“Máfia dos Tigres”: a história real que inspirou o sucesso da Netflix

A Mafia dos Tigres Netflix

Máfia dos Tigres é a nova sensação da Netflix

Na semana passada, parecia impossível que qualquer fenômeno cultural pudesse surgir na era do Coronavírus: experimente digitar “Máfia dos Tigres” (Tiger King) na internet.

No verdadeiro estilo Netflix, o serviço de streaming desafiou as probabilidades e lançou uma série documental em sete episódios na sexta-feira passada, que conseguiu levar as pessoas a falarem sobre algo diferente da pandemia global. Você pode ter notado isso nos últimos dias nas mídias sociais, já que todos, desde celebridades até anônimos, estão assistindo a atração. Não para menos, já figura entre a produção mais assistida da Netflix nos Estados Unidos.

Nesta semana, por exemplo, Kim Kardashian perguntou aos seus seguidores no Twitter se o público estava assistindo a série.

Continua após a publicidade

A produção, é inspirada em uma história sobre crimes reais segue a vida de Joseph Maldonado-Passage, mais conhecido como Joe Exotic, seu zoológico de criação de tigres, e uma trama de assassinato por aluguel que o levaram à prisão.

Quer ficar mas por dentro sobre do que se trata a série? O Mix de Séries traz com exclusividade para o Brasil algumas novidades da série.

A história real de Máfia dos Tigres, série da Netflix

O título completo em inglês é “Tiger King: Murder, Mayhem and Madness“. A Netflix descreve a série como “um verdadeiro conto de trapaceiros, poligamia, rivalidade e vingança“. Portanto, o tipo de programa que seria intrigante, mesmo que milhões de pessoas não estivessem procurando maneiras de passar o tempo em casa.

Há cinco anos, o codiretor Eric Goode estava investigando um revendedor de répteis na Flórida e encontrou um homem que tinha um leopardo da neve em uma gaiola em sua van, como se não fosse grande coisa. “O que um leopardo da neve está fazendo na traseira da van quente desse cara?” Goode pergunta no documentário. “Isso me levou nessa jornada para entender realmente o que está acontecendo com as pessoas que mantêm grandes felinos neste país“.

Assim, passamos a seguir uma das estrelas da atração, Joe Maldonado-Passage. Ele é mais conhecido como Joe Exotic, um controverso criador de tigres e ex-proprietário de um zoológico privado (Greater Wynnewood Exotic Animal Park) em Oklahoma. Além de sua paixão por grandes felinos, Joe adora explosivos, armas, canta músicas country e filma conteúdo para seu canal no YouTube. Ele também foi casado várias vezes com vários homens, que também aparecem no documentário. Um dos fatos mais surpreendentes da série é que Joe nunca foi capaz de conseguir seu próprio reality show, mesmo que todos digam que seu sonho era ser uma celebridade.

O que aconteceu com Joe Exotic na vida real?

Joe está cumprindo uma sentença de 22 anos de prisão porque foi considerado culpado de 19 acusações em um julgamento no ano passado. Esses crimes incluem assassinato por aluguel (ele diz que foi incriminado) e por violar a Lei de Espécies Ameaçadas quando ele matou cinco tigres.

A outra estrela da série…

  • Carole Baskin, ativista dos direitos dos animais e proprietária do Big Cat Rescue em Tampa.

Ela e Joe são inimigos mortais; sua missão era tirá-lo dos negócios, porque ela ficou horrorizada com a maneira como ele tratava seus tigres, especialmente deixando turistas posarem com eles. (Embora Carole também ganhe dinheiro hospedando grandes felinos, ela enfatiza que o dela é um santuário para animais carentes e que ninguém tem permissão para tocá-los.) Carole foi “cruel” em seus esforços para derrubar Joe e, em troca, Joe assediou-a por anos, diz o documentário. Eventualmente, eles se envolveram em um processo amargo que acabou com as finanças de Joe.

Há também um episódio dedicado ao desaparecimento misterioso do rico ex-marido de Carole, Don Lewis, que desapareceu décadas atrás. Um boato, que Joe abraça com entusiasmo, é que ela o de de alimento para seus tigres. (Carole chama isso de “a mais ridícula de todas as mentiras.“) Isso leva a uma cena realmente estranha, na qual Joe lança uma Carole parecida para estrelar um videoclipe de sua música “Here Kitty Kitty“, que apresenta um representação gráfica do que ele acha que aconteceu com Don Lewis.

Sua briga culmina nos dois últimos episódios, enquanto o documentário analisa o que aconteceu quando um grande júri federal indiciou Joe de tentar contratar alguém para matar Carole.

Outros personagens…

Enquanto o ódio entre Joe e Carole é o cerne da série, os diretores passam um tempo com um elenco cada vez mais difícil de acreditar que existem.

Eles incluem Doc Antle, proprietário do Safari em Myrtle Beach, recentemente invadido pela polícia (Antle não está satisfeito com seu retrato na série); Mario Tabraue, ex-traficante de drogas da Flórida e traficante de animais que faz comparações com “Scarface”; Jeff Lowe, ex-parceiro de negócios de Joe, que costumava trazer filhotes de tigre bebê para hotéis em Las Vegas; e Kelci “Saff” Saffery, funcionária de Joe cujo braço foi mordido por um tigre e que voltou ao trabalho alguns dias após sua amputação.

Preso neste momento, Joe Exotic move processos

A estrela da série da Netflix está processando o Departamento de Interior dos EUA e o Serviço Federal de Vida Selvagem dos EUA por supostamente colocá-lo fora dos negócios. Joe Exotic está acusando como duas agências supostamente visava ver seus negócios fora do primeiro lugar de vendas e arrecadação. Por documentos judiciais adquiridos pelo site TMZ, Exotic alega que foi preso com objetivo de fazer seu negócio falir, “roubando sua propriedade e promovendo uma falsa agenda de direitos dos animais“.

Além disso, Joe Exotic também está alegando que as acusações contra ele são discriminatórias. De acordo com os documentos do tribunal, o discernimento se deve ao fato de ele ser “um homem abertamente gay com a maior coleção de tigres e mestiços genéricos“. Com o processo, Joe Exotic está buscando mais de US $ 78,8 milhões para cobrir a perda de propriedade relatada, além de 18 anos de trabalho e pesquisa.

Ele também está acusando o ex-parceiro de negócios, Jeff Lowe, por supostamente mentir e plantar evidências que supostamente levaram à prisão de Exotic, citando que Lowe fazia parte de um “esquema de aprisionamento” para tomar posse de seu zoológico, destruir sua casa e muito mais. O processo também alega que todos esses eventos levaram à morte da mãe de Exotic, Shirley. No caso deste último processo, Exotic está buscando mais US$ 15 milhões, elevando o total para quase US$ 94 milhões (via Cinema Blend).

Trailer

Todos os episódios de A Máfia dos Tigres estão disponíveis na Netflix.

 

Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

1 comment

Add yours

Post a new comment