As Novas Adaptações de 2015

As páginas dos livros e HQs continuam ganhando as telas da TV, e 2015 promete trazer diversas opções para quem busca uma boa adaptação e, quem sabe, uma boa leitura. No primeiro Da Estante Para a TV do ano, separamos algumas séries e minisséries que serão adaptadas para a televisão na Midseason (caso listássemos todas as adaptações do ano, não haveria espaço suficiente). Deixe um espaço na grade para colocar mais algumas séries, pois coisas boas vêm por aí. Aproveite e prepare o bolso, pois será impossível não correr para a livraria e comprar alguns dos livros que deram vida às novas séries de 2015. Ah, e, para cada série, colocamos as nossas expectativas e a nossa “confiança” em cada uma das adaptações em uma escala de 0 a 10. Divirta-se!

Continua após as recomendações

 

Daredevil

,,dd

Continua após a publicidade

Estreia: 10 de abril
Nível de confiança na adaptação:
Daredevil cotação

Depois de conquistar o Cinema, a Marvel busca dominar a TV. Além de Agent Carter, a midseason traz Daredevil, nova série da Netflix. Tudo bem que Netflix não é “televisão” exatamente, e isso só prova a vontade da Marvel lançar produções distintas através dos mais diversos meios. A série, que traz às telas o Demolidor, é considerada pelos produtores como um longo filme dividido em capítulos. As primeiras imagens e as recentes notícias prometem uma série adulta, violenta e independente. Tudo, claro, graças à liberdade concedida pela Netflix na produção de seus projetos. Para quem não sabe ou nasceu ontem, o Demolidor é um heroi das HQs criado por Stan Lee e Bill Everett. O diferencial está, porém, no fato do sujeito ser completamente cego e mesmo assim combater o crime. Além disso, tanto o heroi quanto a HQ parecem ser um tanto marginais, nunca sendo o centro das atenções, mas sempre possuindo um local de respeito entre os poderosos personagens da Marvel. A série promete manter este espírito rebelde, direto e violento. O elenco é talentoso e o showrunner é Steven DeKnight, o mesmo que comandou a ótima e sangrenta Spartacus. Tem tudo para ser uma das melhores estreias e uma das mais fieis adaptações do ano.

 

Wayward Pines

,,wayward

Estreia: 14 de maio
Nível de confiança na adaptação:
wayward cotação

M. Night Syamalan. Este é o sujeito que não desperta confiança em mais ninguém. Por mais que ele não seja o roteirista e criador do projeto, é impossível confiar plenamente em uma série produzida e dirigida por ele. Quem diria?! O talentoso diretor e roteirista de jóias como O Sexto Sentido e Corpo Fechado virar sinônimo de desconfiança e vergonha alheia. Baseada na trilogia The Wayward Pines, de Blake Crouch, Wayward Pines acompanha o agente federal Ethan Burke (Matt Dillon, um ótimo ator) que busca encontrar dois colegas. Em sua procura, ele chega na pequena Wayward Pines. Depois de um acidente de carro, Burke é levado ao hospital e ao acordar descobre que perdeu documentos, arquivos importantes e seu celular. Ninguém acredita que Burke seja quem ele diz que é, e a sanidade do agente começa a ser testada. Ah, e há também uma cerca elétrica que circunda a cidade e impede a entrada e saída de qualquer pessoa (claro!). A história é boa e o elenco excelente, mas é uma trama complexa e delicada. Caso respeite a atmosfera pesada do livro, pode se dar bem. Do contrário, será mais um degrau para Shyamalan passar do fundo do poço onde já se encontra.

 

iZombie

,,izombie

Estreia: 17 de março
Nível de confiança na adaptação:
izombie cotação

A CW segue em sua caminhada em busca de um perfil mais sério sem deixar de agradar seu público alvo. Sua nova investida é a adaptação da HQ homônima da DC Comics criada por Chris Robertson e Michael Allred. A nova série, aliás, mostra uma tendência do canal em adaptar materiais previamente lançados (sejam livros – The 100 –, outras séries – The Tomorrow People –, HQs – Arrow, Flash –, etc.), indicando um cuidado em apostar em produtos que já tenham um público que o suporte e o aceite. iZombie acompanha Olivia, uma estudante de medicina que se transforma em zumbi e, para sobreviver, precisa se alimentar de cérebros humanos. Para manter-se alimentada, Olivia trabalha como assistente de um médico legista. Mas há uma pedra no meio do caminho: ao comer o cérebro de uma pessoa, ela tem acesso às lembranças do cadáver. Graças ao seu dom/maldição, Liv passa a investigar e solucionar casos, o que faz com que as lembranças adquiridas possam ser esquecidas. A série promete algumas mudanças com relação à HQ. O humor negro e os absurdos, porém, estarão lá. A HQ também envolve lobisomens e triângulos amorosos. Procedural com zumbis, lobisomens, triângulos amorosos, humor negro e personagens jovens: parece o projeto perfeito para a CW.

