Arrow – 3×02 – Sara

Arrow-302-2

Continua após publicidade

O segundo episódio da terceira temporada de Arrow se configura em um dos mais tristes da série até o momento. O episódio leva como título o nome de Sara Lance, a primeira Canário Negro da série, assassinada por um vilão misterioso no episódio passado. “Sara” retratou as diversas formas com que as personagens do show lidam com a morte, ao mesmo tempo que foca especialmente na reação da irmã mais velha da nossa heroína falecida, Laurel Lance. Katie Cassidy deu um show de atuação nesse episódio. E essa temporada promete ser exclusivamente dela.

Continua após a publicidade

Após levar o corpo de Sara para a Cave, onde estão reunidos Oliver, Diggle, Roy e Felicity, Laurel demonstra a Oliver que quer se vingar do arqueiro que assassinou sua irmã. Oliver promete a promotora que irá achar o responsável por isso. Graças às investigações de Diggle na A.R.G.U.S., eles encontram o registro de um assassino, que poderá ser o suposto assassino de Sara. Laurel, cega pelo ódio e pela dor de perder Sara, parte em busca do assassino, não medindo as consequências de seus atos.

Continua após publicidade

Arrow_3x02_Extended_Promo_-Sara-_(HD)_Season_3_Episode_2O assassino é rastreado por Felicity, e seu nome é Komodo. Oliver interroga o vilão, que declara ser inocente do assassinato de Sara. Laurel chega em seguida e atira no vilão, almejando sua morte, mas Oliver havia retirado as balas de sua arma. Esse episódio evidenciou o temperamento explosivo de Laurel, muito similar ao de Sara, típico da heroína Canário Negro. As expressões faciais, a motivação, a dor da personagem, tudo isso se via no olhar de desespero e raiva da personagem Laurel Lance. Há muito tempo não me divertia tanto assistindo um episódio tão bom da Laurel. Com certeza depois desse episódio a audiência enxergará Laurel de outra forma.

Infelizmente, o caminho que escolheram para traçar a origem da segunda Canário Negro não me agradou. Nas HQs jamais a vingança foi o caminho que inspirou Laurel a vestir o manto da mãe. Mas seja como for, Katie Cassidy mostrou que consegue achar o tom certo da personagem em ação, mostrando que sua versão de Canário Negro não decepcionará.

Continua após publicidade

Outra personagem que deu um show de atuação também foi Emily Bett Rickards com sua Felicity Smoak. A personagem sofreu demais com a morte de sua amiga Sara e confrontou Oliver por ele ser tão frio. O episódio mostrou o quanto eles são diferentes ao enfrentarem uma tragédia e a enxergarem a vida. Felicity carrega uma pureza na alma quase inerente no ser humano nos dias de hoje. Com certeza a personagem é a mais emocional do seriado.

O episódio termina focando no treinamento de Thea, ao lado de Malcolm, dando uma premissa do que ainda está por vir.

No geral, o episódio foi bem melhor que o primeiro, mas se compararmos os dois primeiros episódios da primeira e segunda temporada com os dois primeiros da terceira, até o presente momento, a terceira temporada tem se mostrado a mais fraca da série.