Atores de Grey’s Anatomy falam sobre o sucesso do show ao longo dos anos

meredith maggie

Continua após publicidade

 

Continua após a publicidade

É difícil imaginar que já se passou um ano desde o destino chocante que foi dado ao Derek Sheperd em Grey’s Anatomy, da ABC. No episódio 21 da 11ª temporada, Derek foi morto em um acidente, faltando ainda um ano para vencer o seu contrato.

Continua após publicidade

Um ano depois, Grey’s está se preparando para entrar no episódio 21 da 12ª temporada e está prestes a encerrá-la como drama nº 1 entre os cinco maiores dramas transmitidos na TV abertura atualmente.

A notícia é surpreendente para um show com tantas temporadas, considerando que os fãs ficaram bastante consternados com a partida de Patrick Dempsey, anunciando aos quatro ventos que deixariam de assistir a série de Shonda Rhimes. No entanto, na manhã seguinte após o episódio que tirou Patrick da série, o site The Hollywood Reporter fez uma pesquisa e descobriu que 65% dos telespectadores continuariam assistindo ao show.

Continua após publicidade

Então vejamos, o que há por detrás do sucesso estrondoso de Grey’s Anatomy?

Greys anatomy“Eu realmente acredito que as mudanças são o que nos fazem seguir em frente”, disse Ellen Pompeo (Meredith) ao THR durante uma visita recente ao set de filmagens em Los Angeles. “Os telespectadores queriam ver como a série seguiria sem o Derek. Eles são curiosos. Como nós seguiremos em frente? Eles estão tão curiosos quanto nós estamos, quanto os escritores estão. Nós estamos descobrindo isso juntos. Eu acredito que as pessoas estão assistindo por curiosidade e acredito que estão amando os personagens”.

“A idade dos nossos telespectadores está se diversificando,” Jerrika Hinton (Stephanie) disse ao THR. “Nós temos adolescentes que são apaixonados pelo show e que descobriram através de membros de sua família que assistiam. E então eles se apegaram ao show e estão assistindo através do Netflix”.

Pompeo se diz surpreendida com o fato de que, mesmo após 12 temporadas, o piloto da série ainda se mantém vivo. “Isso é uma prova de que Shonda Rhimes teve uma excelente visão desde o início”. Ela comentou que acha incrível os telespectadores assistirem aos episódios inéditos da temporada atual e ainda terem vontade de, através do Netflix, assistirem episódios antigos para entenderem melhor as histórias dos personagens originais: Meredith, Alex (Justin Chambers), Bailey (Chandra Wilson) e Richard (James Pickens Jr.).

Apesar das diversas mortes chocantes da série (George O’Malley, Mark Sloan e Lexie Grey), Grey’s se tornou muito versátil e capaz de reinventar personagens e criar novos, como os favoritos da audiência Jackson (Jesse Williams), April Kepner (Sarah Drew), Jo (Camilla Luddington), Stephanie (Jerrika Hinton) e, mais recentemente, Maggie (Kelly McCreary) e Nathan Riggs (Martin Henderson).

greys 11x02 b“Passando tanto tempo em conjunto, criando laços e conhecendo uns aos outros na casa que um dia foi da Ellis Grey teve um impacto muito grande na nossa audiência”, MacCreary contou ao THR. “É muito familiar, muitas memórias importantes sobre esses personagens foram criadas ali dentro. E ter as irmãs Meredith, Maggie e Amelia morando juntas e brigando entre si neste local nos permite descobrir quem Meredith se tornou sem o Derek de diversas maneiras. Nós pudemos conhecer um novo lado da Maggie e ver Amelia amadurecendo em relação ao seu relacionamento com o Owen. Eu penso que isso teve um impacto muito grande”.

Enquanto isso, Hinton enxerga Grey’s Anatomy como uma janela para explorar os elementos mais dramáticos da humanidade. Ela disse: “Shondaland sabe exatamente como explorar a confusão da humanidade e isso é bastante apelativo para as pessoas. E ela não faz isso apenas porque sabe que atinge o público, mas porque isso reflete como agimos no dia-a-dia, e você pode aprender muito sobre como outras pessoas lidam com esse tipo de coisa. Além disso, é mágico e inexplicável”.

Quanto ao futuro da série, Grey’s já foi renovada para a 13ª temporada. Ellen continua sendo humilde sobre as comparações entre seu show e ER, o drama médico mais longo até o momento.

“Nós não estamos interessados em quebrar recordes. Nós queremos manter a qualidade do show o máximo que conseguirmos. Quando sentirmos que não podemos mais seguir em frente, nós encerraremos. No entanto, com os números altos e fortes como estão, certamente a emissora não tem interesse de botar um ponto final no momento. Eu acho que é muita presunção dizer que nós esperamos que a série chegue na 15ª temporada como ER. A audiência pode cair a qualquer momento. Nós não podemos criar expectativas de que eles ficarão com a gente enquanto nós quisermos fazer o show. Mesmo que isso aconteça, eu não acho que devemos pensar desta forma. Eu sou muito grata por cada temporada que ganharmos e ficarei feliz de sair com um trabalho bem feito e sentimento de missão cumprida”.

Fonte: THR