Chicago PD – 4×11 – You Wish

Imagem: Banco de séries.
Imagem: Banco de séries.
Imagem: Banco de Séries

 

Continua após publicidade

O caso foi um pouco tenso. Desconfortável na verdade, pois a vítima teve uma parte importante do corpo cortada e nem ficamos sabendo logo que tipo de crime foi aquele. Mas a primeira suspeita, claro, uma mulher furiosa. Com razão, mais um homem se achou no direito de forçar sua presença para uma mulher, e ela tinha uma faca, danou-se merecidamente. Mas morto? Teria sido ela. Só de terem posto em dúvida isso já deu para perceber que não. O caso foi resolvido meio aceleradamente. Da suspeita pularam para o amigo dela, e dessa para a Polícia Especial.

Continua após a publicidade

Atwater e Rixton estavam até fazendo piadinhas com o morto, e já podemos dizer que gostamos do Jack Revenge não? Ele já se enturmou, está confortável, Adam nem está fazendo falta e não me admiro se mantiverem os dois. Burgess está evoluindo, mas não gosto muito da maneira que ela está sempre procurando aprovação de Al, ela não precisa disso, e ele fica cada vez mais irritante.

Continua após publicidade

Tenho que confessar que fiquei surpresa com o culpado do crime tentar se enforcar, e toda aquela comoção de salva ele, segura, corta o tecido, revive ele, chama ambulância. Não esperava realmente que ele fosse desistir da própria vida para não ir preso. Ele estava seguindo ordens mesmo? Estranho demais ordens assim. E quem diabos é essa força Especial que pode sair matando assim? Prevejo plots complicados sobre isso.

Mas o que comandou o episódio novamente foi o drama da Erin e o pai – que já não é mais pai; Bunny realmente é uma pessoa asquerosa, que mulher baixa, amarga, falsa. Mas agora ficou aquela pulguinha, VOIGHT REALMENTE PODE SER PAI DA ERIN? Só eu que adorei isso? Amei a possibilidade. Claro que isso irá abalar a relação dela com Voight, mas ele era o pai dela mesmo até agora. O novo pai achou aquilo tudo uma palhaçada e sumiu correndo, brincadeira né, Bunny merecia uma cova especial.

Continua após publicidade

Só que me falta ele saber do parentesco e não ter pego ela para criar por acaso. Daí pode feder tudo. Mas de verdade, acho que poderiam revelar isso logo para deixar essa mulher ser feliz, porque essa maldição Brooke Davis tá pesada demais, essa atriz só sofre credo. Jay anda meio sem molho, mas também é metido demais. Acabou se metendo muito em algo que nem diz respeito a ele. Enfim, apenas chega de drama.

Engenheira de Alimentos, mestre em química de alimentos, um tanto quanto viciada em séries, filmes e livros. Fã de Hannibal, Dexter, Grey's Anatomy, Demolidor, Sherlock e Stranger Things. Reviewer de Chicago PD.