American Crime Story: segunda temporada fica para 2018 e Lady Gaga não será Donatella Versace

Imagem: FX/Divulgação

Continua após as recomendações

A segunda temporada de American Crime Story, que será focada no furacão Katrina, vai sofrer atraso em sua estreia. A informação foi dada pelo presidente da FX, John Landgraf, durante o painel do canal na Television Critics Association. Segundo o TV Line, uma das causas do adiamento é porque a produção do sucessor do aclamado People v. O.J. Simpson ainda vai começar.

Landgraf revelou que a atração ficou para ser exibida em 2018 por questões criativas, as quais enquanto People v. O.J. Simpson foi desenvolvida, eles já tinham um bom material para ir adiante. Os roteiros, o desenvolvimento de personagens e tramas já estavam praticamente prontos, mas devido ao fato das gravações acontecerem em Nova Orleans, há certa preocupação com furacões, tendo épocas certas do ano para fazer isso.

Continua após a publicidade

Por conta desse atraso, KatrinaVersace serão exibidas no mesmo ano, indo cada uma ao ar no intervalo de seis meses. Falando sobre a terceira temporada do show, Ryan Murphy aproveitou a ocasião para desmentir um dos principais boatos que vêm circulando há algum tempo.

De acordo com o TV Line, o criador da série desmentiu a informação de que a cantora Lady Gaga estaria escalada para interpretar Donatella Versace na história.

Gaga, que foi destaque na saga Hotel da outra franquia de Murphy, American Horror Story, e teve uma pequena participação na recém finalizada temporada, Roanoke, era apontada como praticamente certa para interpretar a designer de moda italiana. A terceira temporada de American Crime Story será focada no assassinato do irmão de Donatella, o estilista Gianni Versace, assassinado em 1997 pelo serial killer Andrew Cunanan.

Intitulada até então como Versace/Cunanan: American Crime Story, a temporada composta por dez episódios será baseada no livro Vulgar Favors, da escritora da Vanity Fair, Maureen Orth.

Nenhum comentário

Adicione o seu