Apresentador Ryan Seacrest foi acusado de assédio sexual por estilista

Imagem: TV Guide/Release/Divulgação

Continua após as recomendações

Detalhes sobre a acusação vieram a público…

O apresentador do American Idol, Ryan Seacrest, foi acusado de assédio sexual por uma estilista no final do ano passado. Os detalhes – e a conclusão – do caso veio a público somente agora.

Em uma entrevista com a Variety, a acusadora, Suzie Hardy, entrou em detalhes sobre as acusações que ela fez contra Seacrest enquanto ela estava trabalhando para ele como um estilista pessoal no E! News.

Continua após a publicidade

Ela afirma que Seacrest “pressionou seu pênis ereto contra ela, tocou sua vagina e bateu sua nádega com tanta força que deixou marcas”. Ela também descreveu um cenário onde Seacrest a jogou na cama do quarto de hotel e subiu sobre ela apenas de cueca.

Assim que ela trouxe as acusações para o recursos humanos, a estilista foi demitida.

Seacrest lançou uma nota, comentando as acusações. “Recentemente, alguém que trabalhou como estilista de guarda-roupa pra mim há quase uma década na E! News, apresentou uma queixa sugerindo que eu me comportei inapropriadamente em relação a ela“, disse Seacrest. “Se eu a fiz sentir qualquer coisa, menos respeitada, sinto muito“.

Investigação identificou “falta de provas”

Depois que as acusações se tornaram públicas, um investigador externo foi levado para a E! News, afim de determinar se havia evidências suficientes para corroborar as alegações de Hardy. Após uma investigação de dois meses, o caso foi encerrado alegando que havia “provas insuficientes para apoiar as reivindicações contra Seacrest“.

O TV Guide publicou nota nesta terça (27), destacando que Hardy chamou a investigação de tedenciosa, afirmando: “Eu senti como se estivesse em um interrogatório, era óbvio que o investigador estava do lado de Seacrest“.

O advogado de Seacrest, Andrew Baum, disse à Variety que Hardy pediu a Seacrest US $ 15 milhões em troca de não divulgar suas alegações, o que o advogado de Hardy negou.

Nenhuma prova do pedido monetário foi fornecida.

Nenhum comentário

Adicione o seu