Alguém Tem Que Morrer: Spoilers e o final explicado da série

Alguém Tem Que Morrer final Spoiler

O desfecho da série da Netflix; Confira SPOILERS

Alguém Tem Que Morrer é um drama espanhol sobre um menino que é convidado a voltar para sua terra natal, a Espanha, depois de passar 10 anos no México. Embora sua família queira que ele se case e se estabeleça, ele tem outros planos. Situado na conservadora Espanha dos anos 1950, a série explora vários temas como amor, sexualidade, ciúme e aceitação. Estrelado por Carmen Maura, Cecilia Suárez, Ernesto Alterio e Alejandro Speitzer, é uma série limitada que tem um impacto sério. (Spoilers à frente!)

Sinopse

Gabino, que está há 10 anos no México, volta à Espanha com o amigo Lázaro. Sua família espera que ele se acalme. O pai, Gregorio, quer que ele se case com Cayetana, pois tem negócios com a família dela. Mas Gabino não está pronto para isso e, em breve, rumores sobre sua sexualidade se espalham. Mina, a mãe, tem empatia pela situação de seu filho, mas ela também tem sua própria cota de fardos. Vários conflitos surgem dentro e fora da família à medida que segredos do passado ganham vida.

Elenco Alguém Tem Que Morrer

Imagem: Divulgação

A trama final

Gregório tira o filho da prisão e segue para o clube onde Mina e Lázaro foram pegos juntos. No trajeto até lá, ele diz a Gabino que se enganou sobre mais de uma pessoa em sua vida. Nesse ínterim, Dõna Amparo conhece Mina. A avó afirma que sabia que o casamento de Gregorio e Mina seria um desastre, mas ela não achava que sua nora traria tanta vergonha para o nome da família. Quando Mina diz à velha senhora para ir direto ao ponto, Amparo pergunta à nora se ela não tem respeito e condescende com a herança mexicana de Mina.

Continua após a publicidade

Mina não é dócil e diz a Amparo que seria impossível alguém se dar bem com a matriarca, pois ela não é confiável. Então, Amparo revela por que ela matou seu marido – foi para ganhar sua liberdade. Ela explica que as pessoas entram no casamento com “lentes cor-de-rosa”, mas essa fachada desmorona. Em breve, eles só terão duas opções – suportar a miséria ou acabar com ela. Amparo escolheu este último no dia em que atirou no marido. Embora o jovem Gabino tivesse visto tudo, ela achou que poderia confundi-lo. Mas, infelizmente, a criança estava decidida no que viu.

Amparo então chama seu próprio neto de caluniador e diz que ela deveria ter “terminado o trabalho” naquele dia. Ela deveria saber que um homossexual nunca poderia guardar um segredo. Ela sai da sala, que é quando Gregorio entra no clube. Ele empurra sua mãe contra a parede e pergunta por que ela matou seu pai. Então, Amparo responde pedindo-lhe para matá-la se ele realmente acha que sua mãe é uma assassina. Embora evidentemente agitado, ele me solta.

O desfecho

Gabino está em seu carro quando Alonso entra e tem uma conversa muito honesta sobre sua própria sexualidade. Ele explica que, quando as pessoas precisam esconder quem são, podem enlouquecer. Mas ele está feliz por Gabino saber que ele também é gay. Alonso então pega a pistola de volta. Embora Gabino ainda esteja bravo e diga a ele para ir embora, Alonso pergunta como é amar um homem. Gabino descreve seu primeiro encontro sexual com um menino vizinho quando ele estava na casa de seus avós. Ele diz que podia sentir tudo naquele momento. Alonso encosta a arma no queixo ao ouvir a bela descrição de algo que ele nunca poderia ter, mas Gabino consegue convencê-lo a não puxar o gatilho. Então, Alonso começa a chorar e seu amigo o consola.

