Crítica: Episódio 7×13 de Suits dá esperanças aos fãs de Darvey

Imagem: USA Network/Divulgação

Na trave!

Sabe aquela sensação de acompanhar o astro do time de futebol driblar os adversários até ficar de cara com o gol e não conseguir marcar o tão sonhado gol da vitória? Pois bem, foi essa a sensação que eu tive ao ver Darvey nesse episódio. A sementinha da esperança foi plantada, mas eu estava sonhando com um beijo cinematográfico de Harvey e sua declaração para a sua amada quando ele pegou a cartinha de demissão da Donna. Pena que isso não aconteceu.

Ok, tivemos, enfim, o término dele com a sonsa da Paula. Porém, faltou o ingrediente secreto que seria um beijo Darvey para (quem sabe?) salvar esse episódio. Não que o episódio tenha sido ruim; ele foi bom na medida do possível. Pouco lembra o velho Suits por quem me apaixonei, entretanto, só de ver Donna divando e sambando na cara de Harvey e de Paula já valeu a pena.

Louis e seu alívio cômico.

Enquanto Harvey vivia com uns parafusos a menos na cabeça, Louis surtava mesmo com seu romance às escondidas com Sheila. Eu ri muito com esse novo bad boy Louis Litt e fico preocupada, pois o conheço muito bem para saber que, logo logo, ele irá ter seu coração despedaçado. Ou vocês acham que Louis vai aceitar ser o outro (o amante) por muito tempo?

A conversa que a Rachel teve com ele foi tão linda e natural que me fez pensar como sentirei falta dela no seriado. É engraçado eu pensar nisso agora, pois de um tempo para cá Rachel Zane andava bastante apagadinha. Porém, bastou aparecer uma cena entre eles para que meus olhinhos brilhassem e minha luz de saudades acendesse. Alguém pode me explicar isso?

De qualquer forma, Louis sofrerá muito com a saída da Rachel e do Mike, mesmo ele sendo muito teimoso para assumir isso. Ele é um cara carente, engraçado e não tem sorte no amor. Poderíamos até lançar uma campanha nas redes sociais para que ele pudesse achar sua alma gêmea, já que sabemos que Sheila não é a sortuda!

E não é que, finalmente, Mike e Rachel vão subir ao altar?

Se Louis não encontrou a sua alma gêmea, não podemos dizer o mesmo de Mike Ross. Nesse episódio ficou nítido o quanto Mike e Rachel se completam e eu AMEI ver os dois debatendo um pouco sobre os preparativos do casamento. Eu jurava que esse casamento já ia virar lenda, pois nunca acontecia. Eu ainda não sei quais serão os planos dos roteiristas para tirarem o casal principal (se é que podemos dizer assim) de Suits e nem como o show sobreviverá sem a genialidade de Mike, mas estou confiante no que virá.

Às vezes, parece até uma mentira que Mike e Rachel subirão ao altar, ainda mais depois de tudo que eles passaram. O único conforto que eu tenho é saber que Darvey está perto de acontecer, justamente quando Mike e Rachel concluirão a sua linda história de amor. Nesse episódio eles pouco trabalharam juntos, mas foi lindo e fofo vê-los empenhados com o casamento que está chegando e fazendo planos para o depois.

Inevitable

Nota do Episódio - 8.5

8.5

Review do décimo terceiro episódio da sétima temporada de Suits, da USA Network, intitulado de "Inevitable".

User Rating: 5 ( 1 votes)

About Gabriella Siggia

Quem eu sou? Eu sou uma em um milhão: escritora nas horas vagas, seriadora de coração, cinemática de plantão e amante da literatura. Divertida, alto astral e bastante bem humorada. Só não achei ainda minha outra pessoa. Ah, música faz parte da minha vida.