Adeus Grande Família

grande-familia

Continua após a publicidade

 

Essa família é muito unida, e também muito ouriçada…

Não existe brasileiro que não conheça essa música. Não precisa nem ser do samba para gostar, pode ser do rock, do reggae, do funk… É alguém citar esses versos, que todo mundo sabe cantar pelo menos a primeira estrofe. E ao cantar isso, logicamente surgem milhões de lembranças daquela tua família de verdade que é muito unida, mas também muito ouriçada, que brigam por qualquer razão, mas no fim acabam pedindo perdão.

Pois então, ontem, dia 12 de setembro, uma parte dessa nossa família deu adeus para sempre. E mesmo que muitos – assim como eu – tenham abandonado a série há tempos, quem sentou no sofá para ver o último episódio certamente não conseguiu evitar o sorriso no rosto com os olhos levemente marejados. A sensação foi parecida com aquela que temos quando um grande amigo, um bom parente, ou uma fase da sua acaba definitivamente: é um misto de adeus com saudade, que se mistura com boas lembranças, bons sorrisos e momentos que nunca mais voltarão. Foi o fim de marco na televisão brasileira, e tudo isso junto deu um toque especial para esse series finale.

O episódio de ontem mostrou a família Silva atingindo o sucesso, e virando tema da nova série da Globo. Com isso Daniel Filho e trupe chegaram na casa de Lineu para conhecer a família e aprender a representar os novos personagens. Lineu estava receoso no início, já Nenê, que era a mais animada, só ficou meio tensa quando viu Glória Pires representá-la com perfeição. Era como se ela – ou Marieta Severo – sentisse ciúmes da personagem. Já Agostinho fez aquilo em que se especializou a série inteira, morreu pela boca, e seu personagem foi cortado da série.

 

grande-familia-02

 

Mas a melhor parte do episódio ainda estava por vir, era a visita ao Projac. Lá a família fez misérias, como usar Fátima Bernardes como fotógrafa, e causar um rebuliço no set de gravação, mostrando por fim para Daniel Filho que, mesmo com o bom trabalho do elenco escolhido (com nomes como Tony Ramos, Glória Pires, Déborah Secco, Luana Piovani, Alexandre Borges, Lázaro Ramos e Marcelo Adnet) ninguém poderia representar melhor a família Silva do que eles mesmos.

E isso ficou claro no reencontro de Nenê e Marilda, ou melhor, no encontro de Nenê e Andrea Beltrão, que interpretaria Marilda na série fictícia. Adorei o recurso usado de Marilda simplesmente “baixar” em Andrea Beltrão. E mesmo não sendo mais tão fã da série, como não se emocionar com a conversa das duas? Aposto que as lágrimas da Marieta era reais, assim como as nossas. Deu um aperto no coração né!

 

grande-familia-03

 

Na verdade o episódio nem foi tão bom assim, a série teve muitos outros que realmente foram melhores, alguns inesquecíveis como aquele que homenageou Rogério Cardoso. Mas ele fechou de forma redondinha uma série que, mesmo com alguns deslizes e pecando do clássico problema de “durar demais”, foi marcante na vida de um país inteiro. Uma série que fará parte do imaginário popular por muito tempo.

Era hora de acabar? Era. Mas mesmo assim sentiremos falta da jarra de abacaxi, do figurino e armações do Agostinho, do jeito certinho de Lineu, do português do Paulão, do picadinho da Nenê que nunca provamos, mas amamos mesmo assim… Um final correto e cheio de saudade daquela gente que fazia parte da nossa vida, afinal também somos da família e também queremos catucar.

 

grande-familia-01

 

Adeus família Silva! <3

E por fim o vídeo de um dos melhores momentos da série, Seu Floriano dançando Eguinha Pocotó! <3

Homenagem a Rogério Cardoso

Letícia Bastos

Letícia Bastos

Publicitária, social media, mangaká e dançarina em protestos. Também sou apaixonada por séries e admito que novelas são meu Guilty Pleasure. Apaixonada por comédias cult/pop/nerd, ainda pretendo fundar uma seita para os Adoradores de Arrested Development. Aqui no Mix sou editora de Realitys Show e escrevo as reviews de todos os realitys do mundo, como Masterchef BR, The X Factor UK e BR, The Voice US, AUS e BR, BBB e RuPauls Drag Race.

2 comments

Add yours
  1. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 12 setembro, 2014 at 14:50 Responder

    Como eu havia comentado ontem contigo Let, eu gostei, mas esperava mais. Só que uma coisa é inegável, a qualidade que foi o episódio. A segunda metade dele, que foi quando começou a melhorar, era o momento que a ficha começou a cair. Não vou negar que o reencontro entre Nenê e “Marilda” foi muito emocionante, e a Marieta chorou de verdade sim, foi mais que nítido, pra mim foi o ápice dessa series finale. Por mais que a série tenha se perdido nas últimas temporadas, algo normal de acontecer com séries que ultrapassam de 4/5 temporadas, acho dificil por ora surgir na TV brasileira uma série tão boa e de qualidade como essa. Assim como você eu também já havia largado a série há muito tempo, mas foi estranho assistir e pensar que seria a última vez, “última” né pq com certeza não vai demorar muito para o Viva começar a reprisar.
    Ótimo texto Let

  2. Eduardo Nogueira
    Eduardo Nogueira 12 setembro, 2014 at 14:50 Responder

    Como eu havia comentado ontem contigo Let, eu gostei, mas esperava mais. Só que uma coisa é inegável, a qualidade que foi o episódio. A segunda metade dele, que foi quando começou a melhorar, era o momento que a ficha começou a cair. Não vou negar que o reencontro entre Nenê e “Marilda” foi muito emocionante, e a Marieta chorou de verdade sim, foi mais que nítido, pra mim foi o ápice dessa series finale. Por mais que a série tenha se perdido nas últimas temporadas, algo normal de acontecer com séries que ultrapassam de 4/5 temporadas, acho dificil por ora surgir na TV brasileira uma série tão boa e de qualidade como essa. Assim como você eu também já havia largado a série há muito tempo, mas foi estranho assistir e pensar que seria a última vez, “última” né pq com certeza não vai demorar muito para o Viva começar a reprisar.
    Ótimo texto Let

Post a new comment