Arrow – 5×19 – Dangerous Liaisons

Imagem: IMDb/Divulgação
Imagem: IMDb/Divulgação

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Quase um mês inteiro de hiatos e após o final do último episódio, a expectativa para esse retorno estava alta. Só que a volta de Arrow não foi nada animadora. Tivemos um episódio filler que serviu apenas para trabalhar os relacionamentos presentes na temporada e encerrar um arco secundário. Não tivemos flashbacks, Chase/Prometheus e nem ao menos arco e flecha, devido a decisão tomada por Oliver no episódio anterior.

Continua após a publicidade

Sabemos que o formato da série, com temporadas completas de 23 episódios, permite a inserção de inúmero episódios fillers. O problema disso acontecer ao fim de uma temporada é que o episódio cai naquela temida enrolação para preencher a temporada. Ao menos os roteiristas aproveitaram a oportunidade para encerrar um arco secundário que vem crescendo nos últimos episódios, a Helix, cuja única função foi levar Felicity tomar um caminho perigoso que chegou a ser interessante pelo fato de colocá-la contra sua própria equipe, como visto nesse episódio. Perceberam que nada mais poderia ser extraído disso e deram um fim a trama.

Continua após publicidade

Com isso, pistas podem ter sido deixadas de que o controverso romance entre Oliver e Felicity possa ser retomado em algum momento – talvez ao fim dessa temporada ou futuramente. Na minha opinião está muito cedo para trazerem esse plot de volta. A ferida dos fãs ainda não terminou de cicatrizar para ressuscitarem isso ainda nessa temporada. Por mim, tanto Olicity quanto a Helix não precisam voltar mais. Mas quanto a sociedade de hackers pode ser que voltemos a vê-los já que o líder deles, Cayden James, por quem toda a ação do episódio se desenrolou, não mostrou as caras ainda.

Lyla ainda vive à sombra de Amanda Waller, ainda mais agora com a questão levantada por Diggle, o que deixa o relacionamento dos dois por um fio. Foi interessante ver ARGUS versus Helix, mas acho que ainda falta algo em Lyla para torná-la a grande líder. Vejamos o que os roteiristas estão preparando para a personagem.

Continua após publicidade
Imagem: IMDb/Divulgação

Rene é um dos novos personagens que melhor tem crescido este ano, e agora que o relacionamento com sua filha foi retomado, graças a ajuda de Quentin, passamos a conhecer seu lado mais emocional e humano. Curtis, por outro lado, continua tão sem graça e desnecessário que só o que consigo sentir é vergonha alheia. Chega a ser forçado, irritante e totalmente desconexo com o que está acontecendo na cena. Não fosse suas incríveis Esferas T, ele não faria falta. Já Dinah continua cada vez mais entrosada e poderosa, que é até estranho pensar que faz apenas poucos episódios que ela entrou para a equipe.

Com a saída da Helix, o caminho agora está completamente aberto para a caça à Chase/Prometheus. O desenrolar da cena final pode ser interessante e aguardo o confronto do team Arrow com Prometheus, Talia Al Ghul e Artemis. Não é um episódio fraco que irá derrubar a ótima qualidade dessa quinta temporada que ainda poderá nos surpreender até o final.

[spacer height=”20px”]
EASTER EGGS:

  • Este foi o primeiro episódio da série em que Oliver não vestiu o capuz verde.
Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.