Atenção passageiros, Pan Am deixa saudades!

Claramente uma das maiores depressões da minha vida é não poder ser aeromoça. Sim, meu sonho desde criança era usar aquelas roupas impecáveis, viajar e conhecer o mundo todo, ter namorados em diferentes continentes e claro, ter a postura que só uma comissária de vôo tem. Como a vida é bem injusta, eu nasci com menos altura do que a Anac permite para funcionários de aeronave e eu tive que projetar todo meu amor por essa profissão assistindo Pan Am. Um seriado que representava EXATAMENTE o que eu pensava dessa vida de peripécias internacionais.

Continua após as recomendações

 

abc_pan_am_cast_ll_110926_wg

Continua após a publicidade

                                                 Imagem: Divulgação/ABC

Transmitida aqui no Brasil pela Sony e produzida pela ABC, a série estreou em 2011 e foi “teoricamente” cancelada depois de sua primeira temporada. Eu coloco as aspas porque o meu karma é me apaixonar pelas narrativas e elas saírem do ar com um fim meio medíocre, mas ok. Tanto que, não saiu o box da primeira temporada para vender no Brasil. Chateadíssima!

Pan Am é, na vida real, o nome da principal companhia aérea dos Estados Unidos da década de 30 até meados dos anos 90. E inspirada nessa vida de glamorosos aviões e primeiras classes lotadas que o seriado conta a história de quatro diferentes aeromoças em 1963. O status que elas tinham as transformava nas mulheres mais desejadas e astutas da época, afinal, elas estavam indo de país em país enquanto as demais mulheres da época estavam começando a trabalhar fora de casa.

Cada uma com sua perspectiva e vivência, todas elas passam por poucas e boas durante a história. Maggie, era a mais velha do grupo e também a mais esperta. Kate, uma experiente aeromoça, é trilingue e se envolve no ramo de espionagem internacional. Laura, irmã mais nova de Kate acaba entrando na profissão como uma válvula de escape de sua vida na terra e Colette (minha favorita!!), uma aeromoça francesa que acaba se envolvendo com um dos gatíssimos pilotos. Então, imaginem: elas tinham acesso a lugares e pessoas que ninguém mais tinha, elas eram donas da sua própria vida e é claro, se metiam em algumas furadas como também se apaixonavam por meio mundo.

 

panam

                                                 Imagem: Divulgação/ABC

Já adianto a vocês que dá pra chorar muito com o desenrolar do personagem da Kate, dá pra torcer e gritar muito pelo bem da Colette, dá pra ficar nos nervos com as imprudências da Maggie e também dá para sentir inocência de Laura dentro de todo esse contexto.

Um seriado que me deixou mega órfã desse mundo de status e aspirações profissionais, é um banho de bastidores que nos faz querer fazer parte daquilo tudo. A pena é que ela acabou as pressas devido seu cancelamento e eu tenho certeza absoluta que renderia tranquilamente pelo menos mais uns três episódios para poder contar com calma o final de cada um dos personagens. Mas sério, quem curte esse mundo ~misterioso do vai e vem dos aviões vai se envolver muito com essa história <3

 

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=6oVdLIvcNRE[/youtube]

Equipe Mix

Equipe Mix

Perfil criado para realizar postagens produzidas pela equipe do Mix de Séries.

1 comment

Add yours

Post a new comment