Três milhões de lares brasileiros possuem televisão por assinatura clandestina

Imagem: Canal Tech/Release

Uma reportagem do jornal O Globo revelou um dado interessante sobre o contato do brasileiro com a TV por assinatura.

De acordo com a matéria, três milhões de lares brasileiros possuem televisão por assinatura de forma clandestina, o famoso “Gatonet”. Os dados foram apresentados pela Associação Brasileira de Televisão por Assinatura (ABTA) durante o seminário “Ilegal, e daí?”, realizado nesta quinta (30) no Rio de Janeiro.

Os dados ainda destacam que 50% dos usuários de internet acessam conteúdos ilegais, seja por forma de streaming ou pirataria com downloads. As plataformas que disponibilizam filmes e séries de TV são as mais acessadas.

Continua após a publicidade

No fórum foi discutido a causa do grande volume de acesso ao conteúdo pirata e, dentre outros, apontou-se que o “refinamento da qualidade” destes produtos ofertados é um dos motivos para que o usuário acesse ilegalmente um conteúdo. No campo das séries de TV, por exemplo, está cade vez mais avançado a forma como os episódios piratas chegam através do espectador. Hoje, além de sites, existem aplicativos que facilitam esse acesso e que podem ser baixados nos celulares, tablets, entre outros.

Ísis Moret Valaziane, advogada e especialista em direito autoral, destacou na matéria que o boom das séries de TV contribuiu para “fomentar o acesso ilegal”.

“As empresas não estão conseguindo acompanhar a velocidade da demanda do consumidor por esse tipo de conteúdo, que virou um meio de interação social. As pessoas têm a sensação de que não podem esperar para tal episódio chegar ao país via transmissão legal, porque vão ficar sem assunto com os amigos. Então, buscam esse conteúdo em sites de streaming piratas.”, disse ela na reportagem para O Globo.

No mesmo seminário, a Ancine ressaltou que na pesquisa os dados mostraram que se o usuário não tivesse acesso ao conteúdo pirata, ele não necessariamente pagaria para ter acesso.

Para rever o cenário, as operadores estão cada vez mais ofertando novas possibilidades para o usuário, como a inserção de combos com TV por assinatura + internet, ou acessos à plataformas de streaming, que junto com pacotes de canais, conseguem fisgar mais clientes.

O resultado vem em meio ao crescente mercado de serviços de streaming, e ofertas legais para assistir séries e filmes. Além da Netflix e da Amazon, agora o brasileiro poderá também assistir o conteúdo da HBO de forma legal, com a chegada do HBO Go para comercialização sem a necessidade de pacote de TV.

About Anderson Narciso

Anderson Narciso
Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.