1×05 de CSI Vegas mostrou que volta da série valeu a pena

CSI Vegas avança no pessoal de alguns personagens, mas caso contra Hodges tem recuo.

CSI Vegas 1x05
Imagem: Divulgação.
Continua após publicidade

Por vezes, me perguntei se realizar um reboot de CSI, apenas seis anos após o fim da série original valeria a pena. Aparentemente, CSI Vegas está mostrando a que veio. O quinto episódio da série finalmente elevou o nível das investigações, enquanto trouxe mais do lado pessoal dos novos personagens.

Continua após publicidade

A partir deste ponto já nos identificamos com eles, e estamos prontos para acompanhar suas respectivas jornadas. É quase como se a série já tenha provado que o retorno, de fato, valeu a pena.

Um avião se torna a cena perfeita para os investigadores do CSI

O caso desta semana foi incrível. Porque ao mesmo tempo que trouxe uma inovação, tanto na cena do crime quanto na investigação, também proporcionou ao espectador entender mais da personalidade de um dos novatos. Estamos falando de Folsom.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Leia também: CSI Vegas, os antigos personagens que voltara para a série

A cena em si já estava fora do comum: dentro de uma aeronave que pousou em segurança, mas sem nenhuma resposta de contato. Quando eles entram, encontram a cena com três pessoas e passam então a investigar quem poderia ter cometido o crime se não estava lá dentro.

O caso contou com a investigação de todos os novos personagens, incluindo Maxine que se reconectou com um velho “amigo” do FBI. E eles se deram tão bem que até os próprios CSIs estavam shippando.

Continua após publicidade

Maxine é uma ótima personagem, e embora o amigo do FBI tenha investido, ela ressaltou que está casada com o trabalho. Mas a personagem vem abrindo camadas interessantes para os espectadores, mostrando o quão ela se tornou infeliz no seu casamento. E que isso, claro, se refletiu na vida com o filho.

Continua após publicidade

Eu Nunca

A cena tinha muitas pistas, então ela reuniu Folsom, Park (que tinha aparecido só no primeiro) e Allie. Os três, aliás, aproveitaram para jogar um “eu nunca” adaptado na cena, que fez com que, mais uma vez, Allie desse indícios de que ela e Folsom já viveram algo.

Continua após publicidade

Leia também: 1×04 de CSI Vegas teve Sara e Grissom virando o jogo

Ela repetiu fortemente, quase que tentando se convencer, de que se envolver com alguém do trabalho nunca é uma boa ideia. Tal fato, assim, parece ter magoado Folsom. Pode até ser meio forçado para os fãs shipparem, mas confesso que vi química entre eles.

Continua após publicidade

Folsom é uma boa pessoa

De cara, já tínhamos percebido que Folsom é um nerd com camadas. Ele parece ter muito sofrimento interno, camuflado por um escudo protetor externo. Ele não se deixa mostrar muito, mas ele tem um grande coração. Este episódio serviu para mostrar isso, pelo fato de que ele rapidamente se conectou com o filho de uma das vítimas.

Continua após publicidade
CSI Vegas 1x05
Imagem: Divulgação.

Crescer sem pai é algo que o feriu, e isso o deixou vulnerável com este caso. Por isso, foi quase que uma missão pessoal ele conseguir pegar o assassino do caso, que na verdade era uma assassina, que estava dentro da casa do garoto. Ponto para a equipe, e uma vitória no fim do dia com um sabor especial.

Grissom e Sara recuam na investigação

A antiga dupla de CSI avançou no caso Hodges durante o quarto episódio. No entanto, durante o quinto episódio, as coisas desandaram. Isso porque eles falharam em manter sua investigação tão silenciosa quanto precisavam enquanto firmavam suas evidências contra Kline.

Mas a verdade é Kline não era o cérebro da operação, embora aparenta ter ajudado a arquitetar. Só que tudo dá indício de que isso é uma vingança pessoal. Alguém que a equipe cruzou pelo caminho durante os 15 anos em que trabalharam no laboratório criminal, e quer arruinar a reputação deles.

CSI Vegas
Imagem: Divulgação.

Mas se Sara e Grissom cometeram um erro de deixarem suas suspeitas sobre Kline aparecerem, o mesmo também errou em ligar para seu “chefe” e revelar que a dupla sabia sobre ele. Resultado? Queima de arquivo. Literalmente.

Este foi um bom episódio, talvez o melhor até aqui. Gostei do destaque para Folsom e estou curioso para ver o caso Hodges ser resolvido. Mas parece que teremos que aguardar até o final da temporada para descobrir.

Nota: 4.5/5

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.