As maiores cenas de Chicago Med de partir o coração

Eis as cenas mais tristes de Chicago Med até aqui.

Chicago Med momentos partir o coração
Continua após publicidade

Chicago Med construiu sua base de fãs com histórias envolvendo perda, ciência e as emoções humanas agudas. Os médicos, enfermeiras e socorristas que povoam a série lutam constantemente entre a vida, a morte e o que está do outro lado do grande desconhecido.

Continua após publicidade

Eles salvam vidas e protegem os fracos e inocentes, mas são seres humanos, não robôs. E, então, erros são cometidos. Amigos, parentes e pacientes dos personagens principais da série morreram de maneiras horríveis, durante a corrida de sete temporadas da série até aqui.

Mas não é preciso uma morte trágica para partir um coração. Separações, pessoas se mudando, parentes perdidos e filhos contribuem para o desgosto diário dos profissionais de Chicago Med. Além disso, não vamos esquecer que cada pessoa da equipe passou por uma situação de quase morte.

Continua após publicidade
Continua após publicidade

Com todo esse drama ao redor, não é surpreendente que a série teve muitos momentos tristes e angustiantes. Então, por isso, trazemos os momentos de Chicago Med que mais partiram o coração dos fãs.

Ava Bekker se torna uma assassina e comete uma tragédia

A Dra. Ava Bekker (Norma Kuhling) reagiu inesperadamente à rejeição romântica do Dr. Connor Rhodes (Colin Donnell) em Chicago Med. Ela escolheu matar. E não apenas um estranho, mas seu pai, Cornelius (D. W. Moffett), esperando que Connor se voltasse para ela em sua dor. Eventualmente, Connor descobre que Ava é quem matou seu pai. E, quando ele a confronta, Ava admite, mas escolhe tirar a própria vida, em vez de enfrentar a situação. Ela comete uma tragédia com um bisturi, tudo na frente de Connor.

Continua após publicidade

Leia também: 7×09 de Chicago Med teve prisão de médico com reviravoltas

Claro, Connor tentou ao máximo salvá-la, mas ela sucumbiu aos ferimentos quase imediatamente. O trauma que ele sentiu naquele momento o fez deixar Chicago Med. E o médico favorito dos fãs saiu da série na 5ª temporada. O duplo golpe de perder Ava e Connor no mesmo episódio não foi fácil para os fãs.

Continua após publicidade
Chicago Med connor
Imagem: Divulgação.

Natalie larga Phillip e rejeita Will em Chicago Med

A Dra. Natalie Manning (Torrey DeVitto) tem uma experiência bastante incomum após sobreviver a um coma causado por uma lesão cerebral traumática, depois que ela e o Dr. Will Halstead (Nick Gehlfuss) são violentamente atacados durante a 5ª temporada de Chicago Med. Ela acorda com um anel de noivado no dedo. Natalie é logo informada por Phillip Davis (Ian Harding), seu namorado e pai de um ex-paciente infantil, que aceitou sua proposta, enquanto estava brevemente acordada. Phillip insiste que Natalie não se lembra de ter aceitado a proposta por causa de sua lesão cerebral.

Continua após publicidade

Leia também: Fãs de Chicago Med detonam novo casal da 7ª temporada

Will sabe a verdade – que Phillip colocou o anel no dedo de Natalie, enquanto ela estava inconsciente. E, assim, a fez acreditar que ela disse “sim” a um pedido que nunca aconteceu. Will finalmente diz a ela o que realmente aconteceu, o que a faz explodir contra Phillip. Mas ela já estava no meio de um rompimento. “No meu íntimo, simplesmente não parece certo”, diz Natalie, devolvendo o anel, enquanto Phillip insiste que Will está tentando separá-los.

