Atriz comenta chocante morte do episódio 5×08 de Orphan Black

Imagem: BBC/Divulgação
Imagem: BBC/Divulgação

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

Para quem ainda não assistiu ao episódio de Orphan Black mais recente, nós realmente não recomendamos que você leia essa postagem pelo simples fato de estar carregada de spoilers. Tudo o que ler daqui para frente, você estará assumindo o risco.

Continua após a publicidade

Para todos aqueles que ficaram, um dos grandes momentos foi a morte de Mrs. S (interpretada por Maria Doyle Kennedy) por Ferdinand. Antes do crime acontecer, a personagem seguiu as pistas deixadas por Rachel e iria expor a Neolution. O problema é que um recém-revitalizado Ferdinand cruzou seu caminho e matou-a com um tiro no peito.

Continua após publicidade

Para saber mais sobre essa cena e o que esperar da série daqui para frente, o TV Line fez uma entrevista exclusiva com a atriz logo após a exibição do episódio.

[spacer height=”20px”]

Continua após publicidade

TVLINE | Sabendo que loucuras sempre acontecem nessa série, eu tenho que perguntar: aquele foi o último suspiro da Mrs. S?

Maria Doyle Kennedy | Então, eu morri. [risos] Eu sinto em dizer que é verdade. É um tanto inacreditável na verdade tudo o que acontece. Várias pessoas estavam chorando no set. Mas sim, aquilo aconteceu. Entretanto eu consigo trazer Ferdinand comigo para que a minha morte não fosse em vão.

Continua após a publicidade
O MIX DE SÉRIES atingiu 10 milhões de visitas mensais e vamos ensinar tudo que aprendemos nessa caminhada! Aumente o tráfego do seu site com técnicas avançadas de SEO.
Faça seu pré-cadastro aqui!

TVLine | Sarah precisa mesmo sofrer uma perda para força-la a correr atrás e fazer o que precisa ser feito?

Maria Doyle Kennedy | Eu não acredito. Eu não penso que as pessoas precisam sofrer uma perda como aquela para fazer qualquer coisa. Mas a ordem natural da coisas é que nossos pais morram antes de nós mesmos. Meus próprios pais estão vivos, felizmente, mas os meus sogros faleceram poucos meses entre o primeiro e o segundo e aí eu percebi o que união significava. […] Então ela [Sarah] não precisa disso acontecer para trabalhar muito e chegar onde quer. Ela é muito mais habilidosa que “S” em diversas maneiras. Em toda essa série, você percebe que ela é calma, decisiva e estratégica.

ORPHAN BLACK | Confira as novidades da série

TVLINE | Mrs. S sempre foi uma personagem misteriosa. Restaram perguntas sobre ela que você gostaria que tivessem sido respondidas?

Maria Doyle Kennedy | Eles nunca me falaram nada e uma pergunta que eu sempre foi questionada na Comic-Con e em outros lugares sobre como que ela conseguia dinheiro? Como que ela pagava o aluguel daquela casa maravilhosa e sempre tinha comida para todo mundo? Ela nunca trabalhou nada vida, não é? Ela tinha uma vida razoável no sentido de alguém que nunca trabalhou. Então é só essa mesmo, algum dia eu vou sair para beber com o Graeme e ele dirá, “Então, na verdade…” [risos].

[spacer height=”20px”]

E vocês, o que acharam dessa perda em Orphan Black?