Após Kevin Spacey assumir que praticou assédio sexual, público pede cancelamento de House of Cards

Imagem: David Giesbrecht/Netflix (Divulgação)

Em entrevista ao portal BuzzFeed no último domingo (29), Anthony Rapp acusou o ator da série House of Cards, Kevin Spacey de assédio sexual. O fato teria ocorrido em 1986 quando Spacey tinha 26 anos enquanto Anthony apenas 14. Ambos estrelavam peças da Broadway na época.

Spacey se retratou no twitter dizendo – “Eu tenho muito respeito e admiração por Anthony Rapp como ator. Estou horrorizado com essa história. Honestamente não me recordo deste encontro, são mais de 30 anos. Mas se aconteceu o que ele descreve, eu devo à ele as mais sincera desculpas por algo que teria sido um comportamento de bêbado completamente inaceitável. Peço perdão por todos os sentimentos que ele carregou por todo esse tempo.”

Spacey continuou dizendo: “me sinto encorajado a falar sobre outras coisas da minha vida. Como os mais próximos de mim já sabem, na minha vida eu tive relacionamentos com homem e mulheres. Amei e tive relacionamentos com homens durante minha vida e agora escolho viver como um homem gay. Quero lidar com isso de forma honesta e aberta e isso começa por avaliar meus próprios comportamentos.

Continua após a publicidade

Spacey foi criticado pela sua postura em misturar o caso de assédio com sua orientação sexual e agora o público pede que o ator seja retirado da série, cuja produção da sexta temporada acontece atualmente em Maryland, para que ele seja punido de alguma forma e não saia impune após uma acusação tão grave como esta.

“Você não lembra do incidente mas lembra de estar bêbado?”
“Netflix precisa cancelar House of Cards. Ele não pode sair impune” disseram alguns usuários do twitter.

“Kevin Spacey está dando uma de House of Cards, tentando mudar a narrativa de assédio sexual para falar sobre sua orientação sexual”

“Netflix, tirem Kevin Spacey e façam o show sobre Claire Underwood. Obrigada.”

Enquanto isso o criador do drama político, Beau William, atualmente trabalhando numa nova série de ficção científica para o Hulu, The First, publicou uma nota no Twitter na tarde desta segunda-feira (30), afirmando “apoiar a coragem do Sr. Rapp” que julga as alegações como “expressivamente perturbadoras” e que durante seu convívio com o ator nas gravações “não testemunhou nem soube de algum malfeito seu“.

A Netflix ainda não se pronunciou sobre o assunto.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours