Arrow – 5×15 – Fighting Fire with Fire

Imagem: IMDB/Divulgação

O Arqueiro Verde e seus novos recrutas enfrentaram Tobias Church durante os cinco primeiros episódios que serviram como introdução para a temporada. Desde o episódio seis entramos no principal mote desta temporada, agora tendo Prometheus e o segredo de sua identidade como segunda fase que acredito esteja, não acabando, mas transitando neste episódio. Muita coisa aconteceu neste episódio 15 e uma mais empolgante que a outra.

Os acontecimentos dos últimos episódios levaram Oliver a enfrentar e tentar evitar um impeachment histórico como prefeito. A forma como tudo foi conduzido até aqui foi muito interessante de acompanhar. Essa dualidade que Oliver tem enfrentado como prefeito e herói tem sido um dos pontos altos do ano. E aqui o personagem foi obrigado a colocar um contra o outro. Já estou ansioso para ver o que poderá acontecer agora que o próprio prefeito declarou o Arqueiro como inimigo público da cidade. Pelo rumo que a trama tem seguido, sinto que Oliver poderá chegar ao ponto de revelar sua identidade como Arqueiro Verde para o público. Se isso chegar a acontecer, não sei como as coisas poderão ser conduzidas dai pra frente na série. Será um risco e uma virada muito grande e terá que ser muito bem trabalhada caso venha a acontecer mesmo.

Continua após a publicidade

Apenas um ponto que não podia deixar passar. Oliver está brigado com sua namorada Susan. Oliver pede para Felicity, sua ex-noiva, falar com sua namorada atual e ajudar os dois a se acertaram. Enquanto isso Oliver está em julgamento por acobertar a morte do namorado de Felicity. A pergunta é: Onde Oliver estava com a cabeça ao pedir esse favor pra Felicity? E pior: Felicity aceitar numa “boa” e nem ao menos estar presente no julgamento? Seriously?

Thea é outra que cada vez mais se embrenhou na política, mas caiu na lama ao tomar decisões perigosas. Não é de hoje que a vemos tomar as decisões menos prudentes, mas não esperava que fosse deixar seu cargo tão cedo. Agora realmente não sei o que podemos esperar da personagem na série.

Curtis realmente tem me surpreendido nos últimos episódios e nesse mais ainda. Acho que os produtores tem lido minhas reviews, mas Curtis finalmente tem progredido e melhorado. Suas cenas como alívio cômico funcionaram, soaram naturais, não tão forçadas. E vê-lo finalmente construindo e utilizando seus aparatos tecnológicos como Senhor Incrível era o que mais esperava. Espero que continuem a usar suas habilidades e novas armas a partir de agora. Como sempre, suas cenas mais carregadas de drama e emoções tem sido as melhores, assim como foi mostrado no encontro com seu ex. Aqui uma observação: tenho quase certeza que usaram o cenário do café CC Jitters de The Flash para o restaurante neste episódio. Ao menos a porta, o espaço do ambiente, a parede com janelas e as mesas estavam posicionadas da mesma forma.

Por último, a identidade de Prometheus finalmente é revelada. A cena me pegou de surpresa. Honestamente não gostei como a revelação foi conduzida. Esse era um momento importante para a temporada e senti que foi feito às pressas dentro do episódio, parecia que precisavam entregar o segredo logo para darem continuidade aos planos do vilão. Ao menos sabemos agora que Chase não era o Vigilante como imaginávamos, já que o personagem é o herói nos quadrinhos, e essa foi uma grande virada dos produtores. Fora isso, ver Oliver cara a cara com Vigilante e, mais empolgante ainda, Vigilante enfrentando Prometheus foram os pontos altos do episódio. Já que agora sabemos quem é o vilão, o mistério se voltou para a identidade do herói Vigilante. Essa sim poderá ser a grande surpresa do ano. Quais são suas teorias?

E assim entramos no que acredito ser a terceira e última fase dessa quinta temporada. Com a identidade do vilão revelada, rumamos para os momentos finais. Chase agora só tem a crescer como personagem e vilão. O ator não é dos meus favoritos, mas temos que torcer para que esteja à altura do que está sendo preparado. Após 15 episódios de consistência e reviravoltas, sabemos que muitas surpresas ainda podem acontecer e vou estar aqui esperando ansiosamente por elas.

EASTER EGGS:

  • O vilão Prometheus da série não existe nos quadrinhos. No entanto, existem outros dois personagens que utilizam o mesmo apelido, sendo o mais antigo um membro dos Híbridos e o segundo um vilão do Batman e da Liga da Justiça. Recentemente foi morto pelo Arqueiro Verde nas HQs, após destruir diversas cidades, causando a morte de milhões de inocentes.
  • Nos quadrinhos, Adrian Chase foi um dos alter egos do herói Vigilante e sua primeira aparição foi em 1983, em New Titans Annual #2.
  • Nos quadrinhos, o Senhor Incrível é o inventor das Esferas-I (ou T-Sphere, em inglês), um dispositivo de inteligência artificial controlado por sua máscara. As esferas podem voar, criar imagens holográficas, projetar raios de luz, soltar cargas elétricas, invadir computadores e satélites GPS e protege o herói de ser detectado tornando-o virtualmente invisível a qualquer aparato digital. Quando em combate, Senhor Terrível usa de três a dez esferas ao mesmo tempo.
Tags Arrow
Avatar

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.

No comments

Add yours