Continua após publicidade

Os fãs se sentiram mal por todos os personagens nessa situação, mas especialmente pela pobre Natalie, que está simplesmente cansada de toda a interferência masculina acontecendo em sua vida. Ela desfere outro golpe, gritando: “Por favor, saia da minha vida” para Will. Essa doeu.

Continua após publicidade
Chicago Med série
Imagem: Divulgação.

A separação final de April e Ethan

O Dr. Ethan Choi (Brian Tee) e a enfermeira April Sexton (Yaya DaCosta) tinham um relacionamento cheio de altos e baixos em Chicago Med . A dupla sempre se amou muito, mas nunca poderiam fazer seu relacionamento dar certo. Ethan e April foram a constante “vai ser ou não vai ser” em Chicago Med, mas quando DaCosta deixou a série antes do início da 7ª temporada de Chicago Med, eles imediatamente se separaram.

Mas um dos piores momentos do casal “Chexton” foi a separação da quinta temporada. Depois que April confessou tê-lo beijado, Dr. Choi começou uma briga com seu colega de trabalho, Dr. Crockett Marcel (Dominic Rains). Ethan estava se esquivando porque sabia que o verdadeiro problema era sua conexão cada vez menor com April. “O verdadeiro problema sempre esteve aqui. Entre nós.”, Ethan diz, partindo os corações do público, com um olhar frio sem esforço.

Ele diz a April que vai ficar em um hotel, diz a ela para começar a procurar um novo lugar para ficar e a deixa chorando, pensando no que pode vir a seguir.

Chicago Med cena
Imagem: Divulgação.

Natalie diz a Will que o ama… Mas é tarde demais

Falando em neles novamente… Não é um choque que o casal de residentes no limbo aparecesse nesta lista várias vezes. Não é surpresa também que o fim oficial de seu relacionamento amoroso ganhe um lugar aqui. Alguns episódios depois que Natalie diz a Will para sair de sua vida, ela o encontra no telhado do hospital. Ela explica que sua memória voltou e se lembra de que planejava dizer a ele que o amava antes do acidente. Ela diz que não o quer fora de sua vida, mas Will responde que é “tarde demais”.

Leia também: Saída de médicos em Chicago Med fez bem para 7ª temporada

Referindo-se ao relacionamento como “tóxico“, ele diz a ela que a distância de sua conexão o fez perceber que tem sido melhor para ele ficar fora da vida dela. “Tudo o que fazemos é machucar um ao outro”, declara ele, acrescentando que, embora houvesse um tempo em que ele não conseguia se imaginar vivendo uma vida que não a incluísse, agora que estão separados, ele se sente “livre”. Ele deixa Natalie (e os fãs de Chicago Med) chorando sozinha no telhado.

Chicago Med
Imagem: Divulgação.

Dr. Charles deixa uma rosa para sua esposa

O Dr. Daniel Charles (Oliver Platt) é o coração equilibrado e pulsante de Chicago Med. Então, quando ele chora, o público chora com ele. Quando sua esposa, Caroline (Paula Newsome), sucumbiu a um linfoma, foi devastador para o Dr. Charles e os telespectadores, especialmente porque o casal, então divorciado, se casou novamente durante o tratamento dela.

Embora o Dr. Charles tenha se casado com outras mulheres (Caroline foi sua primeira de quatro esposas), ele está claramente destruído pela perda de Caroline. Em “Guess it Doesn’t Matter Anymore”, Episódio 10 da 5ª temporada, ele visita o túmulo de Caroline e deixa-lhe uma rosa branca. E se senta em um banco perto de sua cripta e olha para o espaço, claramente lutando com a poderosa corrente emocional que atravessa seu ser.

Segurando uma xícara de café na mão durante o dia gelado, ele se senta, ouve o gotejamento da neve derretida e chora. É um momento que diz muito sobre o que ele sente por Caroline, sem dizer nada. É incrivelmente emocionante ver o sempre calmo psiquiatra de Chicago Med desmoronar.

Chicago Med
Imagem: Divulgação.