Atriz de Grey’s Anatomy dá grande lição com filha que tem síndrome de Down

Atriz de Grey’s Anatomy revelou detalhes de sua relação com a filha

Caterina Scorsone, mais conhecida por dá vida a Dra. Amelia Shepherd em Grey’s Anatomy, revelou uma verdadeira lição de vida. Em recente entrevista dada ao Metro UK, Scorsone deu detalhes da relação que tem com sua filha. A criança tem apenas dois anos, e é portadora de Síndrome de Down.

Continua após as recomendações

A pequena Paloma Michaela é um dos significados de felicidade de sua vida. Além disso, ela já era mãe de Eliza, de apenas seis anos. A atriz destacou como que ser mãe de uma portadora de Down mudou a sua vida.

“O que eu inconscientemente pensei sobre o meu trabalho como mãe era que eu deveria equipa-la para sobreviver em um mundo extremamente competitivo.”, disse a atriz.

Continua após a publicidade

A atriz revelou ter ficado confusa no momento do diagnóstico. Chegou a pensar nas diferenças físicas e cognitivas da filha. Entretanto, a atriz disse que mudou sua perspectiva sobre o caso.

Mudança de perspectiva

Essa voz simples veio até mim e eu fiquei tipo ‘eu não sei o que fazer – ah, eu devo mantê-la segura e devo fazê-la se sentir amada’. E de repente minha compreensão do meu trabalho como mãe completamente destilada e aberta mudou”, ressaltou Scorsone.

A atriz de Grey’s Anatomy com a família. Na direita, sua filha com síndrome de Down. Imagem: Instagram.

Além disso, completo. Todavia, palavras.

Vi como estava amando minha própria filha, Eliza, por suas qualidades. Eu amava Eliza tanto porque ela era tão inteligente, e não pelas qualidades externas. Eu tive que confrontar esses experimento mental de ‘Eu não sei se Paloma vai ser inteligente, eu não sei se ela vai ser engraçada’, – o que, claro, ela é, e agora que eu sei mais sobre a síndrome de Down, eu estou tipo ‘Oh, que pensamento idiota eu tive’. Mas eu não sabia, e isso me forçou a perceber que eu estava amando minha outra filha e todos, inclusive eu, pelo motivo errado“.

A atriz ainda destacou na matéria que sente que a filha é muito amada, e que essa maternidade lhe fez crescer como mãe e mulher.

Leia também: Confira 5 dicas de séries para você chorar assistindo