25 anos de Friends: por que a série ainda é popular depois de tanto tempo?

Friends ainda é sucesso absoluto, mesmo quase três décadas depois

Os fãs de Friends sabem muito bem que as coisas eram “menos complicada” há 25 anos atrás. Não existiam Whats App e Instagram, assim como a internet dava passos lentos. O jeito era encontrar pessoalmente para colocar o papo em dia, e nada melhor do que fazer isso em uma cafeteria. Pode parecer bobo, mas essa foi a fórmula sem mistérios que deu base principal para uma das mais cultuadas séries de comédias de todos os tempos. E agora, quase três décadas depois, o sucesso continua – e por vezes, aumenta.

Friends celebra 25 anos desde sua estreia, no dia 22 de setembro de 1994, e prova que está pronta para continuar encantando gerações. Bem como deixando saudosista os fãs órfãos que não assistem a um episódio inédito desde 2004.

Mas passado todo esse tempo, muitos se perguntam o que diferencia Friends das demais? Além disso, qual é o verdadeiro segredo para se tornar um fenômeno como ela é? A resposta pode ser mais simples do que se pensa…

Saudosismo somado a simplicidade

Talvez, a peça chave para o sucesso de Friends hoje seja o saudosismo. Afinal, ela retrata uma época idolatrada por muitos, tanto pelos que viveram quanto o que não eram nascidos. Mas se fosse para mensurar o grande ingrediente da sitcom, talvez o simplismo na condução de suas histórias seja o fator chave para o sucesso. Algo que a série mexicana Chaves representa muito bem. Por exemplo, bordões repetidos ao longo das temporadas, uma convivência entre vizinhos e amigos, assim como piadas um tanto inocentes, fazem de Friends a série perfeita para ser assistida por qualquer idade.

Não há restrições aqui. As histórias refletem tramas que o público torcem, vibram, se divertem e principalmente se emocionam. Só aqui, já temos combustível para 10 temporadas – algo que poucas séries atualmente conquistam.

Trama dos seis amigos encanta a TV há mais de duas gerações. Imagem: Divulgação/NBC

Friends é atemporal

Friends é atemporal e é isso que torna a série tão bem-sucedida. Ela aborda o começo da vida adulta, de pessoas no início dos seus vinte anos, e todos os dilemas que aparecem em suas vidas – não importa a época. Assim, nos próximos anos, os jovens de vinte e poucos anos ainda poderão se relacionar com a série por causa de quão realista o programa foi. Desde a constante mudança de carreira, sendo demitido ou promovido, passando do cuidado dos pais para ficar completamente sozinho, Friends continua sendo o programa que captura essa faixa etária de maneira tão perfeita.

E não são apenas os problemas comuns da idade adulta emergente que torna Friends atemporal, mas as piadas também nunca envelhecem. Muitas das séries de comédias se perdem no tempo justamente por não terem um texto refinado, a ponto de fazerem piadas que poderão ser engraçadas em qualquer época. Com Friends, tudo funciona.

Vale ressaltar, obviamente, que nenhuma destas características funcionaria se não fosse protagonizada por personagens interessantes. Logo, Rachel, Monica, Phoebe, Joey, Chandler e Ross possuem personalidades únicas, que fazem os espectadores se apaixonarem. Além disso, todos os seis são apresentados de forma igual, ao longo da temporada. Em todos os episódios, geralmente há pelo menos duas histórias em andamento, protagonizada por algum deles – e esse equilíbrio é a causa de, justamente, todos os personagens serem amados.

O desenvolvimento dos personagens na série foi fundamental para manter os espectadores assistindo. E cada um deles completou esta tarefa. Rachel deixou de ser cuidada por seus pais para ficar completamente sozinha e encontrar um emprego que ama. Monica tornou-se menos controladora e conseguiu aceitar não ser perfeita. Phoebe continuou a ser um espírito livre e sempre defendendo o que ela acreditava. Joey nunca desistiu de atuar e seguiu seu sonho. Chandler deixou o trabalho que odiava e começou a fazer algo que amava. Ross aprendeu com seus erros e acabou crescendo muito com eles. Portanto, cada personagem foi capaz de crescer e se desenvolver ao longo das 10 temporadas. Isso manteve os espectadores interessados, fazendo com que se apaixonassem ainda mais por todos eles.

Impacto cultural

O impacto é grande, e isso torna Friends uma das séries mais importantes da TV. Os bordões, por exemplo, já citados, são incomparáveis. É impossível ouvir “Como Você Está?” (How You Doing?) e não lembrar das cantadas de Joey. Ou o cabelo de Rachel, que inspirou dezenas de cortes de mulheres nos anos 1990. E uma estatística interessante: após o 11 de setembro, a audiência de Friends aumentou em 17%. De acordo com pesquisas na época, o público norte-americano confiava em Friends para um alívio cômico em meio a tantas tragédias.

Isso soa clichê, mas Friends remete a um ambiente seguro, familiar… é como se estivéssemos com alguém da família que realmente amamos. Logo, isso dá oportunidades para os fãs se relacionarem com a série, viverem as experiências, e enaltecê-la por 25 anos.

O sucesso é merecido, e nós fãs só temos a ganhar com isso. Parabéns, Friends. Que a série continue criando esse impacto por muitos e muitos anos, e que ela continue a encantar gerações com um dos textos e personagens mais incríveis da história da televisão.

Além disso, completo. Todavia, palavras. Entretanto, necessárias.

 

Tags Friends
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Mestre em História, apaixonado por mídias, é o editor responsável e idealizador do Mix de Séries. Eterno órfão de Friends, One Tree Hill e ER, acompanha séries desde que se entende por gente. No Mix é editor de colunas e de notícias, escreve a coluna 5 Razões e resenha a série Gotham.

No comments

Add yours