Ator de Stranger Things demite agente após acusações de abuso sexual

Imagem: Netflix

Com Hollywood tentando entender como continuar após as várias denúncias de assédio, abuso e violações do produtor Harvey Weinstein, acusações em diversos setores da indústria continuam. A mais nova é contra o agente de talentos Tyler Grasham, que depois de histórias serem trazidas à público, foi demitido por um dos seus clientes, Finn Wolfhard, de Stranger Things.

Um dos mais importantes membros do catálogo de agentes da APA (Agency for the Performing Arts), Grasham foi acusado de ter abusado sexualmente ou agido de maneira inapropriada com jovens atores em início de carreira, o que inclui Blaise Godbe Lipman (de WeedsCSI: NYThe Office e entre outros). Ele está atualmente afastado da empresa, ao mesmo tempo que ela conduz uma investigação independentemente para apurar as alegações.

APA enxerga essas alegações como extremamente sérias e estamos investigando o assunto, disse um porta voz da empresa ao The Hollywood Reporter. É sabido, através de fontes da publicação, que a agência contratou um investigador neutro e independente para apurar essas denúncias.

Continua após a publicidade

Quanto a Wolfhard, que segue sem agenciamento a uma semana da estreia da segunda temporada de Stranger Things, espera-se que o ator consiga uma nova empresa em breve.

Nos últimos dias, Hollywood tem visto atores assumir publicamente terem sofrido assédio sexual. O escândalo envolvendo o produtor Harvey Weinstein abriu portas para várias celebridades virem a público discutir tal assunto. Até mesmo a atriz Lena Headey, que dá vida à Cersei de Game of Thrones, admitiu ter sido abusada por Weinstein. O produtor já está afastado de todos os seus afazeres e, inclusive, a série protagonizada por Robert De Niro que seria produzida por Harvey foi cancelada.

Aguardamos mais desdobramentos desse caso!

Avatar

Bernardo Vieira

Catarinense e estudante de direito. Escrevo sobre entretenimento desde 2010, mas comecei com política internacional depois da campanha americana de 2016. Adoro uma premiação e um debate político, mas sempre estou lendo ou assistindo algo interessante. Quer saber mais? Me pague um café e vamos conversar.

No comments

Add yours