Amazon considera abandonar voto popular para produção de novas séries

Imagem: Amazon/Divulgação (04)

Adotando um sistema pioneiro de voto popular para determinar o que deve (ou não) ser produzido desde quando entrou no mercado de séries originais, a Amazon pode abandonar tal método após cinco anos. As informações são do Deadline.

No decorrer dos anos, a Amazon Studios também experimentou outra estratégia de produção ao encomendar primeiras temporadas sem a necessidade de um piloto para avaliação, como Goliath, Carnival Row, The Romanoffs, Tom Clancy’s Jack Ryan, Homecoming e a recém aprovada série baseada na franquia de Senhor dos Anéis.

Fala-se da possibilidade em não disponibilizar pilotos na plataforma digital para voto do público, mas sim deixar o processo de decisão para os executivos e as produtoras envolvidas tomando como base testes e pesquisas de mercado, o que a ABC, CBS, NBC e tantas outras já fazem. Desta forma, o diferencial da Amazon que é a interatividade com o público na hora de produzir conteúdos iria acabar.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que nada muda neste momento, até porque a Amazon lançou recentemente seus novos pilotos para Fall Season, como Love You More, dos criadores Bridget Everett, Michael Patrick King e outros; Sea Oak, estrelado por Glenn Close e The Climb, criado por Diarra Kilpatrick.

O processo de escolha foi criado por Roy Price, Presidente da Amazon Studios que renunciou ao cargo meses atrás após várias acusações de assédio sexual. A ideia à época era de dar oportunidade a todos os assinantes da Amazon Prime Video em escolher o que provavelmente seria produzido.

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

1 comment

Add yours

Post a new comment