8×16 de The Flash apresenta momentos contraditórios

Episódio foi dirigido por Caity Lotz, a Sara Lance/Canário Branco de Legends of Tomorrow.

Imagem: The CW/Divulgação

The Flash apresentou um novo episódio melhor e mais completo que seu antecessor. Para isso acontecer, bastaria o roteiro conter uma história fechada e ao mesmo tempo dar pequenos passos na trama da temporada. E foi exatamente o que este décimo sexto episódio fez. A direção ficou por conta de Caity Lotz, a Sara Lance/Canário Branco de Legends of Tomorrow, que mostrou um ótimo trabalho por trás das câmeras.

Continua após publicidade

O envelhecimento precoce de Barry Allen

Em “The Curious Case of Bartholomew Allen”, Barry/Flash precisa encontrar uma cura/solução para seu rápido envelhecimento, após ser atingido por arma de um vilão cientista. Por mais que o episódio contenha suas pequenas falhas, é sempre bom vermos o Flash sozinho em ação. O uso de seus poderes e seu conhecimento científico continua mostrando o quão independente em campo ele pode ser. E tem sido bom ver que os roteiristas tem percebido isso ao evitar usarem muito os poderes de Cecile e Allegra.

Leia também: 8×15 de The Flash soube mascarar falha de roteiro

Neste episódio, os roteiristas curiosamente deram uma pausa no drama envolvendo Íris. O que soa bem estranho, já que não há sinal de seu paradeiro. Os personagens apenas se basearam no fato dela continuar existindo na linha temporal no futuro. Mas isso não diminui a extensão de seu sofrimento e tudo o que tem passado.

Continua após publicidade

Ver os personagens se divertindo e seguindo com a vida foi realmente bem estranho. No entanto, foi bom e divertido termos um episódio assim antes da trama entrar de vez em mais drama no arco final da temporada.

Imagem: The CW/Divulgação

Será que Caitlin se tornará uma vilã em The Flash?

O final do episódio de The Flash mostrou o momento que pode ser um grande divisor para o que está por vir. Barry não só descobriu os planos de Caitlin e a confrontou, como destruiu todo seu projeto, experiências e parte do apartamento. Tal comportamento soou bem aquém da personalidade de Barry. Por se tratar de sua melhor amiga, ainda por cima, soou bem contraditório. Visualmente a cena ficou impressionante.

Mas tal comportamento pode ser resultado de algo maior a ser explorado (ou não) nos próximos episódios. Agora é aguardar!

Continua após publicidade

Nota: 4,5/5

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.