American Horror Story – 5×07 – Flicker

Imagem: thepostathens

 

Continua após publicidade


Chegamos ao sétimo episódio de Hotel. Teremos respostas para coisas que nos foram jogadas e esquecidas? Será que Sally vai sair da geladeira em que a colocaram? As crianças albinas terão algum propósito? Vão falar sobre o Baby Gaga? Vão ser mostradas as consequências do excelente plot da matança das crianças na escola? Mas é claro… que não. Vamos focar no pior detetive do mundo e na Condessa.

Continua após a publicidade

John Lowe está caducando. O cara já não enxergava o óbvio e agora, com problemas mentais, se derem duas tartarugas pra ele tomar conta, uma delas vai fugir. Ele chora as pitangas no psiquiatra e se mostra obcecado pelo assassino dos dez mandamentos. John conhece Wren, uma menina que é testemunha ocular das práticas do serial killer. Parece que ele finalmente vai poder desvendar os crimes, pois só alguém apontando pra ele ter alguma chance.

Continua após publicidade

Lady Gaga e Kathy Bates tem uma conversa muito edificante e necessária sobre depilação anal. Quando se fala em ânus, já sabemos de onde vem saindo os roteiros desta temporada. Também é aquilo que a Gaga fica na mão, ao ver que dois operários foram mortos por algo assustador até mesmo pra ela.

Achei que tinha ficado livre do Zoolander, mas o cabide de empregos de AHS funciona a todo vapor. Deram um jeito do ator voltar pro seriado, mas na pele de outro personagem. Sim, tome flashback na cara, tome mais feedback da Condessa Gaga. Em 1925, ela era uma figurante em Hollywood e o ex-Zoolander agora interpreta o ícone do cinema, Rodolfo Valentino. É impressionante como em tudo que esse cara faz, eu vejo o Dandy do Freak Show, dessa vez com sotaque. Fiquei esperando a mãe dele entrar em cena a qualquer momento.

Continua após publicidade

*Pausa pra uma constrangedora cena de tango.*

Meu Deus!!! Meu coração deu uma leve parada. Alexandra Daddario entrou em American Horror Story. Minha paixão por ela já garante duas estrelas pro episódio. Depois disso, perdi o foco. Só sei que ela interpreta Natacha Rambova, a esposa de Valentino. Que mulher gente, que mulher. Me chama de Percy Jackson e rouba todos os meus raios, sua linda.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

Vale mencionar que colocaram um ator feio pra fazer o galã Valentino (que na vida real era bonito), ao mesmo tempo em que botaram uma mulher MARAVILHOSA pra fazer a Natacha (que era feia).

*pausa pra uma segunda cena constrangedora de tango, recompensada por um ménage com direito a beijo Gagaddario*

Depois da morte de Valentino, nossa Lady protagonista tenta se matar e é salva pelo James March Mercúrio dos X-Men, que andava sumido, mas voltou a dar as caras. Descobrimos também que a Poker Face se casou com o Mercúrio e, surpresa, temos outra cena de sexo com ela, que está mais rodada que cigarrinho de maconha na mão do Gregório Duvivier.

Imagem: WSJ Blogs

Para mostrar luto, Condegaga usa um figurino recém saído de seus shows, parece até um personagem do jogo Silent Hill. É revelado que Rodolfo Valentino está vivo. Ele e sua mulher são os responsáveis pela transformação da Gaga em vampira. Em uma excelente brincadeira com o expressionismo alemão, Valentino conta que foi transformado em vampiro pelo diretor F. W. Murnau, o mesmo que dirigiu Nosferatu (1922). Toda a homenagem ficou muito bem feita, com excelente fotografia e edição, garantindo mais uma estrelinha pro episódio.

De volta ao tempo presente, nos é revelado que Rodolfo Valentino e Natacha Rambova são as criaturas que viviam nas paredes. Tomado pelo ciúme, Mercúrio foi quem os prendeu no Hotel Cortez. Sim, eles passaram muito tempo presos se alimentando de ratos, mas uma pequena fuga e alguns litros de sangue, são o suficiente pro Valentino ganhar até o que parecem ser luzes no cabelo.

A estranha menina Wren iria levar Lowe ao encontro do assassino em série, mas como além de péssimo detetive, o cara também é azarado, a garota desiste e corre pra rua. Flicker” termina com o atropelamento repentino dela, bem ao estilo dos filmes da série “Todo Mundo em Pânico”.

Pois é, AHS segue assim, enchendo a tela de personagens novos, como se já não fosse suficiente deixar os que tem completamente abandonados na trama. Comparado ao lixo que foi o episódio anterior, tivemos mais uma pequena subida nessa gangorra sem fim. Pelo menos existe um padrão: A bunda da Lady Gaga tem que aparecer em todo capítulo, e isso nunca é ruim.