Arrow – 2×22 – Streets of Fire

ggghhhh00rrrr

Continua após as recomendações

 

O penúltimo episódio da segunda temporada de Arrow, sem dúvida alguma, foi o melhor episódio da série até agora. Mais uma vez focada no Team Arrow – Oliver (Stephen Amell), Diggle (David Ramsey) e Felicity (Emily Bett Rickards), o episódio evidencia a luta do trio em busca da cura, capaz de deter todos os soldados geneticamente modificados de Slade (Manu Bennett) salvando assim a cidade da barbárie que se instalou, ao mesmo tempo que Sara (Caity Lotz) se descobre cada vez mais como uma heroína no caos da cidade ao salvar inocentes.

Continua após a publicidade

Slade ordena que todos os seus soldados destruam a cidade, matando todos os civis que encontrar pelo caminho. Felicity recebe uma ligação de um funcionário de um laboratório que conseguiu desenvolver a cura, mas Slade intercepta a ligação e recupera a vacina antes dela. Julgando estar tudo perdido, Oliver perde as esperanças, sendo consolado por Felicity numa cena memorável digna do Emmy. Felicity faz nascer em Oliver novamente a esperança, sendo sua força para continuar e vencer.

Arrependido de ter se aliado a Slade, pois ele planeja destruir a cidade, Blood (Kevin Alejandro) se une a Oliver, Diggle e Felicity para detê-lo, dando ao trio a vacina que Slade roubou. Oliver testa a vacina em Roy (Colton Haynes) ao mesmo tempo que descobre que Amanda Waller (Cynthia Addai-Robinson) planeja destruir a cidade para deter a fúria de Slade.

Enquanto isso, Thea (Willa Holland) é salva dos soldados de Slade por Malcom (John Barrowman). Supostamente ela alveja ele com vários tiros de sua arma.

Nos eventos da ilha, Oliver vai em busca de Sara, que fora raptada por Slade, mas ambos são cercados por ele e seus capangas. Slade mostra a dupla que está com a vacina para sua cura.

Streets of Fire é até agora o melhor episódio dessa temporada. Esse episódio simplesmente definiu quem é o Arqueiro Verde e a Canário Negro, tão amados e queridos pelo público nos quadrinhos da DC Comics. A cena em que Sara se descobre e se vê como heroína ao salvar um bebê é emocionante. Caity Lotz está fazendo um trabalho espetacular e magnífico como a heroína mascarada Canário Negro.

gtyyyuuu00rrrrMas o grande destaque do episódio mesmo foi Felicity Smoak, interpretada pela atriz Emily Bett Rickards. Suas cenas sem sombra de dúvida foram as melhores do episódio e seu relacionamento com Oliver vale cada minuto do mesmo. Oliver jamais seria um herói completo sem Felicity ao seu lado. Ela claramente é o alicerce e a estrutura da vida dele, tanto como homem quanto como herói. Slade sabe disso e ameaçou Oliver que mais alguém haveria de morrer. A pessoa que ele mais ama. Especulam ser essa pessoa Felicity. Sara é querida por Oliver, seu braço direito, mas nunca foi seu grande amor. Laurel foi amada um dia por Oliver, mas hoje não resta mais nada entre eles a não ser um carinho fraternal. Mas Felicity é o amor da vida dele disfarçada de ajudante e amiga. Eles se amam, mas não se deram ainda conta disso. Mas Slade e Isabel (Summer Glau) já descobriram isso. Inclusive Isabel nesse episódio prometeu assassinar Felicity.

O último episódio da temporada promete dar continuação a esse, sendo tão bom quanto. As vidas de Oliver, Felicity e Slade prometem se entrelaçar num emaranhado de dor e superação.

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

6 comments

Add yours
  1. Avatar
    Brunielly Ferreira 9 maio, 2014 at 16:44 Responder

    Simplesmente perfeita review. Sintetizou de uma maneira ímpar, gentil e carinhosa o que foi para muitos esse episódio.Adorei!

  2. Avatar
    Brunielly Ferreira 9 maio, 2014 at 16:44 Responder

    Simplesmente perfeita review. Sintetizou de uma maneira ímpar, gentil e carinhosa o que foi para muitos esse episódio.Adorei!

  3. Avatar
    Graça Pereira 9 maio, 2014 at 21:39 Responder

    Perfeita essa review. Você conseguiu colocar em palavras tudo que senti nesse episodio. mas não tenho talento pra escrever.

    Quando eu crescer quero escrever igual a você. Mil vezes parabéns!

  4. Avatar
    Graça Pereira 9 maio, 2014 at 21:39 Responder

    Perfeita essa review. Você conseguiu colocar em palavras tudo que senti nesse episodio. mas não tenho talento pra escrever.

    Quando eu crescer quero escrever igual a você. Mil vezes parabéns!

  5. Avatar
    larissa 10 maio, 2014 at 03:59 Responder

    “Mas Felicity é o amor da vida dele disfarçada de ajudante e amiga” e “Caity Lotz está fazendo um trabalho espetacular e magnífico como a heroína mascarada Canário Negro.” fizeram com que eu diga que você é uma pessoa que não só entende de televisão, comportamento, mas também da HQ e por isso oh, tá de parabéns! Achei a resenha ótima, e dá pra ver o fã e o escritor da resenha bem colocados e devidamente separados, ao mesmo tempo. Muito bem feita, normalmente não leio muitas, acho cansativas, mas você foi prático, simples e ainda assim expressou super bem o sentimento de quem viu esse episódio.

  6. Avatar
    larissa 10 maio, 2014 at 03:59 Responder

    “Mas Felicity é o amor da vida dele disfarçada de ajudante e amiga” e “Caity Lotz está fazendo um trabalho espetacular e magnífico como a heroína mascarada Canário Negro.” fizeram com que eu diga que você é uma pessoa que não só entende de televisão, comportamento, mas também da HQ e por isso oh, tá de parabéns! Achei a resenha ótima, e dá pra ver o fã e o escritor da resenha bem colocados e devidamente separados, ao mesmo tempo. Muito bem feita, normalmente não leio muitas, acho cansativas, mas você foi prático, simples e ainda assim expressou super bem o sentimento de quem viu esse episódio.

Post a new comment