A divertida abertura de Monk

A abertura dessa semana trata-se de uma série bem conhecida por todos nós, seriadores (Alô, Record!): Monk. Com certeza você já assistiu a um episódio isolado ou pelo menos já ouviu falar desse detetive cheio de fobias.

Continua após as recomendações

Adrian Monk é um detetive brilhante de homicídios, trabalhava para o Departamento de Polícia de São Francisco, até que sua esposa Trudy morreu numa explosão de carro em 1997 ao ir comprar um remédio para Ambrose. Monk sofreu um colapso nervoso pelo fato de não ter encontrado quem matou Trudy, suas fobias (por germes, altura, multidão e até por leite) se agravaram e interferiram de modo que Leland teve que afastar Monk, que se isolou, recusando sair de sua casa por três anos. Com a ajuda da enfermeira prática Sharona Fleming (Bitty Schram), pôde finalmente sair da casa. Começou a executar o trabalho de consultor particular para a polícia em casos muito difíceis.

Monk tem uma abertura divertidíssima ao som de “It’s a Jungle Out There”, de Randy Newman. Enquanto o cantor fala sobre o mundo ser uma desordem e se indagar se é maluco por se importar tanto com isso – o que encaixa perfeitamente no perfil do detetive que sofre de transtorno compulsivo-obsessivo –, vemos o próprio Monk em cenas voltadas para suas manias retiradas de episódios e mescladas com algumas tomadas gravadas especialmente para a abertura. É simples, é divertido e engraçado. 

Continua após a publicidade

 

Untitled

 

Você pode assistir a abertura aqui:

 

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=L_IOsLYVKkY[/youtube]