Arrow – 4×13 – Sins of the Father

380595

Imagem: Banco de Séries

Continua após as recomendações

 

Sinceramente, foi bem complicado assistir os 30 primeiros minutos de episódio e não pegar no sono. Com cenas bem descartáveis, a trama girou em torno da vontade de Nyssa ser a nova Ra’s e do egoismo de Malcolm em trocar o poder de chefe da Liga pela vida de Thea. Dentre várias mortes pela cidade, combate dos dois lados nas ruas, sangue derramado por todo o lugar, tivemos que aguardar mais da metade do episódio para finalmente ver uma boa cena de luta acontecer.

Continua após a publicidade

Mas antes de falar sobre os grandes acontecimentos do final do episódio, não podemos deixar de mencionar o núcleo drama familiar mimimi do episódio. Felicity sai pra jantar com seu pai e ele já joga na lata sua identidade como o Calculador. Ele pede a filha uma chance de provar que ele não é tão mal assim, mas falha consideravelmente tentando roubar as informações da Palmer Tech. A garota se vendo sem escolhas, chama Capitão Lance para participar do episódio e manda prender seu pai. #tenso

Depois desse momento novela das nove, voltamos ao que realmente interessa. No meio do dilema “Quem será o novo Ra’s?”, nosso Arqueiro lembra da maratona de Game of Thrones que assistiu com Felicity e propõe um julgamento por combate. Aí que entra o lado malandro de Oliver, que por ser casado com Nyssa, luta contra Malcolm em seu lugar. Depois de 3 anos de espera, você finalmente acredita que o desgraçado vai morrer, e o espirito Star Wars baixa em Oliver, fazendo-o cortar a mão de Malcolm para pegar o anel.

380602

Imagem: Banco de Séries

A troca é feita, todos estão vivos e felizes certo? Errado. Nyssa cria um encontro entre a cúpula do episódio e proclama sua decisão de acabar com a Liga, derretendo o anel que confere comando ao Ra’s sobre todos seus lacaios. Malcolm, irado com a decisão, promete vingança a Oliver e vai atrás de Damien Darkh. O que poderia ser pior do que a própria morte para Oliver? Ah sim, a morte de seu filho William. E agora nosso vilão tem essa informação em mãos, além de Malcolm como possível aliado.

Por entre minutos descartáveis e cenas totalmente esquecíveis, permanecemos acompanhando a série. Poderia bem reservar um paragrafo para falar sobre Lian Yu, mas aquilo lá já me cansou há tanto tempo que nem vejo tamanha necessidade. A cada episódio estamos mais próximos de descobrir quem matou Odete Roitman foi a grande morte da temporada, e pela promo da próxima semana, espero que as coisas melhorem consideravelmente…

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=gUzgYVf0AGw[/youtube]

Tags Arrow
Lucas Franco

Lucas Franco

Mineiro, Escorpiano, 20 Anos, Estudante de Medicina. Direto do Arkham Asylum para o Mix. Eterno fã de Chuck, E.R. e Friends (RIP). Por entre as madrugadas vive a dualidade dos estudos e das séries. No Mix, escreve as reviews de Quantico, The Good Doctor e Legends of Tomorrow.

2 comments

Add yours
  1. Avatar
    Diogo Azis 12 fevereiro, 2016 at 18:39 Responder

    O episódio em si não foi tão ruim, mas parece que a série entrou naquela fase morna para esquentar somente quando tiver perto do fim. Típico de uma série com mais de 20 episódios. Outra coisa que me incomoda é o fato de não darem uma cadeira de rodas descente para Felicity. Tantos recursos e dinheiro para menina ficar se esforçando p/ conseguir andar? Coitada! O final valeu a pena, e coloquei mais um nome nas possíveis mortes dessa temporada. Boa review Luke!

    • Lucas Franco
      Lucas Franco 12 fevereiro, 2016 at 20:34 Responder

      Valeeeu Di

      Sobre a cadeira eu tava analisando a mesma coisa umas semanas atrás. Que que custa colocar uma controlada, coitada da menina…
      A série tá bem morna mesmo, e espero que dê uma melhorada nas próximas semanas pra chegar no fim quebrando tudo!!
      Só nos resta aguardar…

Post a new comment