A corrida pelo Emmy: Atores e Atrizes – Drama

THR_Drama_Actor_RT_GROUP_SHOT_01_0144_040216_V1_R2_RGB

Continua após publicidade

[spacer size = “20”]

Continua após a publicidade

Falta aproximadamente um mês para os indicados ao Emmy serem revelados e, por isso, o Editorial abordará a cada duas semanas categorias diferentes da premiação. A ideia é debater acerca dos concorrentes, quem tem mais chances de ser indicado e quem merece uma lembrança. Para começar, e aproveitando a “mesa redonda” do Hollywood Reporter, falamos sobre a disputa entre os atores e atrizes em Drama.

Continua após publicidade

[spacer size = “20”]

Melhor Ator – Drama

Continua após publicidade

A corrida este ano está interessante e mais aberta do que nunca. Sem as presenças de Bryan Cranston, Jon Hamm e Jeff Daniels, vencedores anteriores e indicações sempre certas, a briga está indefinida. Se os indicados são incertos, o vencedor é ainda mais difícil de imaginar. Enquanto o novato Rami Malek surpreende com Mr. Robot e coleciona prêmios pelo papel, os veteranos Paul Giamatti e Kevin Spacey podem acabar levando a melhor. Uma indicação segura também parece ser a de Bob Odenkirk, por Better Call Saul. As duas vagas finais, entretanto, são grande incógnitas.

Para preencher estes espaços, os votantes podem arriscar e nomear merecedores legítimos como Clive Owen e Bobby Cannavale, ou seguir com indicações burocráticas como Liev Schreiber, Kyle Chandler e Hugh Bonneville. Estes três são ótimos atores e estão excelentes em seus papéis, mas estão em zonas muito confortáveis e pouco corajosas se comparados a nomes como Justin Theroux e Mads Mikkelsen. Os brasileiros, por exemplo, devem conter os ânimos, pois a corrida está muito acirrada e Wagner Moura não tem grandes chances como parece.

Na mesa redonda realizada pelo Hollywood Reporter, Moura estava presente. A tal “roundtable” é organizada pelo veículo há anos e sempre traz os favoritos ao Oscar, Emmy e Tony em uma conversa descontraída ao redor de uma mesa. Os programas têm aproximadamente uma hora e reúnem grupos de atores e atrizes do Drama e da Comédia separadamente. Este ano, o HR trouxe Malek, Giamatti, Moura, Cannavale, Cuba Gooding Jr. e Forrest Whitaker (os dois últimos de Séries Limitadas) para um bate papo. De todo o grupo, apenas Malek e Giamatti parecem certezas, enquanto Whitaker tem chances boas, Gooding Jr. não é tão certo por American Crime Story.

[spacer size = “20”]

thr_drama_actor_rt_bts_040216thr_emmyactorroundtablebts0598

[spacer size = “20”]

No vídeo, Moura fala sobre a complexidade de Pablo Escobar como personagem, e como interpretá-lo afetava sua parte física e psicológica. Além disso, o ator fala sobre a viagem à Bogotá e o tempo que passou sozinho tentando entrar no personagem, além de ter estudado espanhol, uma língua que não falava uma palavra sequer. Comentando sobre testes fracassados, Cannavale revela que não foi escolhido para um papel em Tropas Estelares, enquanto Moura não conseguiu o papel de Vento (sim, o vento) em um comercial.

Além disso, os atores comentam sobre os tipos de papeis que mais lhe são oferecidos. Para Cannavale, sempre chegam propostas para interpretar mafiosos italianos ou donos de pizzaria; Giamatti geralmente recebe propostas para viver o cara que está ajudando o mocinho na ação, mas nunca na ação de verdade; no caso de Whitaker, papeis de detetives não param de chegar em sua mesa. As fotos e a descrição de parte da entrevista podem ser encontradas aqui. O material vale a pena para todos que amam a TV e as curiosidades de bastidores.

[spacer size = “20”]

THR_Drama_Actor_RT_GROUP_SHOT_01_0461_040216_V1_R2_RGBPossíveis indicados a Melhor Ator – Drama

Bob Odenkirk por Better Call Saul

Paul Giamatti por Billions

Hugh Bonneville por Downton Abbey

Kevin Spacey por House of Cards

Rami Malek por Mr. Robot

Bobby Cannavale por Vinyl

[spacer size = “20”]

Quem merece ser indicado: Clive Owen por The Knick, que também merecia vencer o prêmio.

Quem não merece: Bonneville. É um ótimo ator, mas está longe dos concorrentes. Mas como os votantes o respeitam e Downton Abbey concorre pela última temporada, pode ser que ele seja indicado mais por admiração e despedida do que por merecimento.

