Amizade colorida, PA, amigos com benefícios, whatever

A sociedade prega pelo amor ao próximo e no caso, a um próximo, não é mesmo? A moral da monogamia e da construção de uma família clássica vem da união de um pai e uma mãe, isso é o que temos aprendido a anos a partir das convenções do século. Mas de uns tempos pra cá, não é novidade que a ordem é ser feliz! Seja com pessoas do mesmo sexo, seja com 3 pessoas diferentes ao mesmo tempo ou seja com seu melhor amigo, opa pera! É explorando com muita zoeira e diversão que a série Friends With Benefits fala sobre esse assunto, que ainda é tabu em determinadas gerações e lugares desse mundo.

Continua após as recomendações

No Brasil, todo mundo é de todo mundo e quem se ama e se quer, não tem muito o que os impeça. Afinal, somos um país livre e não rola aquilo de casamento arranjado e tals. O que é lindo! Podemos conhecer diferentes pessoas e nós mesmos nessa jornada chamada vida! Mas quem ainda não tem muita coragem de partir pro abraço, pode ter uma pequena ideia de como é ter uma relação com seu melhor amigo nessa série, que conta como 5 amigos vivem sua vida de adulto se descobrindo todos os dias (mas em segredo). A história se passa em Chicago e mostra direitinho dois amigos que sabem muito bem ~usarem seus corpitchos~ enquanto estão a procura do companheiro perfeito. Os principais são o Ryan Hansen, que já fez diferentes séries engraçadinhas (vocês vão reconhecer ele!) e a queridona esposa do  Jensen Ackles (Dean!!), Danneel Ackles que são muito muito muito amigos e que usam dessa façanha para o tempo livre. Tem a amiga bartender, o amigo nerd rico e o amigo mulherengo, todos juntos, confidentes e mantém um atualizado dos casos do outro, tirando os casos ~internos.

Muito simpática, divertida e que te faz querer ter amigos assim com mente aberta, essa série foi criada por um dos caras responsáveis por Arrested Development e durou 13 episódios só 🙁 Mesmo assim, é a típica série pra gente assistir enquanto nossas amadas estão de férias de midseason!

Continua após a publicidade

 

 

Nenhum comentário

Adicione o seu