The X Factor UK – 14×09/10/11 – Bootcamp

Imagem: iTV/Divulgação

Olar, amigos!

Chegou a fase do Bootcamp, e com mudanças bem positivas. Outra coisa bem positiva são os jurados, rigorosíssimos, hein! Vamos ver um resumão de como foi?

 

PERFORMANCES EM GRUPO

Kevin Davy White, Tommy Kendall, Rebecca Kelly, Anthony Russell – “Let It Be”

Carol: Anthony estava chapado? Gente, ligado na tomada. Por mim todos teriam passado sim, mas parece que nossos técnicos estão bem exigentes. Tommy, que pena mesmo, tenho certeza que eles vão passar gente pior. Mas o Kevin manda muito hein! Poxa.

Edu: Ótima forma de começar o Bootcamp, afinal de contas os quatro tiveram seus destaques nas audições, e ainda vieram com uma das músicas mais emblemáticas dos Beatles, e uma das minhas prediletas. Os quatro juntos tinham uma sintonia única, e suas partes individuais também, tendo Anthony destaque por sua voz potente e poderosa, mesmo com seus exageros expressivos. Por mim os quatro passariam, mas uma pena Tommy e Rebecca terem sido eliminados.

Let: Olha, eu só gostei do Kevin e do Tommy, e fiquei bem chateada por eles não passarem. Mas só por eles, mesmo! Anthony tava louquíssimo, Rebecca esqueceu uma parte da letra. Desculpa, mas uma música poderosa dessas não permite erros assim. No fim os dois realmente bons sofreram por causa deles.

Luke: Abriram bem essa fase. também achei que todos mereciam seguir, porque cada um mandou muito bem, sem contar que a voz do Tommy estava ótima! Agora gente, o que é essa voz do Kevin? O cara canta demais da conta! Ansioso pela performance solo dele.

 

Taliah Dalorto, Georgina Panton, Peter Warwick, The Cutkelvins – “Ain’t No Mountain High Enough”

Carol: Tadinho do Peter, sim, não dava, mas fiquei com pena porque ele não estava no grupo certo. Amo a música, adorei a apresentação, Taliah tem poder.

Edu: Eu amei essa apresentação deles, e o melhor de tudo foi ver a evolução de Georgina. Ela fez aquela audição toda exagerada e fora do tom, e mostrou que valeu a pena ter sido aprovada. Merecida a sua aprovação, mas a performance não foi o bastante para ver se os meninos do The Cutkelvins ainda serviam de backing vocals para a garota do grupo.

Let: Eles pegaram uma música master batida e deram uma pegada interessante. Gostei do que os The Cutkelvins fizeram, vi pouco da Taliah, mas ela é boa, já Georgina, arrasou hein! Encontrou o seu ponto e dominou o palco.

Luke: O que é essa Georgina gente? Eu morro de rir só de olhar pra ela toda locona daquele jeito e ainda canta pra caramba. The Cutkelvins é ótimo e me ganhou desde as audições, agora a Taliah também me surpreendeu um tanto.

 

Natalie Lomax, Alisah Bonaobra, Rai-Elle Williams, Gaga Lord – “We Belong Together”

Carol: Alisah fez algo bem corajoso, que só pelo ato já merecia passar, e a única que gostei realmente.

Edu: Ai que agonia ver Alisah tendo que ir embora, ainda mais depois de sua brilhante audição. Gostei de sua perseverança, e tentando uma última acapella para seguir em frente na disputa. Ainda bem que deu certo, pois realmente era a única que merecia.

Let: Não achei justo eles mandarem Alisah pra casa de início, não foi justo porque ela cantou bem, apesar da música chata. Achei Simon bem grosso, até! Coisa boa que Nicole – que tá cada vez mais incrível, foi lá e enxergou que a menina merecia seguir sim. O que ela fez cantando sem a ajuda do microfone mostrou o quanto essa poderosa merece seguir em frente.

Luke: Surtei aqui quando falaram que Alisah iria pra casa. Sofri junto com a guria e achei mais do que merecido terem dado uma segunda chance pra ela, até porque ela destruiu na primeira audição. Rai-Elle cantou muito ali, mas eu vou sentir falta da Gaga Lord, porque ela é demais.

 

PERFORMANCES INDIVIDUAIS

Matt Linnen – “If I Were a Boy”

Carol: Não sou especialista, mas, acho que ele tem algum nível de autismo. Muito envergonhado, só que com certeza muito apelativo para as mulheres.

Edu: Matt canta bem, tem chances de atrair principalmente a audiência feminina para a audição, mas tem que se atentar em relação a song choice. Merecida sua ida ao 6CC, mas tem que tomar tal cuidado.

Let: Essa apresentação confirmou o que eu desconfiava, Matt é uma grande fraude. É o típico act com olhos claros, um bom corte de cabelo, uma camisa branca cavada e um violão na mão, preguiça define. Ele cantou mal, rasgou a voz quando queria conquistar a audiência, e deu uma apresentação fraca para uma música poderosa dessas.

Luke: Gostei muito! Pra mim ele já deu um leve salto em relação a sua audição que embora tenha sido ótima, foi muito ‘normal’. O cara tem uma voz bem interessante e com certeza possui potencial pra ir longe, mas concordo com a opinião do Duh, precisa muito tomar cuidado com as músicas.

