Arrow – 6×07 – Thanksgiving

Imagem: The CW/Divulgação

Está se tornando, episódio após episódio, mais claro que esta sexta temporada de Arrow está fazendo algo totalmente diferente em relação ao seu principal vilão.

Rumores apontavam que seria Richard Dragon ou mesmo Cayden James e Laurel Lance versão Black Siren, mas não parece que o show está rumando nessa direção. Para mim, parece que ou não teremos um grande vilão e manteremos essa pegada do que vimos até o momento até lá quase o final da temporada, ou teremos um time formado por alguns desses vilões que nos tem sido apresentados.

Só que temos alguns problemas em relação a esses personagens. Black Siren, apesar de ser uma ótima antagonista, não tem força para sustentar o posto. Cayden James é fraco e um vilão meio deslocado para a série, com base mais para episódios fillers (mesmo após o que foi revelado nesse episódio, que comentarei abaixo). Dragon ainda não mostrou a que veio já que apareceu apenas em um episódio até agora. Vigilante vai e volta na série, mas ao menos desses é o que melhor parece ter uma base para tal posto. É aí que surge uma terceira e, na minha opinião, mais provável opção: e se eles todos estão juntos sob o comando de uma ameaça ainda maior? O verdadeiro vilão da temporada talvez ainda esteja aguardando o melhor momento para dar as caras, enquanto o restante causa problemas para o team Arrow e a cidade.

Continua após a publicidade

No episódio dessa semana muita coisa aconteceu dentro de um roteiro apressado para preparar a história para o grande crossover entre as séries que acontecerá na próxima semana. Vimos “o começo do fim” para Diggle como Arqueiro Verde e o retorno de Oliver como o herói. A trama de Diggle nesta temporada está mesmo interessante, eu adoro o personagem, mas acredito que não será muito decepcionante se voltarmos a ver Oliver como Arqueiro permanentemente. Foi muito interessante vermos as cenas entre Oliver e Diggle cara a cara, revelando verdades, sentimentos e as lutas pessoais que cada um tem passado. A relação entre eles é um grande forte da série desde seu início e cenas como essas contribuem para consolidar essa marca.

Imagem: The CW/Divulgação

A agente Watson, enfim, conseguiu o que queria e vimos Oliver ser preso por ser o Arqueiro Verde e o responsável por diversas mortes. Ela ainda mostrou estar por dentro de muitos detalhes da carreira do principal vigilante de Star City. Mas por que ela está tão determinado a derrotá-lo judicialmente de tal forma sendo que a equipe de heróis tem claramente feito mais bem que mal para a cidade? Seria ela uma agente corrupta e estaria por trás de alguma crimes recentes? Poderia ser ela o tal vilão que ainda não deu as caras, ou no caso a verdadeira cara? Em todo caso, parece que ainda teremos essa trama por mais alguns episódios.

Após armar uma emboscada para Oliver, Cayden James enfim deixou claro a justificativa para seus recentes atos: ele culpa Oliver pelo desaparecimento de seu filho após os acontecimentos finais da Helix na temporada anterior. Isso abre muitas perguntas para serem respondidas ao longo deste ano. Quem é Owen Post afinal de contas? Por que está desaparecido? Seria ele o verdadeiro vilão ainda a aparecer? Só acho estranho Cayden armar um grandiosa emboscada para Oliver como vimos no episódio sendo que até então era Diggle quem vestia o uniforme de Arqueiro Verde. Como Cayden sabia que seria Oliver a aparecer no local como Arqueiro Verde? Estaria o vilão vigiando os passos dos heróis de perto?

Ao final do episódio tivemos ainda o súbito despertar de Thea do coma. O “milagre de ação de graças”, como a desculpa mostrada no episódio já que vemos Oliver pedindo que ela acordasse em sua última visita ao hospital, soou preguiçoso e apressado. Talvez isso tenha acontecido não para o crossover (não me lembro se a atriz está escalada para os episódios), mas para o último episódio antes do hiatos de inverno. Ao menos essa foi a única boa notícia para o team Arrow nesse desastroso Dia de Ação de Graças. Já para nós fãs ainda tem muita coisa boa vinda a seguir: crossover!

CURIOSIDADES:

– Este episódio intitulado “Thanksgiving” foi exibido no exato dia do feriado nos EUA.

– A aparição de Billy Joel no episódio faz parte do arquivo de filmagem de um show em Long Island, Nova York, de 4 de agosto de 2015, cantando “No Man’s Land“.

– A série The Closer é mencionada por Curtis que diz tê-la assistida duas vezes.

– 52 Spot It: Felicity instrui a equipe que a bomba que procuram está no corredor 52, mais uma referência da série ao evento The New 52 da DC Comics.

Tags Arrow
Avatar

Álefe Cintra

Jornalista e apaixonado por séries. Tem a mesma profissão de Clark Kent, usa óculos parecido, mas infelizmente não é super-herói. Grande fã de séries de super-heróis e fantasia. No Mix de Séries escreve as reviews de Arrow e The Flash.

No comments

Add yours