A Escada (The Staircase): A história real de Michael Peterson

Tudo sobre a história real de A Escada.

A Escada história real
Continua após publicidade

No dia 5 de maio, o HBO Max estreou a nova série A Escada (The Staircase), um novo drama policial sobre um romancista suspeito de assassinar sua esposa, e o julgamento subsequente que se seguiu.

Continua após publicidade

A série tem no elenco Colin Firth, como o romancista Michael Peterson, e Toni Collette, como sua esposa Kathleen, com a história dando o que falar. Como ela aconteceu em 2001, muitos não se lembram – ou não conheciam – o caso, que acabou tomando uma grande proporção nos EUA.

Então, o que é verdade na história da série A Escada?

Continua após publicidade
Continua após publicidade

A história real da série A Escada

O novo drama, na verdade, tem base na série documental de crimes reais do documentarista vencedor do Oscar Jean-Xavier de Lestrade com o mesmo nome. Também conhecido como Death on the Staircase no Reino Unido, o documentário conta com oito episódios de 45 minutos, que foram ao ar em 2004. Tais imagens surgiram a partir de mais de 600 horas de filmagens e com foco no crime em si.

Leia também: A Escada (The Staircase), data dos episódios e onde assistir

Uma espécie de sequência estreou em 2012 com uma retrospectiva do assassinato e suas ramificações. Além disso, documentou a família e a equipe jurídica de Peterson, enquanto o defendiam em um novo julgamento.

Continua após publicidade

Antonio Campos – o criador da nova série A Escada – começou a desenvolver uma adaptação da série documental há mais de 10 anos como um projeto de paixão.

Continua após publicidade

“Este é um projeto no qual venho trabalhando de uma forma ou de outra desde 2008”, disse ele. “Tem sido um caminho longo e sinuoso, mas valeu a pena esperar… para dramatizar uma história tão complexa da vida real.”.

Continua após publicidade

A série recebeu críticas positivas e foi aclamada como uma das poucas dramatizações documentais que melhoram ao invés de diminuir o material de origem.

Continua após publicidade
A Escada
Imagem: Divulgação.

O que realmente acontece? Michael Peterson matou a esposa?

Michael Peterson enfrentou uma acusação de assassinar sua esposa em dezembro de 2001. As autoridades, então, argumentaram que os ferimentos de Kathleen eram consistentes com contusão, mas Peterson alegou que sua esposa havia caído da escada.

Continua após publicidade

Dessa forma, ele pegou uma condenação por seu assassinato em 2003, com prisão perpétua sem liberdade condicional.

Leia também: A Escada (The Staircase), tudo sobre a série, elenco, datas

Peterson ligou para a polícia pela primeira vez depois de alegar ter encontrado sua esposa Kathleen sem resposta em sua casa na Carolina do Norte. E temia que ela tivesse caído “quinze, vinte, eu não sei” degraus.

Mais tarde, no entanto, ele afirmou que estava do lado de fora da piscina e voltou, quando viu Kathleen no fundo da escada. Então, alegou que ela havia caído depois de beber álcool e tomar Valium. O caso ainda provoca debates e até mesmo gerou teorias alternativas bizarras.

Entre elas incluem a Teoria da Coruja que sugere que Kathleen sofreu um ataque de uma coruja do lado de fora da casa, caiu depois de entrar correndo e, portanto, ficou inconsciente depois de bater a cabeça no primeiro degrau.

No entanto, um advogado que não estava envolvido no caso, mas o estava acompanhando, abordou a polícia depois de ler a lista de evidências e ver que uma “pena” estava incluída.

O que aconteceu com Michael Peterson de A Escada? Ele ainda está preso?

Peterson saiu sob fiança de US$ 300.000 da prisão do Condado de Durham, na Carolina do Norte, em dezembro de 2011, indo para uma prisão domiciliar com uma tornozeleira de rastreamento.

Sua libertação, entretanto, veio depois que um juiz ordenou um novo julgamento. Tudo isso, depois que foi descoberto que uma das principais testemunhas contra Peterson havia dado um testemunho “deliberadamente falso”.

Além disso, um tribunal também decidiu que os promotores obtiveram indevidamente arquivos de computador. Tais arquivos mostravam o interesse de Peterson pelo mundo gay e sua correspondência por e-mail com um acompanhante masculino para estabelecer um motivo para o assassinato de Kathleen.

As restrições de Peterson, no entanto, foram flexibilizadas em 2014.

Então, em 2017, ele entrou com uma confissão de Alford (uma confissão de culpa inserida, porque existem provas suficientes para condenar o réu, mas o réu mantém a inocência) pelo homicídio voluntário de Kathleen. Dessa forma, ele recebeu uma pena máxima de 86 meses de prisão, com crédito pelo tempo cumprido.

Mas Peterson já havia cumprido mais do que a pena atrás das grades, então ele não precisou retomar a prisão.

Imagem: Divulgação.

Onde está Michael Peterson?

Peterson ainda usa seu anel de casamento. E afirmou, no momento de sua libertação, que havia tentado não ficar ressentido com os anos que passou lutando contra o caso.

Ele disse que leva cada dia como vem, confiante de que não fez nada de errado: “Eu não machuquei Kathleen. Eu não a matei. Isso simplesmente não aconteceu”, disse ele na época.

As duas irmãs de Kathleen Peterson prestaram declarações de vítimas durante a audiência final, liberando anos de raiva reprimida.

“É errado que, depois que um júri o condenou à prisão perpétua pelo assassinato de sua esposa, ele seja um homem livre, enquanto Kathleen está em seu túmulo”, disse Lori Campbell. “O fechamento é para uma porta, não para minha irmã assassinada.”

Candace Zamperini disse que não se importa se Peterson entrou com um pedido de Alford. “Porque ele é culpado por ela, sua família e o resto do mundo”.

A Escada vem lançando novos episódios todas as quintas-feiras, no HBO Max.

Criador do Mix de Séries, atua hoje como redator e editor chefe do portal. Especialista em SEO e construção de textos para internet, também atua como webwriter com foco em textos para o Google. Autor na internet desde 2011, passou pelos portais TeleSéries e Box de Séries. Fã de carteirinha de Friends, ER e One Tree Hill, é aficionado pelo mundo dos seriados. Também é fã de procedurais, sabendo tudo sobre o universo das séries Chicago, Grey's Anatomy, e séries de sucesso como La Casa de Papel e Lucifer. Também é fã da DC Comics, e acompanha produções inspiradas em personagens da editora, como Titans e até o mais recente produto da editora, Sweet Tooth.