 

Shanaya Atkinson-Jones – “Dance With My Father”

Carol: Essa vai causar, só precisa acertar o seu estilo, ela me parece meio desconexa.

Edu: QUE TIRO! Shanaya escolheu uma canção poderosa, e o motivo me arrepiou por inteiro. Mas o tiroteio efetivo aconteceu quando essa maravilhosa começou a cantar, e me deixou totalmente desestruturado. Que apresentação, meus amigos. Todas as performances dela irei me acabar de chorar? É isso mesmo produção? Ainda no final da performance me toca “Because Of You”, aí fica difícil não conter as lágrimas.

Let: TÔ NO CHÃO ATÉ AGORA!  Essa menina canta e eu começo a chorar TODA VEZ! Impressionante! Ela é fo*a mesmo, sabe escolher bem suas músicas. Só precisa ter mais presença de palco, o que é realmente difícil devido ao estilo que ela canta,

Luke: Gente, eu fiquei no chão aqui mais uma vez. Incrível como a Shanaya mexe comigo com essa voz maravilhosa. Foi uma apresentação linda e emocionante e CLARO que ela seguiu pro 6CC, onde provavelmente vai dar outro tiro na minha cara. Linda!

 

Holly Tandy – “Sing Of The Times”

Carol: Estava aguardando alguém cantar essa música, e POXA VIDA TINHA QUE SER ELA? Maravilhosa!

Edu: MARAVILHOSA! RAINHA! DEUSA! DONA DA P#$%A TODA!!!!!! Continuo afirmando, Holly será finalista, podem anotar, printem meu comentário. Ela canta com uma naturalidade tão grande, uma serenidade incrível, que me esqueço que a candidata é apenas uma garota de 16 anos. MINHA PREDILETA E A DEFENDEREI ATÉ O FIM!!!!

Let: A nossa nova Louise, também não canso de amar. Essa menina é linda, incrível, sabe cantar e sabe escolher música boa sempre, hein! Arrasou de novo, destruiu tudo, e adorei como ela trouxe uma personalidade para a apresentação.

Luke: Não adianta, a Holly tem de longe uma das melhores vozes da temporada e o engraçado é que a menina tem APENAS 16 anos, cantando tudo isso. Toda vez fico aqui impressionado com o tom dela, embora não tenha achado que essa foi sua melhor performance e isso por causa dessa música que não ando topando muito, era óbvio que ela seguiria direto pra próxima fase.

 

Berget Lewis – “A Song For You”

Carol: Acho ela maravilhosa também, mas, tenho uma ressalva, que ela fique presa nesse tipo bafônico de música, sem versatilidade. Bom, se isso for suficiente para ela, tudo bem. Mas acho meio limitado.

Edu: CARACA! Mais uma vez Berget sendo maravilhosa, entregando uma performance poderosa e na medida certa. Seria uma afronta caso ela não fosse em frente na disputa, por favor.

Let: EITA! Amo Berget, mesmo ela tendo esse estilo mais The Voice de vozeirão, ela destoa de um jeito incrível no TXF. Torço para que ela vá longe, e tenho medo do 6CC, porque sei que lá eles tendem a mandar embora gente maravilhosa assim por besteiras como perfil e tals. Que dessa vez não seja assim.

Luke: Pega o tiro que é essa mulher cantando! Não sei se ela vai longe na competição, mas na minha humilde opinião merece facilmente uma vaga nos live shows porque tem um talento incrível e toda vez me arrepia aqui. Foi outra baita apresentação dela.

 

Slavko – “Where Have You Been?”

Edu: Fui feito de trouxa, pois achava que aquela trança de Slavko fosse dele mesmo, e não aplique. A apresentação foi ok, mas não sei se ele passa da 6CC. PS: quantas calcinhas Nicole deve ter trocado durante a performance do rapaz?

Let: Olha, realmente esse menino parece fazer sucesso no mundo e tals, mas no TXF ele virou uma piada tão sem graça que nem ri da trança abandonando a cabeça. E essa voz? Credo!

Luke: Oi? Fiquei com dor de cabeça só de ver o rapaz dançar. E ainda perdeu o cabelo no palco gente, vou rir eternamente.

 

Grace Davies – “Roots”

Edu: RAINHA ABSOLUTA! O melhor ficou para o final, com Grace reinando mais uma vez. Que performance maravilhosa, emocionante, poderosa! Não canso de dizer que, sendo bem trabalhada, a jovem chegará fácil até a final e, porque não, ser até a vencedora da temporada. Cada performance é um tiro diferente, uma nova comoção, sem soar o previsível.

Let: TÁ AÍ A DONA DA TEMPORADA! Esse ano é das mulheres, hein! E olha, mesmo com tanta gente linda, Grace ganha, ela tá pronta, ela é perfeita! Mais um musicão, como pode?

Luke: Um tiro é um tiro né amigos? Outra música original e outra performance impecavelmente linda. Grace estará na final sim ou com certeza? E não aceito outra resposta. Quero essa música aqui na minha playlist pra fazer dupla com a outra original que ela cantou na audição.

E o que vocês acharam desse Bootcamp? Curtiram o formato? Comentem!

Comments

comments

About Team Mix Reality

#TeamReality no Mix de Séries é responsável pelos realities shows.
  • Rafael Holanda

    Algum site está disponibilizando os episódios para assistir online e legendado?