Vikings – 4×15 – All His Angels

Imagem: Banco de Séries.
Imagem: Banco de Séries

CONTÉM SPOILERS, MAS VOCÊ SABE DISSO. 😀

Acredito que este seja o melhor episódio de Vikings em um longo tempo! Eles realmente cumpriram a história que temos sobre Ragnar e sua família, e agora, teremos a vingança impiedosa de Ivar, também famoso na história. Muitos estão revoltados, eu sei. NOSSA, NÃO ASSISTIREMOS MAIS VIKINGS SEM O RAGNAR, ok. Não assistam, pois o canal está com um compromisso de contar uma história, que já aconteceu, foi narrada várias vezes de diversas maneiras, e não foi feita para agradar vocês.

Eles conseguiram ambientar esse episódio de forma que a agonia tomou conta de todos, que sabíamos o que estava para acontecer mas estávamos tentando evitar mentalmente com toda força. Primeiramente, Ivar: O garoto chegou com o pai, não sabia a língua do novo povo e, mostrando extrema inteligência, já estava jogando xadrez com o filho fofo e amado do Athelstan. Jogo esse extremamente simbólico em qualquer época. E foi abraçado de volta ao lar pelos irmãos, já prometendo vingança aos ingleses pela morte de Ragnar. Lagertha nada fez sobre seu retorno, acho que eles ainda se unirão para invadir as terras dos Bretões.

Sobre Ragnar, morreu absolutamente por cima, sabendo da grandiosidade de todos os seus feitos, sabendo que Ecbert poderia ter ajudado mas teve que manter sua posição de Rei jogando ele para Aella, que também o jogou para as cobras como diz a lenda. Ele morreu por cima, grande, com a mente absolutamente lúcida. Gosto de pensar que ele encontrou seu velho amigo cristão nos corredores de Valhalla.

Morte de Ragnar retratada historicamente nos livros. Imagem: Arquivo pessoal

It gladdens me to know that Odin prepares a feast. Soon I shall be drinking ale from curved horns…There I shall wait for my sons to join me…there I shall bask in their triumph…My death comes without apology. And I welcome the Valkyries to summon me home!” – Ragnar.

Pessoas como Ragnar, realmente não morrem, apenas entram para história, conhecido por sua brutalidade acabou morrendo exatamente quando o Seer previu, “Você morrerá no dia que o cego te ver!”. Quando vi o cego já gelei toda. Antes de partir para o fim de sua jornada ele deixou o crucifixo do amigo com o filho que ele nem soube que teve. Ecbert acompanhou cada passo, Ragnar e ele se completam, e já havíamos percebido isso, porém mentalmente eram desafiadores, fogo e água, duas forças da natureza que curtiam um jogo, mas eu sempre considerei isso tudo uma amizade importante e suja.

Ecbert ficou claramente desgostoso com a morte de Ragnar, mas no fim, me pareceu que ele entendeu, que na verdade, o grande Viking estava indo descansar, em algum lugar melhor entre suas infinitas crenças e fé, abraçando seu destino, sua imortalidade na história. A promo nos diz que o enfrentamento definitivo está próximo. Acho que posso finalizar dizendo que esse foi o melhor episódio da série, aguardo a grande guerra.

"All His Angels"

Nota do Episódio - 10

10

Review do décimo quinto episódio da quarta temporada de Vikings, do History Channel, intitulado "All His Angels".

User Rating: 4.7 ( 1 votes)

Comments

comments

About Caroline Marques

Caroline Marques
Engenheira de Alimentos, um tanto quanto viciada em séries, filmes e livros. Fã de Hannibal, Dexter, Grey's Anatomy, Demolidor, Sherlock e Chicagos. Reviewer de Chicago PD, Vikings, Narcos e Bloodline.

Check Also

Shadowhunters – 2×13 – Those of Demon Blood

Realmente não tivemos o melhor da temporada esta semana, mas o episódio ainda conservam um …