial enorme.

Esses foram os destaques da terceira semana de audições do The X Factor UK, o que vocês acharam?

Comments

comments

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.