A perturbadora abertura de Dexter

Acordar de manhã, moer grãos de café, preparar ovos e suco, tomar um banho e se barbear. Todos esses atos rotineiros não possuem nenhum impacto emocional… a não ser que você seja um psicopata. A abertura de Dexter aproxima o monstro interpretado por Michael C. Hall das pessoas comuns ao mostrá-lo fazendo coisas normais em mais um amanhecer na Califórnia mudando a óptica do que é mostrado: tudo é sombrio, tudo é pertubador.

Desenvolvido pela Digital Kitchen, sob a proposta de Eric S. Anderson (que também foi responsável por True Blood e Six Feet Under – clique nos links porque já analisamos ambas), a abertura do psicopata preferido de todo mundo foi a vencedora do Emmy Award de 2007 na categoria Outstanding Main Title Design,mas seu conceito passou por diversas reformulações até chegar ao produto final. Até seu logo já foi bem diferente e Anderson explica:

 

Dexter 3Logo originalmente proposto para Dexter.

Continua após a publicidade

Eu vi que as letras que formam a palavra Dexter são quase iguais de cabeça para baixo, assim como é o próprio persongem. Ele não passa por uma enorme transformação quando assume a persona de serial-killer, ele é exatamente a mesma pessoa exceto que algo está errado. A partir daí vi que estávamos indo para algum lugar.”

Explicou o diretor.

 

dEXTERConceitos do dia a dia sendo usados com um novo olhar.

 

Esse conceito de mostrar que, apesar de psicopata ele é a mesma pessoa, norteou as gravações e as subsequentes do que seria feito com a abertura. Após grande discussão com Paul Matheus e os criadores do show, eles propuseram a cena da lámina de barbear, em que Dexter se corta. O único contrário a ela foi o Michael C. Hall. Para ele, era improvável que Dexter se cortasse ou mexesse com seu próprio sangue, só o dos outros. Mesmo com essa objeção, a idéia foi para frente.

Ela se baseia em fotos com close, como àquelas em cenas de crime, mostrando que os afazeres matutinos de uma pessoa podem soar bem sinistros se vistos do ângulo certo (ou errado, no caso… enfim…).

 

DEXTER 2O agoniante close nos pêlos da barba…. seria uma coisa comum, mas aqui não é!

 

A versão foi mostrada ao canal ShowTime e considerada muito perturbadora! Essa versão inicial mostrava  tudo ligeiramente mais macabro e sombrio, e isso preocupou o canal quanto a aceitação e capacidade das audiências em simpatizar com o personagem. Curiosos para ver essa versão “pertubadora”? Ela segue abaixo:

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=gUbVidiTtmg[/youtube]

A versão final reutilizou muitas das cenas, em ângulos e focos diferentes, que somados com a música, davam um clima bem mais sombrio a sequência!

 

O processo de reedição, inclusive da música, perturbou alguns dos seus criadores, especialmente a música escolhida para a versão final, considerada paspalha e boba demais por seu estilo “música de cabaré”. O tema final escolhido, “Miami Beach Rhumba” de Xavier Cugat, só fez sentido para todos depois de uma análise mais prolongada. Era claro que todas aquelas cenas diziam que se tratava de um matador, e o clima é desconstruído no final, pois tudo isso se passa na ensolarada Califórnia – que também tinha que ser retratado. Essa dualidade tornou a abertura ainda bastante perturbadora e com muito mais profundidade.

 

Dexter 4Michael C. Hall e o diretor, conversando em meio as filmagens da abertura.

 

Depois de tantas idas e vindas, com a mudança da música e do logo, além da nova seleção de imagens, a abertura finalizada foi exibida e consagrada com prêmios, além de fazer muitos dos fãs assistirem novamente horrorizados, sem entender muito bem porque aqueles atos cotidianos causavam tanto desconforto. Exatamente o que a equipe esperava desde sempre!

Na minha opinião tanto o logo quanto a abertura antiga seriam excelentes, mas concordo com a maior profundidade da abertura que todos nós conhecemos (especialmente o logo que se enche de sangue e o olhar fixo para a câmera depois de colocar a camisa que o protagonista dá…. assustador!) E vocês, o que acham? Ela segue abaixo:

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=ESicykvHUyk[/youtube]

Referências:

nymag.com

http://www.pastemagazine.com

http://www.artofthetitle.com

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

4 comments

Add yours

Post a new comment