No entanto, Gabino vê seu pai levar Mina e Lázaro para o bosque atrás do clube, onde aponta um rifle para eles. Felizmente, o filho e seu amigo chegam a tempo. O pai afirma que não vai permitir que tal comportamento seja tolerado e diz a Gabino que a mãe dormiu com o amigo. Em seguida, Gregorio pede ao filho que atire neles para restaurar sua dignidade. No entanto, Gabino não consegue.

Gregorio fica extremamente irritado e aponta uma pistola para a cabeça de Gabino enquanto desrespeita sua sexualidade. Mas o pai é morto a tiros por Alonso, que por sua vez é morto por Amparo porque ela não vai deixar ninguém destruir o que ela construiu ao longo dos anos. Lázaro tenta fugir da avó, mas ela atira na perna dele. Então, ela caminha até ele e o mata. Em seguida, Gabino aponta uma pistola para ela. Ela pergunta a ele se a cena parece familiar (claro, referindo-se ao assassinato de seu marido). Gabino diz que ele pode simplesmente ter o sangue de Amparo fluindo em suas veias e atira nela. No final, apenas sua mãe e ele sobrevivem à provação. A cena termina com eles parados sobre o cadáver de Lázaro.

Gabino visitou David?

Em uma cena em que Gabino fica preso, ele encontra o mesmo prisioneiro a quem Gregorio o levou a interrogatório. O presidiário também é homossexual e alimenta baratas com sua comida para divulgar os nomes dos demais membros da comunidade gay. Agora, Gabino o tem como companheiro de cela. David, o homem que este último ama, mora no nº 15, Apodaca. O prisioneiro pede a Gabino que visite David (se ele conseguir sair da prisão). Ele também exige que o protagonista diga a David para se esconder. Afinal, o jovem detido não tem certeza de quanto tempo poderá aguentar sem dar um nome.

Embora o enredo não responda a essa pergunta, achamos que Gabino pode ter visitado David. Em primeiro lugar, o protagonista provou, repetidamente, que não se preocupa muito com o que a sociedade pensa dele. Mesmo quando a família quer que ele se estabeleça, ele tem planos de ir a Paris com Lázaro. Visto que Gabino vê seu pai interrogar o prisioneiro, parece que ele seria muito solidário com a situação de seu companheiro de cela. Com a morte de Gregório, o filho também não terá que zelar pela sua retaguarda.

Além disso, Gabino também não divulga o fato de Alonso ser gay. Quando este quer acabar com sua vida, o protagonista lhe diz que eles devem estar presentes um para o outro. Igualmente, tendo perdido o homem que amava, Gabino não gostaria que outros passassem pela mesma dor. Se extrapolarmos todos esses sentimentos para atender à sua personalidade, parece que Gabino teria feito a escolha de visitar David.

Para onde foi Rosario?

A única razão pela qual Rosário está trabalhando com a família em primeiro lugar é usar o selo da prisão para ajudar seu marido comunista, preso. Depois de entregar a Gregorio a carta que implicava Amparo no assassinato do avô, ela não está em lugar nenhum. Não há ninguém na cozinha e o colchão do quarto dela também está dobrado ao meio, indicando que ela largou o emprego. Afinal, quando ela perde o marido, ela não tem motivo para permanecer sob o comando de Gregorio. Achamos que Rosario provavelmente foi para a casa de seu filho, para ficar com a família que ainda tem por perto.

E então, você gostou do final de Alguém Tem Que Morrer? Deixe nos comentários e, igualmente, continue acompanhando todas as novidades do mundo das séries aqui no Mix de Séries.

  • Além disso, siga nossas Redes Sociais (InstagramTwitter, Facebook).
  • Baixe também nosso App Mix de Séries para Android no Google Play (Download aqui) e fique por dentro de todas as matérias do nosso site.
Anderson Narciso

Anderson Narciso

Criador, editor e redator do site Mix de Séries, é apaixonado por séries desde sempre. Fã incondicional de One Tree Hill, ER, Friends, e não perde um episódio da Franquia Chicago.

No comments

Add yours