Arrow – 5×11 – Second Chances

Imagem: IMDb/Divulgação

Imagem: IMDb/Divulgação

 

Arrow continua nos surpreendendo e, dessa vez, em dose dupla: no passado e no presente.

Desde que a quinta temporada de Arrow deu início aos flashbacks de Oliver Queen na Rússia, a série tem demonstrado que o melhor dessa trama ficou para seu último ano. Toda sua imersão na Bravta, seu envolvimento com os membros e inimigos elevaram a qualidade dessa linha temporal que andava perdida desde que Oliver abandonou a ilha Lian Yu. Mais ainda agora que nos aproximamos de seu desfecho.

Continua após a publicidade

Finalmente fomos apresentados a última mentora de Oliver e também quem descobrimos ser a responsável por guia-lo de volta à Starling City, cinco anos atrás: Talia Al Ghul. O ciclo começa a se fechar agora que descobrimos que Talia foi mestre de Yao Fei Gulong, o primeiro mestre de Oliver. A rápida introdução à personagem ao final do episódio passado nos deixou com um grande questionamento: como Oliver conheceu a filha do Ras’ Al Ghul no passado sendo que Oliver só foi ouvir falar na Liga dos Assassinos na segunda temporada da série? A resposta pra isso está no simples fato de Talia contar bem pouco sobre seu passado (ao menos por enquanto), nem ao menos seu nome de família. Acredito que essa descoberta será feita apenas na trama do presente. Quanto ao segredo de sua juventude, foi dada a pista que provavelmente envolva o Poço de Lázaro. Mais importante que isso é que Lexa Doig tem cumprido seu papel e creio que irá nos presentear ainda com grandes momentos até o fim da temporada.

Arrow 5x11 2Como visto nesse episódio, Talia é quem lhe devolve seu primeiro uniforme e irá mostra-lo como dividir seu foco entre Oliver Queen e The Hood, lembrando-o que seu lugar é em Starling City, salvado a cidade dos nomes listados no caderno de seu pai. É ela também quem usa pela primeira vez a famosa frase que Oliver sempre repete nas aberturas dos episódios. Foi sem dúvidas um dos melhores momentos dentro dos flashbacks da série e já começo a sentir aquele sentimento de que esse pode ser o início do “fim”.

De volta ao presente, Oliver segue em sua missão de encontrar uma substituta à altura da Canário Negro e devo confessor, não só encontrou alguém que se encaixa no perfil como alguém que supera o legado da heroína visto até aqui. Sou um grande fã de Caity Lotz e Katie Cassidy, mas Juliana Harkavy veio para mostrar uma diferença e criar a Canário Negro que esperávamos ver desde o início da série.

Confesso que torci o nariz quando soube que iriam introduzir uma nova Canário Negro na série que não a Laurel Lance, mas Juliana mudou minha opinião grandemente e já a considero uma das minhas personagens favoritas em todo o Arrowverse. Ainda mais após a revelação de seu verdadeiro nome: Dinah Drake!

É visível o quanto Dinah se dará bem no team Arrow como a nova Canário. A atriz é uma mistura do melhor das duas atrizes que já interpretaram a personagem na série: o temperamento e conhecimento em artes marciais de Caity Lotz e o físico e caracterização de Katie Cassidy. Mostrou também boa atuação e ser bem próxima ao Oliver em personalidade. Isso ficou mais visível na cena final no topo do prédio, cena essa aliás que foi muito boa em ação e efeitos. Com certeza a personagem é uma das grandes adições e mudanças nesse quinto ano.

O episódio dessa semana fez também várias ligações com The Flash, como o flashback onde vemos a origem dos poderes de Tina, há três anos em Central City com a explosão do acelerador de partículas no S.T.A.R. Labs e também quando vemos a delegacia de polícia de Central City.

Second Chances representa tudo o que a série tem vivenciado nessa temporada. Os produtores estão tendo uma segunda chance com os fãs ao elevarem a qualidade da série, a personagem Canário Negro está ganhando uma segunda chance agora com a adição de Dinah Drake, e nós fãs estamos ganhando uma segunda chance de voltar a ter Arrow como uma de suas séries favoritas nessa que poderá fechar o ciclo como uma das melhores temporadas.

EASTER EGGS:

– Nos quadrinhos, Dinah Drake Lance foi a primeira Canário Negro. Na Era de Ouro a personagem não era meta-humana. Sua filha, Dinah Laurel Lance era capaz de produzir ondas sonoras muito poderosas, poder conhecido como Grito do Canário, continuando o legado da heroína na fase Pós-Crise nas Infinitas Terras. Dinah Drake voltou a ser a Canário a partir dos Novos 52 e continua agora em Rebirth, atual fase dos quadrinhos.

– Nos quadrinhos, Sean Sonus é também conhecido como Discord, possui poderes sônicos e está sempre enfrentando o Arqueiro Verde e a Canário Negro. Na série, o personagem possui poderes meta-humanos bem próximos dos efeitos acusados pelo Vertigo.

– Esse episódio de Arrow teve várias ligações com os acontecimentos da série The Flash e inclusive teve o crossover mais rápido da TV, quando o próprio Flash apareceu por um segundo em tela. Também teve participação do Capitão David (Patrick Sabongui) na delegacia de polícia de Central City.

 

Tags Arrow
Avatar

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.

2 comments

Add yours
  1. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 15 fevereiro, 2017 at 17:40 Responder

    To chocado que inseriram a Dinah Drake na história. Foi uma boa sacada…
    E poxa, não é possivel que o Oliver n vai saber que a Talia é filha do Ras.
    Muito bom esse episódio..

Post a new comment