[spacer size = “20”]

Melhor Atriz – Drama

Entre as atrizes a corrida também é disputada, mas com algumas certezas mais claras. Para começar, Viola Davis deve defender seu troféu com garra. A atriz não só é certa entre as nomeadas como também pode vencer a categoria. Julianna Marguilles deve ser indicada mais por ser a última temporada de The Good Wife do que por qualquer outra coisa. Neste sentido, Vera Farmiga pode se beneficiar pela última temporada que participou em Bates Motel.

Outras duas indicações praticamente certas são as de Robin Wright e Claire Danes. A dúvida fica para a vaga final. Em um ano tão bom e com uma corrida tão apertada, não se surpreenda caso a categoria tenha sete ou até mesmo oito indicadas ao invés de seis. Ao menos quatro atrizes lutam pela última vaga: Tatiana Maslany, Taraji P. Henson, Ruth Wilson e Eva Green. Todas têm boas chances e é provável que duas, ou mais delas, entre na disputa. Assim, é possível que Farmiga não seja indicada, dando o lugar a uma destas.

Orphan BlackQuem se beneficia é Maslany e Green. A primeira simplesmente porque merece e porque foi indicada ano passado, depois de algumas esnobadas. Green também fez um trabalho irretocável no segundo ano de Penny Dreadful (sim, a série concorre pela segunda temporada, não pela terceira!) e pode entrar. A categoria está tão boa que ainda temos correndo por fora: Olivia Wilde, Taylor Schilling, Keri Russel, Kerry Washington, Lizzy Caplan, Michele Dockery, Caitriona Balfe e Shiri Appleby. De todos estas, quem pode surpreender é Dockery (lembre-se: é a última temporada de Downton), sendo que Caplan, Balfe e Appleby merecem, e muito, uma lembrança.

[spacer size = “20”]

Possíveis indicadas a Melhor Atriz – Drama

Vera Farmiga por Bates Motel

Julianna Marguilles por The Good Wife

Viola Davis por How to Get Away With Murder

Claire Danes por Homeland

Robin Wright por House of Cards

Tatiana Maslany por Orphan Black

Eva Green por Penny Dreadful

[spacer size = “20”]

Quem merece ser indicado: Eva Green e Tatiana Maslany precisam estar nessa categoria. Balfe, por Outlander, e Caplan, por Masters of Sex também poderia entrar facilmente nos lugares de Marguilles e Danes.

Quem não merece: Todas são tão boas que fica difícil dizer quem não merece. Eu apenas não gostaria de ver Henson indicada por uma série tão ruim como Empire. Eu também tiraria as multivitoriosas Marguilles e Danes para favorecer novatas como Balfe ou Appleby.

[spacer size = “20”]

Mr robot christian slaterMelhor Ator e Atriz Coadjuvantes – Drama

Dente os coadjuvantes a corrida sempre é aberta, mas também com algumas certezas. Este ano devemos contar com um amor ainda maior por Downton Abbey, já que a série não retorna mais. Espere, portanto, as presenças de Maggie Smith e Jim Carter. Outra que se despede é The Good Wife, que pode colocar Alan Cumming na disputa. Christian Slater parece aposta segura, enquanto Peter Dinklage deve ser indicado apenas para completar tabela, pois, sejamos sinceros, o ator não fez nada de notório até agora na atual temporada de Game of Thrones, além de ter ficado ausente por episódios consecutivos.

Quanto às atrizes, devemos ter mais amor espalhado para Downton e algumas surpresas através de atrizes nunca indicadas, como Miranda Otto por Homeland e Maggie Siff por Billions. Antes de partir para as apostas, um apontamento: acredito que Mads Mikkelsen deva concorrer como coadjuvante, e não como principal. Caso o canal o inscreva nesta categoria, é possível que seja indicado. Do contrário, o mesmo dos outros anos pode acontecer: os votantes se dividem entre Hugh Dancy e Mikkelsen, fazendo com que ambos fiquem de fora. O que é uma pena.

[spacer size = “20”]

Possíveis indicados a Melhor Ator Coadjuvante – Drama

Jonathan Banks por Better Call Saul

Jim Carter por Downton Abbey

Peter Dinklage por Game of Thrones

Alan Cumming por The Good Wife

Christian Slater por Mr. Robot

Ray Romano por Vinyl

[spacer size = “20”]

Possíveis indicadas a Melhor Atriz Coadjuvante – Drama

Joanne Froggatt por Downton Abbey

Maggie Smith por Downton Abbey

Lena Headey por Game of Thrones

Christine Baranski por The Good Wife

Regina King por The Leftovers

Uzo Aduba por Orange is the New Black