4×02 de New Amsterdam teve possível mudança importante

Episódio integrou protagonistas em trama mais centrada.

New Amsterdam 4x02

A quarta temporada de New Amsterdam segue trazendo novas dinâmicas para a série. No segundo episódio, “Estamos juntos nessa“, as tramas envolveram, principalmente, os limites das novas interações.

Continua após publicidade

De saída, vemos o novo casal “Hellmax” (como sugeriu Casey) caminhando juntos rumo para o trabalho. A sequência, inclusive, é bem típica de filmes românticos. Os dois riem juntos e trocam carícias de forma harmônica pela paisagem de Nova York. O tom pacífico, porém, é logo quebrado.

Continua após a publicidade

Helen confronta Max sobre a divulgação de sua relação às pessoas e, mais importante, sobre a mudança dos dois para Londres. Apesar de bastante clichê, a cena foi boa para demarcar a tensão do episódio e para iniciar a fofoca sobre o casal. Além disso, foi o fio condutor para as primeiras interações entre todos os protagonistas.

Continua após publicidade

Uma trama mais centrada

Em vez do tom fortemente político, marca de New Amsterdam, o episódio da semana adotou uma abordagem mais pé no chão. O grande problema da vez, no entanto, foi a falta de médicos na UTI do hospital, o que causou grande caos. Embora o tom politizado da série seja uma das suas maiores qualidades, um problema mais circunscrito foi ótimo em vários sentidos.

Leia também: Max está realmente deixando New Amsterdam?

Primeiramente, porque permitiu que os protagonistas interagissem de forma mais orgânica e próxima. À exceção de Iggy, todos os médicos protagonistas atuaram na UTI, ajudando o (perdido) Max. A inclusão de Floyd e Bloom nessa dinâmica foi muito boa.

Continua após publicidade

Além disso, a crise da semana mostrou um Max mais realista, enquanto lidava com sua tentativa de convencer uma substituta para sua posição. Sem soluções mirabolantes, o personagem pareceu mais real. Inclusive, foi muito boa a cena em que ele aparenta enferrujado no trabalho clínico.

New Amsterdam série 4x02
Imagem: Divulgação.

Personagens discutem suas relações

Paralelamente, o episódio explorou as relações específicas de protagonistas. Bloom e Leyla, Floyd e Lyn, Max e Helen. Os três casais discutiram os formatos e limites de suas relações, fazendo jus ao título do episódio.

A história menos cativante, aparentemente, foi a de Lauren e Leyla. Novamente, a série trouxe à tona o privilégio da chefe da emergência e suas repercussões. Desta vez, porém, a trama envolveu Leyla, considerada pelos colegas de residência privilegiada por namorar a chefe do New Amsterdam.

Leia também: 4×01 de New Amsterdam destacou amor de Helen e Max

Ainda que a proposta fosse boa, a maneira como abordaram o tema do privilégio e a “solução” dada lembrou os momentos mirabolantes de temporadas anteriores. Por exemplo, pouco abordaram própria condição de Leyla como imigrante, por conta do acesso a facilidades mais imediatas.

No caso de Floyd e Lyn, o tema seguiu sendo as dificuldades do cirurgião em compreender a dinâmica de uma relação aberta. Entretanto, os diálogos entre os personagens neste episódio abriram um ótimo caminho para construir um relacionamento interessante entre eles.

Ah, e algo que podia ser abordado, certamente, era o comportamento adequado no trabalho. Todo mundo querendo se pegar no meio do hospital, rsrs...

New Amsterdam 4x02
Imagem: Divulgação

O futuro de Max e Helen

A principal dinâmica do episódio de New Amsterdam, em termos narrativos, foi a de “Hellmax”. O casal interagiu de forma mais pontual durante a crise da UTI, mas com boas cenas. Além disso, o arco específico de Helen criou uma boa analogia para que ela pensasse sua relação com Max. Finalmente, o diálogo entre eles no final levou à reviravolta do episódio.

Será que Max e Helen realmente deixarão o hospital? Teremos uma nova diretora, como sugerido no final? Particularmente, será interessante ver Max deslocado da posição, assim, colocado para repensar sua própria ação como diretor médico. Porém, ainda parece ter sido uma decisão tomada no calor do momento e que terá repercussões diversas. Vejamos…

Frome deslocado

A trama de Iggy Frome ainda está ganhando forma nesta temporada, parecendo, dessa forma, ser o lado mais frágil do roteiro até agora. O personagem pareceu bem deslocado em sua saga de formar residentes, mesmo com seus medos e problemas expostos.

O terapeuta é um dos ótimos personagens da série, então, é justo dar tempo para que a situação fique mais clara e sua história seja melhor explorada.

Dessa forma, tentando dar uma pegada diferente, a quarta temporada de New Amsterdam tem um começo promissor, com os pés mais fincados no chão e boas tramas. Esperemos que esse tom mantenha constância ao longo deste ano.

Nota: 4/5

Historiador, pesquisador em saúde, fã de histórias em quadrinhos e jogador de RPG de longa data. Adoro sitcoms de Seinfeld a Brooklyn Nine-Nine, cresci vendo dramas como House, e me apaixonei pelo suspense de Hannibal e a fantasia de Penny Dreadful. Escrevo no Mix desde 2017, fazendo reviews de séries baseadas em quadrinhos, dramas e outras por aí. Atualmente, faço as reviews de New Amsterdam.