As homenagens feitas fora de Oz

O que significa ser um clássico nos tempos de hoje? É o tanto de existência da obra? O quanto que ela mudou a sociedade com seu lançamento? Por seu sucesso eminente por todo o mundo? Ou, talvez, como é referência para várias novas obras? Bom, O Mágico de Oz tem tudo isso ai.

Tudo começou (há um tempo atrás na ilha do sol) com o americano L. Frank Baun publicando o livro O Maravilhoso Mágico de Oz, em 1900, que relata a história de Dorothy Gale, que é levada por um ciclone para as Terras de Oz com seu cachorro Totó e acaba por conhecer o Espantalho, que deseja um cérebro, o Homem de Lata, que almeja ter um coração, e o Leão covarde, que quer coragem para ser o rei da selva.. Tal conto mudou por completo literatura infantil, saturada já por tanto conto de fada moralista. A partir disso, uma série de 14 livros foi publicada pelo escritor e depois de sua morte, mais 26 livros foram ao público feitos por diversos escritores.

Enfim, em 1939 o Mágico de Oz foi parar no cinema com Judy Garland como Dorothy,  Bum! Sucesso! Afinal, quando se pensa nos quatro amigos que saem a procura do fantástico mágico que levará a menina de volta para casa, logo se é pensado nesta produção, mesmo não sendo a primeira, (pasme) foi a NONA! E teve muitas outras: em torno de 38!!! O.o

 

Continua após a publicidade

Supernatural-904-Slumber-Party-Charlie-Dorothy-Sam-Dean

 Charlie (a esquerda), Dorothy (a direita) indo para Oz

 

Com um enredo tão bom, ela foi transportada para a TV, não em forma de série, mas em homenagens, pode se dizer. Como na terceira temporada de Once Upon a Time, em que a Bruxa Má do Oeste, aqui conhecida como Zelena, vai para Storybrooke para se vingar de sua meia irmã, Regina (vulgo Rainha Má). Glinda, a Bruxa Boa do Norte, e Dorothy também aparecem durante alguns episódios. Já no “9×04 – Slumber Party”, de Supernatural, Dorothy aparece adulta como a filha de L. Frank Baun e como uma caçadora, que fica presa junto com a Bruxa Má por mais de 70 anos em uma garrafa. A partir do momento em que são soltas, Dorothy se une a Dean, Sam e Charlie para matar a tal da Wicked.

Na versão brasileira temos o clipe da cantora baiana Pitty, Na sua Estante, que mostra o homem de lata já com seu coração, mas um tanto quanto machucado devido a um amor não retribuído.

E ai? Faltou alguma coisa? Não deixe de dar sua opinião!

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

No comments

Add yours