 

Eye Candy

,,ec

Estreia: 12 de janeiro
Nível de confiança na adaptação:
eyecandycotação

Baseado no livro do famoso R.L. Stine (você já deve ter ouvido falar da série de livros Goosebumps), Eye Candy é um dos poucos livros do autor que não fazem parte de alguma série literária e que não são voltados para o público infanto-juvenil. A série acompanha Lindy, uma jovem que mantém um blog sobre suspeitos de assassinato e uma porção de outras coisas bizarras. Introvertida, a garota acata o conselho de uma amiga e passa a visitar sites de encontro/namoro online. Não demora para Lindy encontrar um potencial stalker e assassino em série entre seus pretendentes (claro!). Os trailers não empolgam e o elenco, majoritariamente desconhecido, também não desperta interesse. A primeira temporada tem 10 episódios e irá ao ar pela MTV. Quanto à fidelidade, espera-se um considerável respeito à obra original, visto que o estilo de Stine agrada ao público jovem interessado por mistérios e investigações.

 

Man Seeking Woman

,,msw

Estreia: 14 de janeiro
Nível de confiança na adaptação:
man seekingcotação

Ninguém sabe ao certo o que será Man Seeking Woman. Os promos são ótimos, mas com pé no nonsense. Um dos vídeos mostra o protagonista (interpretado por Jay Baruchel) tentando conversar com uma garota em um banco de praça enquanto um homem vestido de anjo-cupido está prestes a dar – literalmente – uma flechada no casal. Antes disso o tal cupido é atropelado por um ônibus. Em outro vídeo, o rapaz oferece o próprio coração para uma pretendente comer; ao pegar um pedaço, ela recusa o coração do coitado. Ao que se pode perceber, a série não será tão absurda assim, mas terá um texto engraçado e despojado. A série é baseada no livro The Last Girlfriend on Earth and Other Love Stories, escrito por Simon Rich, que também é criador do show, e acompanha o ingênuo Josh em busca de um novo amor. É uma aposta arriscada que pode surpreender ou ser esquecida logo em seguida.

 

Backstrom

,,bacstrom

Estreia: 22 de janeiro
Nível de confiança na adaptação:
man seekingcotação

Baseado na obra do criminalista e escritor sueco Leiff W.G. Persson, Backstrom é uma série que demorou a ganhar vida, sendo descartada por canais e resgatada, finalmente, pela Fox. Estrelada por Rainn Wilson (conhecido por The Office), a trama acompanha o policial Evert Backstrom, um péssimo ser humano. Racista, grosseiro, alcoólatra, egoísta, etc., Backstrom tenta reverter a situação, buscando se tornar uma pessoa melhor. O fato de a série ser descartada e estar em desenvolvimento desde 2011 podem ser um mau sinal. Além disso, a história pode cair em clichês (tanto dos procedurais criminalistas quanto das comédias) e se perder drasticamente. O trailer é bacana e mostra uma boa fotografia e uma direção firme que brinca entre o drama e o humor mais explícito. Além disso, Wilson parece estar muito bem, além de bem distante do papel que viveu na finada The Office.

Matheus Pereira

Matheus Pereira

Gaúcho, estudante de jornalismo e viciado em séries. Tem séries pra assistir de mais e tempo de menos. Séries favoritas? Six Feet Under e Breaking Bad.

4 comments

Add yours
  1. Anderson Narciso
    Anderson Narciso 12 janeiro, 2015 at 19:48 Responder

    Acho que IZombie pode ser bem adaptada. Estou na torcida.
    Não preciso nem comentar que minha ansiedade maior é Daredevil…

    Mas tem uma série que estreia este ano pela AMC, chamada Preacher, ela é uma adaptação de uma HQ da Vertigo, a linha adulta da DC Comics.
    A história é bem massa, vale a pena ler 😀

    • Matheus Pereira
      Matheus Pereira 14 janeiro, 2015 at 11:07 Responder

      Preciso confessar que estou curioso pra ver como será essa iZombie, o material original parece bem legal. Mas claro, nenhuma parece tão promissora como Daredevil.

      Conheço Preacher, e parece promissora também. Mas será que esta não ficará pra 2016? A AMC aprovou a produção do piloto, mas o processo pode ser demorado. rsrs

  2. Avatar
    Matheus Barros 21 janeiro, 2015 at 13:06 Responder

    Tmb estou na espera e na torcida para q IZombie seja boa e vá bem na audiência.
    Esse post me deixou na vontade de assistir “Man Seeking Woman” e “Daredevil”,já vou add no Banco de Séries,hahahahahaha.

Post a new comment